Benefícios das invertidas

Recentemente publicado no portal Yoga em Casa o texto a seguir fala sobre os benefícios das posturas chamadas “invertidas” no yoga. Compartilho com vocês para que experimentem com seus instrutores ou em casa, conforme as condições de cada um. Há invertidas mais simples que podem ser praticadas com menos riscos de acidente para aqueles que ainda não conseguem fazer. Lembrem-se de ler as contraindicações apresentadas no texto a seguir.

b2fc03c71caea6393fd6e4cc6e34b7f7

Dentre as posturas mais conhecidas do yoga estão as “invertidas”, posições nas quais, grosso modo, colocamos as pernas para cima. Incluímos nessa categoria também os asanas onde a cabeça fica abaixo do coração, como em adho mukha shvanásana, postura do “cachorro olhando para baixo”.

Tradicionalmente, duas dessas posições invertidas de tão importantes são chamadas de Rei e Rainha das posturas; shirshásana, o “pouso sobre a cabeça” e sarvangásana, popularmente conhecida como “postura da vela”.

Mas por que ficar de cabeça para baixo? Quais os benefícios e quais as contra-indicações?

Vale ressaltar que os benefícios e contra-indicações aqui apresentados se referem às posturas invertidas no geral, existem diferenças entre elas tanto no sentido dos efeitos fisiológicos quanto dos estímulos energéticos promovidos por cada uma. O mesmo vale quanto as contra-indicações, não serão abordadas as especificidades de cada postura invertida.

Benefícios gerais das invertidas

Retorno sanguíneo e Oxigenação cerebral

Nessas posturas usamos a força da gravidade a nosso favor no sentido de, por um lado, favorecer o retorno sanguíneo dos membros inferiores prevenindo e revertendo o surgimento de varizes e hemorroidas. Por outro lado, o cérebro é irrigado com mais sangue oxigenado favorecendo o bom funcionamento das capacidades cognitivas: concentração, memória, raciocínio e processamento de informações.

Irrigação dos órgãos dos sentidos

Essa dose extra de sangue oxigenado beneficia também todos os órgãos dos sentidos localizados na região da cabeça incluindo a pele do rosto devido a um melhor aporte de nutrientes para as células que formam os tecidos dos órgão dessa região.

Reforço imunológico

As inversões fortalecem o sistema imunológico visto que melhora o fluxo do sistema linfático que desempenha um papel fundamental nesse sistema de defesa do organismo.

Reposiciona os órgãos da região abdominal

Muitas pessoas sofrem de queda de órgãos, conhecido como visceroptose. As posturas invertidas favorecem o reposicionamento dos órgãos dentro do abdome.

Melhora do humor, administração do estresse e combate à depressão

Um estudo conduzido por pesquisadores da Universidade da Califórnia, Los Angeles e publicado em uma edição de “Terapias Alternativas na Saúde e Medicina” mostrou que uma prática de yoga, que inclui inversões pode melhorar o humor e reduzir os sintomas da depressão. A presença das inversões na prática também se relacionou com a normalização do hormônio do estresse chamado cortisol e com o aumento da circulação de endorfinas que por sua vez ajuda a lidar com situações de tristeza e de ansiedade. Os indivíduos que usam inversões como parte de uma prática diária de yoga relataram uma sensação de confiança e coragem ao longo do dia.

Flexibilidade mental e resiliência

A experiência de sentir o corpo no espaço de uma maneira diferente desloca o ponto de vista e estimula uma ressignificação de certos padrões de comportamento e de percepção tornando o indivíduo mais flexível e adaptável à mudanças e à situações adversas.

Retarda os processos de envelhecimento

Devido a todos esses efeitos, costuma se dizer que, quando estamos numa postura invertida, os ponteiros do relógio param ou até mesmo rodam em sentido contrário.

Contra-indicações gerais

Algumas posturas de inversão não são para todos, se você apresenta alguma das condições abaixo, é importante que receba uma orientação específica: em relação ao tipo de postura que pode realizar e ao período de permanência recomendado.

  • Hipertensão
  • Cardiopatias
  • Hérnia de hiato
  • Glaucoma
  • Deslocamento de retina
  • Mulheres em período menstrual ou em período de gestação

Mesmo àqueles que não apresentam as condições acima devem ter consciência da importância de receber uma instrução adequada quanto a realização e tempo de permanência em tais posturas. Use o bom-senso.

Harih Om
Gilberto Schulz

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: