Arquivo para anseios

Ficar sozinho

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on julho 30, 2016 by Psiquê

e1badb3ed82b6c3ad153d70da575a16d

As pessoas em geral, têm dificuldade de ficar sozinhas, em sua própria companhia. Evidentemente que, muitas vezes, o ambiente nos dificulta a parar e prestar atenção em si próprio, mas considero que essa oportunidade é, na verdade, uma questão de escolha…

Em muitas situações somos obrigados, ou buscamos inconscientemente, ocupar nossa mente com tudo, menos com a atenção ao que queremos, pensamos, desejamos, gostamos. Nos últimos tempos tenho aproveitado muito os momentos de deslocamento, no transporte, na rua, entre uma atividade e outra para estar comigo, ou ao menos tentar prestar mais atenção em mim. Isso é muito importante, pois vivemos em uma realidade que supervaloriza as situações em que se tem mais interação, conectividade, barulho e desconexão com si próprio. Resgatar um pouco do valor de se estar sozinho, chega a ser um desafio.

É tão importante prestarmos atenção em nós mesmos. É tão sábio buscar se entender para poder interagir e compartilhar com o outro de forma mais consciente e intensa…

Se todos tivessem consciência da importância de olhar para si mesmo, ouvir seus desejos, medos, anseios, dúvidas e vontades, tudo seria mais fácil.

Que tal experimentar e aproveitar os momentos de transição, deslocamento, passagem para ficar um pouco com você mesmo? É tão importante e nutritivo. Diria que até bastante importante para melhorar a interação com o outro.

Uma ótima semana a todos.

Literatura feminina

Posted in Comportamento, Cultura e Arte, Geral, Literatura with tags , , , , , , , , , , , , , , on novembro 10, 2014 by Psiquê

tumblr_lq6u68atls1qgp3k4o1_500

Ainda não tive a oportunidade de ler, mas me interessei pela história das obras de Simone Campos, uma carioca que aos 31 anos, é mestre em literatura e tem três romances entre os cinco livros publicados. O primeiro foi aos 17 anos, idade em que, após uma década, deixou de frequentar a Igreja Evangélica. Moradora de Botafogo, divide seu tempo entre a escrita, traduções, games e academia (diz ser “uma combinação estranha de nerd atlética”). Na sexta-feira, comemorava em Porto Alegre a aprovação para o doutorado em literatura comparada na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ). A escritora vai estudar a relação entre seus principais interesses, games e literatura. Isso ao mesmo tempo em que escreve o sexto romance. A parte difícil é viabilizar financeiramente todos os projetos. Sua dúvida era se a aprovação em terceiro lugar para o doutorado garantiria uma bolsa de estudos. “Doutorado com escrever ficção é ok. Se ainda tiver que traduzir para sobreviver, complica.”

Simone Campos é uma escritora de personagens femininas incomuns. Seu quinto livro, A vez de morrer, lançado este ano pela Companhia das Letras, apresenta uma coleção delas. A principal é Izabel, uma jovem carioca bissexual, usuária de recursos modernos como aplicativos de encontros, em processo de mudança para um sítio na região serrana do Rio.

A autora conversou sobre sua mais recente protagonista e outras personagens femininas durante os Encontros Literários promovidos pelo El País na 60ª Feira do Livro de Porto Alegre, que aconteceu nesta semana. Sua percepção é de que ainda faltam, nos livros, mulheres reais e fortes com as quais as leitoras contemporâneas se identifiquem. “Algumas mulheres parecem estar nos livros apenas para ocupar lugar, para fazer tudo por um filho, um marido ou um pretendente”, explicou a integrante da nova geração de escritores brasileiros. “Acredito que existem as mais variadas motivações possíveis para uma personagem feminina, e pretendo explorá-las ao máximo. Há uma carência disso na literatura atual”.

Seus personagens são figuras envolvidas nos dilemas e anseios de seu tempo, dispostas a se relacionar, mas que podem preferir o sexo casual a um relacionamento estável, e não sentem obrigação de ter filhos. Em A vez de morrer , a protagonista é a evangélica Sirlene. Cantora e baixista de uma banda de metal gospel na interiorana Araras, ela acalenta um sonho, mas tem até plano B para o caso de não ver seu desejo principal concretizado. Marta, a mãe de Izabel, é um contraponto à personalidade excêntrica da filha, que se depara com as agruras de ser mulher no ano de 2015, que é quando transcorre a história. “Ser normal, às vezes, pode dar mais pano pra manga, em termos de personagem, do que se você colocar todo mundo muito estrambótico”, pondera a escritora.

As mulheres descritas no livro por Simone se deparam com problemas contemporâneos como estupro e ‘revenge porn’(divulgação virtual de vídeos com cenas de sexo, geralmente feita por homens para se vingar da ex-namorada). Ela reconhece que “andar por aí neste corpo” facilita a tarefa de retratar as experiências femininas no mundo de hoje, mas rechaça a ideia de fazê-lo a partir de um olhar feminista. Tampouco acredita que suas obras devam, obrigatoriamente, abrir espaço para problematizar o machismo. “Pessoalmente, sou feminista, mas não fico dando liçãozinha de moral”, diferencia. “A boa literatura não pode ser moralista. Gosto da liberdade da literatura, de poder falar sobre o que você quiser sem necessariamente ideologizar.”

Fonte: El País –  Mulheres fora da fôrma da normalidade

Previsões para 2011

Posted in Comportamento, Curiosidades, esoterismo with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , on fevereiro 9, 2011 by Psiquê

Via ObservatoriumNossa, de fato 2011 começou com novidades!!! Depois de iniciar a fase de planejamentos em dezembro, 2011 começa com desafios e com a adoção de novas medidas para concretizar alguns dos planos. É evidente que isso não vem sem questionamentos, medos, anseios.

Os sonhos são muito altos e cada conquista diária deve ser comemorada.

Janeiro foi satisfatório!

Fevereiro, apesar de um mês curto será o primeiro passo para um ano perfeito!

Março será melhor ainda!

Afinal, devemos ser inflexíveis na busca de nossos objetivos e flexíveis na forma de alcançá-lo.

Para completar meu quadro esperançoso para este ano, encontrei previsões para 2011, que confesso, não tinha visto para o presente ano, e gostei! Veja as previsões, do portal Terra, para os virginianos:

Trabalho e finanças

O setor financeiro continua sendo o ponto principal de preocupações para os virginianos, que devem continuar trabalhando duro para estruturar definitivamente suas finanças. O dinheiro virá somente através do esforço e dedicação ao trabalho. Este ano, como no passado, a disciplina, a organização e o excesso de responsabilidade continuam sendo exigidos de você. A partir de fevereiro você pode começar a pensar em investir em novas parcerias comerciais. Essa tendência ficará ainda mais forte em março e abril. Elas serão bem vindas e certamente trarão a melhoria de sua condição material. Associações com pessoas ou grandes empresas estão previstas até o final do primeiro semestre. O mesmo mês de fevereiro será especialmente positivo ao seu trabalho, com a possibilidade de novas propostas, promoções e acordos. O segundo semestre começa uma fase voltada para os estudos e as viagens, certamente serão importantes para aumentar suas possibilidades de crescimento profissional. Junho será o mês mais positivo do ano para você, com promessa de sucesso em seus empreendimentos e maior visibilidade.

Amor

O ano começa já com algumas novidades no amor. As transformações profundas em sua vida emocional continuam e você não deve deixar de lado essa área de sua vida. Você deve se aprofundar em suas emoções para reconhecê-las e mudar o que for necessário. Especialmente sua maneira de dar e receber amor, assim como sua dificuldade em enfrentar os medos de rejeição e solidão. A partir de abril a tendência de você se apaixonar aumenta consideravelmente. Mas você deve tomar muito cuidado, pois pode haver ilusão e enganos nessa fase. Cuidado com pessoas misteriosas demais ou que não se mostram muito claras. A partir de junho você entrará em uma fase mais leve e solta com relação à sexualidade e intimidade. Nessa fase você estará mais tranquilo com relação às suas emoções, deixando definitivamente o passado para trás.

Saúde

Uma ótima fase para cuidar melhor de você será em fevereiro. Aproveite as boas energias para fazer exames de rotina e pensar em um novo programa de saúde. Mudar hábitos nocivos de alimentação será uma de suas preocupações até meados do ano. Exercícios físicos também devem ser praticados, mesmo que você não queira de fato. A saúde em geral melhora sensivelmente já a partir de abril.

Hoje eu me autorizo a…

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on maio 11, 2010 by Psiquê

Terminei de ler o livro Cinderela de Saia Justa, de Chris Linnares, publicado pela editora Gente e recomendo a leitura. É supergostosa, rápida e hiperanimadora! Quem quiser fique à vontade, está disponível em diversas livrarias e também pode ser comprado em sebos, através do site Estante Virtual, onde comprei.

E o livro apresenta algumas dicas que valem a pena serem colocadas em prática. Uma delas e repetir para si mesma em voz alta ou não as seguintes afirmações:

A PARTIR DE HOJE EU ME AUTORIZO…

  • … a me sentir valorizada , mesmo quando os outros não reconhecem meu valor;
  •  … a dar uma oportunidade para o amor, mesmo quando meu coração insistir em manter as portas fechadas;
  • … a sentir prazer, mesmo quando a culpa e o medo tentarem roubá-lo de mim;
  • … a confiar nas minhas capacidades, mesmo tendo me acostumado a menosprezá-las;
  • … a superar minhas limitações, mesmo tendo desistido de enfrentá-las;
  • … à felicidade;
  • … às grandes oportunidades;
  • … a acreditar no melhor da vida, mesmo estando acostumada a acreditar que isso não passa de utopia.

A PARTIR DE HOJE EU ME AUTORIZO…

  • … a dar o meu melhor sorriso, mesmo que talvez eu não receba outro de volta;
  • … a vestir a roupa mais bonita, mesmo quando eu me sentir feia e caída;
  • … a expressar palavras de alegria, mesmo quando eu me sentir triste e desiludida;
  • … a ser generosa, mesmo não recebendo nada em troca;
  • … a oferecer o melhor de mim todos os dias, com a certeza de receber o melhor da vida;
  • … pois não há dádiva maior que conhecer o melhor que está em mim.

A PARTIR DE HOJE EU ME AUTORIZO…

  • … a aceitar os anseios da minha alma;
  • … a sentir os desejos que pulsam em meu coração;
  • … a conhecer minhas emoções mais profundas;
  • … a despertar meus talentos e potencialidades;
  • … a trabalhar para realizar meus verdadeiros sonhos;
  • … a me libertar para encontrar meu caminho;
  • … a valorizar o que tenho e o que sou;
  • … a ter coragem de reconhecer o que é importante para a minha vida;
  • … a ser vitoriosa na minha vida pessoal e profissional;
  • … a não me comparar nem a me desvalorizar.

Porque onde estou e como estou é a porta de entrada para a realização da minha história. Uma história única e fascinante, na qual a autenticidade é minha maior diretriz.

A PARTIR DE HOJE EU ME AUTORIZO…

  • … a viver o meu presente;
  • … a viver o meu melhor;
  •  … porque estou no lugar certo, com as pessoas certas e na hora certa;
  • … por isso, escolho;
  • … a coragem, em vez do medo;
  • … a fé, em vez da dúvida;
  • … o amor, em vez da mágoa;
  • … a luz, em vez da escuridão;
  • … escolho fazer da confiança a minha bússola,
  • … bússola que me guia para atravessar mares e abrir grandiosos caminhos;
  •  … a partir de hoje confio que o melhor infalivelmente me acontece;
  • … e muitas vezes o melhor não é o que espero;
  • … mas aquilo de que preciso para trilhar meu verdadeiro caminho.