Arquivo para abdomen

Benefícios das invertidas

Posted in Comportamento, Saúde, Yoga with tags , , , , , , , , , , , , , on novembro 8, 2015 by Psiquê

Recentemente publicado no portal Yoga em Casa o texto a seguir fala sobre os benefícios das posturas chamadas “invertidas” no yoga. Compartilho com vocês para que experimentem com seus instrutores ou em casa, conforme as condições de cada um. Há invertidas mais simples que podem ser praticadas com menos riscos de acidente para aqueles que ainda não conseguem fazer. Lembrem-se de ler as contraindicações apresentadas no texto a seguir.

b2fc03c71caea6393fd6e4cc6e34b7f7

Dentre as posturas mais conhecidas do yoga estão as “invertidas”, posições nas quais, grosso modo, colocamos as pernas para cima. Incluímos nessa categoria também os asanas onde a cabeça fica abaixo do coração, como em adho mukha shvanásana, postura do “cachorro olhando para baixo”.

Tradicionalmente, duas dessas posições invertidas de tão importantes são chamadas de Rei e Rainha das posturas; shirshásana, o “pouso sobre a cabeça” e sarvangásana, popularmente conhecida como “postura da vela”.

Mas por que ficar de cabeça para baixo? Quais os benefícios e quais as contra-indicações?

Vale ressaltar que os benefícios e contra-indicações aqui apresentados se referem às posturas invertidas no geral, existem diferenças entre elas tanto no sentido dos efeitos fisiológicos quanto dos estímulos energéticos promovidos por cada uma. O mesmo vale quanto as contra-indicações, não serão abordadas as especificidades de cada postura invertida.

Benefícios gerais das invertidas

Retorno sanguíneo e Oxigenação cerebral

Nessas posturas usamos a força da gravidade a nosso favor no sentido de, por um lado, favorecer o retorno sanguíneo dos membros inferiores prevenindo e revertendo o surgimento de varizes e hemorroidas. Por outro lado, o cérebro é irrigado com mais sangue oxigenado favorecendo o bom funcionamento das capacidades cognitivas: concentração, memória, raciocínio e processamento de informações.

Irrigação dos órgãos dos sentidos

Essa dose extra de sangue oxigenado beneficia também todos os órgãos dos sentidos localizados na região da cabeça incluindo a pele do rosto devido a um melhor aporte de nutrientes para as células que formam os tecidos dos órgão dessa região.

Reforço imunológico

As inversões fortalecem o sistema imunológico visto que melhora o fluxo do sistema linfático que desempenha um papel fundamental nesse sistema de defesa do organismo.

Reposiciona os órgãos da região abdominal

Muitas pessoas sofrem de queda de órgãos, conhecido como visceroptose. As posturas invertidas favorecem o reposicionamento dos órgãos dentro do abdome.

Melhora do humor, administração do estresse e combate à depressão

Um estudo conduzido por pesquisadores da Universidade da Califórnia, Los Angeles e publicado em uma edição de “Terapias Alternativas na Saúde e Medicina” mostrou que uma prática de yoga, que inclui inversões pode melhorar o humor e reduzir os sintomas da depressão. A presença das inversões na prática também se relacionou com a normalização do hormônio do estresse chamado cortisol e com o aumento da circulação de endorfinas que por sua vez ajuda a lidar com situações de tristeza e de ansiedade. Os indivíduos que usam inversões como parte de uma prática diária de yoga relataram uma sensação de confiança e coragem ao longo do dia.

Flexibilidade mental e resiliência

A experiência de sentir o corpo no espaço de uma maneira diferente desloca o ponto de vista e estimula uma ressignificação de certos padrões de comportamento e de percepção tornando o indivíduo mais flexível e adaptável à mudanças e à situações adversas.

Retarda os processos de envelhecimento

Devido a todos esses efeitos, costuma se dizer que, quando estamos numa postura invertida, os ponteiros do relógio param ou até mesmo rodam em sentido contrário.

Contra-indicações gerais

Algumas posturas de inversão não são para todos, se você apresenta alguma das condições abaixo, é importante que receba uma orientação específica: em relação ao tipo de postura que pode realizar e ao período de permanência recomendado.

  • Hipertensão
  • Cardiopatias
  • Hérnia de hiato
  • Glaucoma
  • Deslocamento de retina
  • Mulheres em período menstrual ou em período de gestação

Mesmo àqueles que não apresentam as condições acima devem ter consciência da importância de receber uma instrução adequada quanto a realização e tempo de permanência em tais posturas. Use o bom-senso.

Harih Om
Gilberto Schulz

Anúncios

O tal do adominal

Posted in Estética e Beleza, Saúde with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on novembro 22, 2009 by Psiquê

Pania Rose

Via Things that Excite me

Como já partilhei aqui com vocês, estou num esquema novo de atividade física desde setembro. Em 04 de dezembro, completo os três fatídicos meses iniciais cruciais para a permanência no ritmo intenso de malhação. Brinco com meus amigos que estou num esquema de vencer a cada dia. Cada dia é uma vitória para mim. Afinal, acordar às 05:30h quatro vezes por semana malhar e seguir para minha jornada de trabalho, não é fácil. Mas, tenho que confessar que a sensação de dever cumprido depois é muito gratificante!!!

Tem duas coisas que me angustiam demais, mas com as quais preciso lidar com paciência, pois só o tempo pode me ajudar a alcançar: o peso ideal, quero eprder, perder, perder! E o abdome dos meus sonhos!!!! Todos os quatro dias de academia incluem um treino de abdominal: supra, infra, oblíquos (lateral), etc, etc! Tudo para acabar com aquela gordurinha da barriga triste, mas comum em quem trabalha sentada o dia inteiro.

Tema até de livro, A Dieta do Abdome, essa é uma área que incomoda 10 a cada 10 mulheres e homens. O autor do livro, David Zinczenko destaca que não há soluções milagrosas. No livro,  ele  propõe um plano inteligente e eficiente de dieta e fitness. O autor recorre às pesquisas científicas de ponta para selecionar 11 alimentos superpoderosos, defensores da barriga sequinha e da saúde — como feijão, aveia, iogurte, pão integral, ovo e azeite. São produtos fáceis de encontrar, gostosos e que não pesam no seu bolso. Ao mesmo tempo, concentram as melhores fontes de proteína, fibra, gorduras saudáveis e nutrientes que ajudam a combater a gordura. Isso mesmo! “Os alimentos do cardápio foram selecionados para estimular a queima de calorias a partir da digestão”, diz David. O segredo é como você vai utilizar esses alimentos. A revista Boa Forma já falou sobre o tema.

Esse mês a  revista Corpo a corpo trouxe uma matéria legal sobre alguns exercícios para a região, mas para acabar com a barriguinha os exercícios aeróbicos e uma dieta hipocalórica também são fundamentais.

Portanto, mais uma vez, o segredo está em aplicar uma força tarefa incluindo: exercícios físicos aeróbicos e localizados, muita hidratação com água e sucos diuréticos, massagens modeladoras e tratamentos estéticos, bem como creminhos redutores.

Veja quem mais já falou sobre o tem:

Barriga chapada com 5 exercícios – Boa Forma

S.O.S. Barriga Chapada – Nova

Barriga chapada é vapt vupt – Corpo a Corpo

Barriga chapa em duas semanas – Dieta e Cia

Barriga Chapada – Fique Linda!

Barriga Chapada – Bem Leve

Para quem pode fazer uma lipo: Efeito barriga chapada à la Xuxa

Barriga chapada e 6 kg a menos em seis semanas – Dieta Já

Abaixo alguns alimentos que ajuda nessa empreitada, retirados da matéria da Dieta Já.