Arquivo de agosto, 2009

Contra as mudanças climáticas: atitude!

Posted in Comportamento, Curiosidades, Geral, Saúde with tags , , , , , , , , , on agosto 30, 2009 by Psiquê

pesc1

O Rogério, do Entrementes publicou uma campanha interessante, que em função da causa resolvi divulgar também aqui no Espartilho. Parabéns pela iniciativa, Rogério!

Trata-se de uma campanha em defesa do meio ambiente que pretende realizar o maior abaixo-assinado de todos os tempos. É a campanha Tic-Tac-Tic-Tac (referência ao ponteiro de relógio) que organizações ambientais como WWF, Oxfam, Greenpeace, Vitae Civilis,  já levam adiante em vários países – e que no Brasil teve início no último dia 29 de agosto, ou seja, 100 dias antes da Conferência do Clima de Copenhague.

logo_tic_tac_final1

Para resumir: a ideia é entregar assinaturas eletrônicas para os líderes mundiais que estarão na Conferência, pedindo medidas concretas contra as mudanças no clima. Por aqui, a iniciativa ganhou o nome de:  Campanha Brasileira de Ações para a Proteção do Clima.

Para quem gosta de assinar petições, é uma boa, mas é necessário cadastrar-se aqui

Selo Vale a pena ficar de olho

Posted in Selos, Memes, Mimos e Prêmios with tags , , , , , , , on agosto 30, 2009 by Psiquê

SeloValeaPena
Ganhei, há algumas semanas, esse selinho da minha querida Patricia Caetano, do Arte em forminhas, responsável pelas lindas camélias pretas do meu casamento!

Ela faz maravilhosas forminhas para doces, bem casados, etc.

Obrigada pelo carinho Patricia!!!

Depois de aceitar o prêmio,  as regrinhas são as seguintes:
-Exibir a imagem do selo que acabou de ganhar: Feito!

-Postar o nome do Blog que te presenteou: Arte em Forminhas

-Indicar Blogs de sua preferência;

Patricia Figueira

Rafaela Panisset

Calcinhas no box

Chocolat avec des letters

Chapéu de Letícia

Corporativismo Feminino

Mulheres 3.0 plus

Depois dos 25…
-Avisar aos indicados e publicar as regras;

-Conferir se os Blogs indicados cumpriram com as regras.

Transmigração

Posted in Poesia Erótica with tags , , , , , , , , , , , on agosto 27, 2009 by Psiquê
Christine Kessler

Christine Kessler

Basta sentir o peso do calor,
a voz rude dos que dominam,
o odor indisfarçável do real,
logo um sonho me transpõe,
busca teu sono para se acudir
e te fazer sonhar, transmigrar,
manchar com a fé nossa cama,
sensual castelo, firme, irreal.

Autora: Helga Holtz

O valor do bom humor

Posted in Comportamento, Saúde with tags , , , , , , , , , , , , , , on agosto 23, 2009 by Psiquê

ALEX VANZETTI

ALEX VANZETTI

A revista Mente e Cérebro de julho 2009, trouxe uma matéria super interessante intitulada: “Rir é o melhor remédio!”. Segundo a matéria, encarar a vida com bom humor fortalece a mente e o corpo, tornando-nos mais aptos a enfrentar situações de crise…

” A alegria não apenas nos protege contra doenças físicas e psíquicas, mas também pode curá-las”.

A matéria ainda cita vários filósofos como Kant e Aristóteles para reforçar a ideia do uso terapêutico do riso. Segundo Immanuel Kant (1724-1804), apenas três coisas podem realmente fortalecer o homem contra as tribulações da vida:a espernça, o sono e o riso. A concentração do cortisol, hormônio do estresse, no sangue é menor quando as pessoas estão alegres. E “como um nível sempre elevado de cortisol comprovadamente enfraquece a defesa imunológica, é possível concluir que a alegria protege contra doenças.”

É válido lembrar, no entanto, que nem todo o riso implica humor. O psicólogo Robert Provine, destaca a matéria, descobriu que apenas uma em cada cinco, das 20 risadas que um adulto dá, em média por dia, tem base humorística. A maior parte dos risos muos e risadas discretas são disfarces e concordância. Dessa maneira, no que diz respeito aos efeitos medicinais, deve-se diferenciar o riso e o humor.

Para saber mais sobre o tema leia a matéria na Revista Mente & Cérebro

Outras indicações:

  1. Humor comprehension and Appreiation: an MRI study. A. bartolo et al., em Jounal of Cognitive Neuroscience, 18, 2006. págs. 1789-1798;
  2. A força curadora da mente. Norman Cousins. Saraiva, 1993;
  3. O poder do riso. Ulrich Kraft. Especial Mente & Cérebro nº9, págs. 60-67
  4. Terapia do Riso;
  5. Médico explica porque rir faz bem à saúde

Glúten e obesidade

Posted in Comportamento, Estética e Beleza, Saúde with tags , , , , , , , , , , , , on agosto 16, 2009 by Psiquê

Comprei recentemente e devorei o livro Glúten e obesidade, a verdade que emagrece, da Regina Racco.

Capa

O livro enfatiza os malefícios do Glúten no organismo, mesmo para pessoa não portadoras de doença celíaca. Para os celíacos, o glúten deve ser banido da dieta, pois ele provoca efeitos colaterais seríssimo a saúde dessas pessoas. Eu tenho duas amigas celíacas e até semana passada estava investigando se além da intolerância à lactose, também tinha intolerância ao glúten.

Depois de comprovado que não tenho intolerância por dois exames: o antiendomísio e antitransglutaminase que em mim deram não reagentes.

Entenda o que é a doença celíaca: trata-se de  uma intolerância permanente, isto é, por toda a vida, ao glúten. O glúten é uma proteína que está presente nos seguintes alimentos: trigo, aveia, centeio, cevada e malte.

A doença celíaca ocorre em pessoas com tendência genética à doença. Geralmente aparece na infância, nas crianças com idade entre 1 e 3 anos, mas pode surgir em qualquer idade, inclusive nas pessoas adultas.

Quais são os sinais mais comuns da doença? Podem variar de pessoa a pessoa, porém os mais comuns são:

  1. Diarréia crônica (que dura mais do que 30 dias)
  2. Prisão de ventre;
  3. Anemia;
  4. Falta de apetite;
  5. Vômitos;
  6. Emagrecimento;
  7. Atraso no crescimento;
  8. Humor alterado: irritabilidade ou desânimo;
  9. Distensão abdominal (barriga inchada);
  10. Dor abdominal;
  11. Perda de peso ou pouco ganho de peso;
  12. Osteoporose.

Regina Racco, no seu livro,  propõe uma dieta de 8 semanas para desintoxicar o organismo do glúten, que ela entende como vilão inclusive em organismos não intolerantes.  Segundo a autora,  alimentos contendo glúten levam 26 horas no trato intestinal, enquanto os que não apresentam essa proteína em sua composição levam 18 horas.

Ao chegar no meu gastroenterologista e conversar sobre o glúten, tendo meu exame dado não reagente, ele disse que não deveria exagerar. Em suas palavras, a retirada total do glúten da dieta só deveria ser feita em caso de diagnóstico de intolerância ou alergia. Mas eu tentarei reduzir em algumas coisas, por exemplo, comprei um macarrão de arroz (bifum) para fazer uma sala de atum com creme de leite de soja e ficou uma delícia.

Para quem quiser saber mais sobre a doença celíaca visite o site: Rio sem glúten.

Há também uma série de receitas sem glúten para se fazer em casa no livro e neste site. Receitas com massa alimentícia de arroz, Bifum.

Sapateado

Posted in Comportamento, Estética e Beleza, Saúde with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on agosto 12, 2009 by Psiquê
André Brito
André Brito

Pasmem, desde os 12 anos sonhava em dançar flamenco ou sapateado, mas nunca tive coragem de entrar no curso.

Eis que esta semana eu dei de presente o livro Pílulas de Neurociência para uma vida melhor para meu marido (um presente que eu já dei dizendo que ia tirar uma casquinha!) – de Suzana Herculano-Houzel.

O livro é ótimo e trata de uma maneira descontraída de vários assuntos que nos envolvem no dia-a-dia. Ele é divido em 10 seções: Sozinho, A dois, Em família, Em sociedade, Exercício & outros remédios, Lazer, Música, Decisões, Corpo & cérebro, Mente & espírito, com vários artigos cada uma.

2845983

Ao começar a ler o livro me deparei com a seção Sozinho e o artigo Prazer em aprender, no qual a autora fala sobre um desejo da filha em trocar as aulas de balé por sapateado e que ela resolveu seguir. Eis o relato  de sua experiência:

” Logo nas primeiras aulas já aprendemos a transformar o clop-clop desorganizado das chapinhas metálicas sob os sapatos nos sons ritmados dos passos mais básicos. (…) E então surgiu um problema inusitado: a vontade de passar o dia todo batendo ritmadamente os pés no chão. Até que eu me controlo, mas me vi com uma versão humana do pinguinzinho Happy Feet dentro de casa que não consegue manter os pés quietos sob a mesa de jantar e que , em vez de andar, sapateia – e de chinelos, daqueles bem barulhentos.”

“(…) O aprendizado depende ao menos de três fatores: repetição, base das mudanças sinápticas que implementam a nova maneira de agir, pensar ou sentir; retorno negativo, que informa quando se erra e é preciso tentar quando se fez a coisa certa que deve ser repetida no futuro”.

Desde então comecei a voltar a sonhar com os sapatinhos com chapinha e no andar ritmado de uma percursonista com os pés. Cheguei a visitar o blog: Divulgando o sapateado por aí e começarei minha semana  ligando para as academias mais próximas. Ai, ai, tomara que dessa vez eu aprenda uma modalidade sonhada que me dê prazer, paz, felicidade e boa forma.

Maneiro!

Posted in Geral, Selos, Memes, Mimos e Prêmios with tags , , , , , , , , , , , , , , , on agosto 9, 2009 by Psiquê

selinho2

Esse selinho eu não recebi, eu vi no blog da minha querida Patricia Caetano, que o recebeu de outra querida, a Rafaela Panisset. Ganhei da Pat Caetano um outro selinho que postarei em breve. Obrigada querida.

1. Você é casada?
Sim.

2. Você tem filhos?
Ainda não.

3. Fuma?
Não. Graças a Deus, tenho horror ao cheiro!

4. Bebe?
Esporadicamente. Preferência: espumante, vinhos, drinks gostosos, caipvodka, etc.

5. Tem compulsão por algum tipo de comida?
Não.

6. Prefere calor ou frio?
Calor, mas não muito.

7. Prefere doce ou salgado?
Depende da hora.

8. Qual é a sua profissão?
Jornalista…Internacionalista…quero explorar para o mundo todo!

9. Último filme que viu?
Não me lembro…

10. Qual foi o dia mais feliz da sua vida?
São tantos…

Indico os seguintes blogs:

Amante das Imagens

Patricia Figueira

Mulheres 3.0 plus

Mente Inquieta