Arquivo para amadurecimento

Cultura machista

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , , on outubro 31, 2015 by Psiquê

3117147

Apesar das características essencialmente machistas que a sociedade brasileira carrega em muitas das situações diárias que vivenciamos, nos últimos dias percebemos um certo arrefecimento das discussões acerca de coisas consideradas “normais” e “aceitáveis” até bem pouco tempo: como o assédio constante das mulheres em diversas situações cotidianas, o tratamento da mulher com uma aura de inferioridade, violência, etc.

A presença de trecho da obra “Segundo Sexo”, de Simone de Beauvoir e da persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira como tema de redação do último Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), em 2015, no Brasil, ajudou a acalorar a discussão sobre e a repercussão do assunto.

Um recente episódio de assédio com inspiração pedófila a uma menina de 12 anos que participou de um programa de TV no Brasil, incitou uma campanha interessante através da propagação da #primeiroassedio, levando uma série de mulheres a falar sobre o tema.

A triste verdade é que somos assediadas cotidianamente, ao andar na rua, no ambiente de trabalho, pela roupa que usamos ou deixamos de usar. Situações que infelizmente desde pequenas nos “acostumamos” a passar ou a fugir de, que sinceramente nunca tinha parado para pensar tão profundamente no quão absurdas e inadmissíveis são.

Tememos andar na rua, ir a determinados lugares, estar em alguns ambientes sem ter que passar pelo constrangimento de ouvir palavras de baixo calão ou invasivas sobre partes do nosso corpo, sobre nossa sexualidade, sobre sermos mulher. Parar para observar a sociedade brasileira por este prisma, nunca me fez me sentir tão triste. Claro que isso não é “privilégio nosso”, mas reflete o quanto ainda temos que crescer no respeito às mulheres, ao direito de ir e vir, de andarem com a roupa e do jeito que quiserem em segurança.

Espero que essas reflexões nos levem ao amadurecimento de nossa sociedade e pelo respeito mútuo. A luta apenas começou…

Combata a misoginia, o assédio, a violência e o desrespeito.

Namastê.

Um beijo enorme, Psiquê.

Sensibilidade e recolhimento

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , on maio 31, 2015 by Psiquê

0cec085d94cc314c342b932af6946edc

Muitas vezes, por nosso excesso de empatia, acabamos exagerando no zelo pelo outro…e com isso, ao tentar ajudar, o repelimos.

Tenho pensado bastante sobre isso e precisado ficar um pouco quieta…

…quando nos habituamos a pensar no outro primeiro, acabamos deixando de lado nossos próprios “quereres”, nossas vontades, necessidades, gostos…

Sempre que agimos desta maneira, acabamos por transmitir um sentimento oposto àquele que gostaríamos de evocar e o outro pode interpretar nossa atitude como insegura, sufocante, exagerada…

É muito tênue a linha entre estar atenta e disponível ao outro e acabar por invadir a individualidade dele, portanto, o silêncio, a observação, o recolhimento podem ajudar a ler a situação com mais cuidado e atenção. E com isso, podemos tentar evitar a atitude invasiva ou exagerada.

Não é fácil! Trata-se de um exercício difícil e, por vezes, custoso, mas muito saudável para todas as relações.

Isso tudo é parte do nosso processo de amadurecimento…

Tenham uma excelente semana!

Namastê.

Novos tempos, novos ventos, novos afazeres…

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on abril 14, 2014 by Psiquê

2814132

Novos tempos, novos ventos, novos afazeres…

Sabe quando você acolhe uma mudança em sua vida e, por mais que os benefícios ainda sejam iminente, a sensação é de estar no caminho certo?

A certeza de que aquela mudança, correção de rumo, ou até aquele sacrifício faz parte de sua trajetória em busca de algo maior é compensador…

Hoje vi uma frase bem legal atribuída à personagem Carrie Bradshaw, “maybe you have to let go of who you where to become who you will be“. Uma tradução  livre diria que: “talvez você tenha de abrir mão de quem você era para se tornar quem você ser“…

É exatamente essa a minha sensação, quando me perguntam se as mudanças que aceitei para a minha vida neste mês valeram a pena, se sinto falta do que passou eu digo e reafirmo: tudo o que vivi foi fundamental para o que me tornei hoje, mas foi bom enquanto durou…

Sabedoria é reconhecer que cada uma das experiências pelas quais passamos é parte integrante do que nos tornamos ao vivenciá-las. Não devemos nos arrepender, nem lamentar, nem viver uma nostalgia constante, pensando que somente o passado era bom, confortável, etc.

Tudo o que vivemos faz parte da nossa formação, do nosso amadurecimento.

Estou muito animada com os dias que estão por vir, pelo que estou vivendo agora, mas sinto-me gratificada por tudo o que passei até aqui, mesmo os vários momentos em que sofri, chorei, me entristeci…

Obrigada por tudo!

Que venha 2013!!!

Posted in Comportamento, Geral with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on dezembro 28, 2012 by Psiquê

2959328
Essa semana que fiz uma brincadeira no trabalho. Tirei o calendário de 2012 da minha mesa, coloquei o de 2013 e atirei o deste ano na lixeira, dizendo assim: cansei! Chega deste ano, que venha 2013!
Claro que isso foi uma brincadeira, mas já estou me abrindo para o novo ano. Ainda faltam 3 dias inteiros de 2012 para vivermos e nestes dias é importante AGRADECER por tudo que passamos no ano que finda.
Todas as experiências, boas ou más fazem parte do nosso processo de amadurecimento e nos tornam pessoas mais fortes.

Por isso devemos sempre agradecer.

Agradecer por…
… cada dia;
… por cada um que conhecemos;
… cada pessoa que chegou e partiu, aquelas que ainda permanecem;
… cada minuto vivido;
… cada sorriso estampado;
… cada lágrima escorrida;
… por todas, todas as experiências…
Afinal, mudamos o tempo todo a partir daquilo que experimentamos na vida e esta oportunidade é única e fantástica!

Antes de começar a traçar suas metas para 2013, o que também é muito importante, pare um minutinho durante estes três dias para agradecer!!!
Que todos nós tenhamos um excelente 2013!

Essa é a vida!

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , on março 18, 2012 by Psiquê

Depois de um período ausente por falta de tempo e por motivo de viagem, volto a escrever para os meus amados leitores do Espartilho!

Esta semana andei refletindo sobre vida, carreira, expectativas, escolhas, decisões. Algumas vezes me pego refletindo sobre minhas expectativas em relação à vida e ao futuro. Nesses momentos , apesar de sempre manter uma tendência positiva em relação ao futuro, me pergunto se as minhas escolhas até aqui são realmente as certas…

…se todas as experiências vividas, são realmente necessárias e se minha atitude diante dessas inúmeras experiências são as que deveriam ser…

…muitas destas perguntas, nunca terão respostas…outras terão respostas nem sempre esperadas…

O mais importante disso tudo e ter certeza de que todas as experiências pelas quais passamos, seja por nossa própria vontade ou não, são oportunidades de aprendizado. O que tento fazer é me permitir experimentar as oportunidades, desde que elas não me firam…

De alguma maneira gostar das escolhas que faz e se sentir bem com elas, é uma forma muito interessante de se permitir evoluir. Entender que nem sempre essas escolhas nos permitiram estar satisfeitas o tempo todo, pode ser a saída para o amadurecimento.

Abra-se as oportunidades e às escolhas que te façam feliz, mesmo que nem sempre possa controlar seu resultado.