O fogo que na branda cera ardia

Via Frivolités des Philtre

O fogo que na branda cera ardia

O fogo que na branda cera ardia,
Vendo o rosto gentil que eu na alma vejo,
Se acendeu de outro fogo do desejo,
Por alcançar a luz que vence o dia.

Como de dous ardores se incendia,
Da grande impaciência fez despejo,
E, remetendo com furor sobejo,
Vos foi beijar na parte onde se via.

Ditosa aquela flama, que se atreve
A apagar seus ardores e tormentos
Na vista de que o mundo tremer deve!

Namoram-se, Senhora, os Elementos
De vós, e queima o fogo aquela neve
Que queima corações e pensamentos.

(Luís Vaz de Camões)

Anúncios

6 Respostas to “O fogo que na branda cera ardia”

  1. laripaixao Says:

    Adorei seu blog e as poesia tbm!
    haaa as ftos estão skow!
    Parabéns
    Bjus

  2. amei passear no teu espaço…….gostaria de estar mais vezes presente e te pedir autorizaçao pra eu linkar teu blog no meu
    grande bju com carinho e admiraçao………parabens pelo blog, vc escreve muito bem, e as escolhas das postagens assim como imagens tb sao perfetias

  3. Uaua! Sempre muito bom ler Camões!

  4. Lindíssima poesia
    (eu devia ler mais Camões)
    belíssima foto!

    lindo tudo aqui, como sempre!

    “ditosa aquela flama que se atreve…”

  5. Ah… ia me esquecendo;
    tem um presentinho para vc em Three Love´s; passe lá!

    b.e.i.j.o.s.

  6. foto muito gira!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: