Arquivo para cabelos

Rituais de beleza…

Posted in Estética e Beleza, Saúde with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on janeiro 22, 2014 by Psiquê


a86196ff9e24f4b117313a13c604742b

Por mais despojadas que sejamos, nós mulheres, repetimos diariamente um verdadeiro ritual de beleza

Me considero uma pessoa rápida para me arrumar, mas mesmo assim, preciso cumprir uma série de etapas que hoje, parei para pensar, são verdadeiros rituais de beleza.

A começar pela atividade física. Se for dia de treino, a roupa já estará separada de véspera e a squeeze já estará com água na geladeira. 30 minutos antes de sair, levantarei, colocarei a roupa de ginástica, prepararei meu iogurte com farelo matinal, escovarei os dentes e passarei protetor solar! Colocados meia, tênis e luvas, partirei para meu treino matutino.

Na volta, intercalando entre algumas atividades domésticas, ouvirei parte do noticiário, enquanto me preparo para o banho. Ah o banho! O melhor de todos os momentos, o verdadeiro ritual. Nesta etapa não poderá faltar: shampoo, condicionador, sabonete líquido ou em barra, esponja, barbeador, sabonete para o rosto, sabonete íntimo e dependendo do dia, uma máscara hidratante…

Depois de retirar o excesso de água, os cabelos recebem uma gotinha de óleo nas pontas, o corpo recebe uma suave camada de hidratante, a roupa de trabalho é minunciosamente escolhida conforme o humor do dia. Escolhida a roupa, é preciso pensar na bolsa e nos sapatos, depois nos acessórios e por fim, hora de pôr o desodorante e o perfume.

Antes de sair, há dois outros momentos importantes: precisarei repassar o protetor solar no rosto, após a breve absorção, é a hora da maquiagem, que dependendo do dia pode ser feita em casa ou no trabalho. Ao longo do dia, é importante ressaltar a necessidade de cuidar do que vou ingerir, para ter uma boa digestão, beber pelo menos 2 litros de líquidos diversos, especialmente água e mate.

Depois de seguido esse mágico e trabalhoso ritual, sinto-me como uma verdadeira mulher, que cumpriu as etapas necessárias a começar um novo dia linda e sentindo-se muito bem.

e517d84f58b0bcbf2cd5fe3768972f0d

Na volta para casa o ritual do banho se repete, com algumas coisas a menos e outras a mais. Terminado o banho é hora de pôr uma roupa leve e confortável, desacelerar, passar hidratante no corpo, com especial atenção aos pés, que merecem uma super massagem! Depois do banho, tendo lavado o rosto com sabonete líquido para este fim, é fundamental usar um lencinho umedecido com demaquilante para tirar os últimos resquícios de maquiagem dos olhos…

Ah o ritual! Meus rituais são simples e incluem algumas outras coisas que escolhi para o meu bem estar como um todo, como drenagem, yoga, terapia, etc. Mas no que diz respeito aos cuidados diários com a beleza, resume-se basicamente a isso e me faz mais completa. Não seria eu mesma sem segui-los. São procedimentos simples, mas que toda mulher precisa…

Quais são os seus rituais? Compartilhe conosco!

 

Erótica, é… ótica!

Posted in Erotismo, Poesia Erótica with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on novembro 3, 2013 by Psiquê

Imagem

Erótica, é… ótica!

Duas da madrugada,
as palavras ficaram ressoando,
erótica, erótica…
Deve haver um erro,
sem ar,
quente, abafado,
derreteu-se algo em mim,
e ficou: é… ótica!

É isso.
Visão.
Noite quente,
calor, fornalha,
corpo quente,
fogo…

Acendo a luz,
fecho a porta,
lembro do fado:
“de quem eu gosto,
nem às paredes confesso”;
o anúncio da TV, chama a atenção:
– me liga, vai… Liga!
Erótica…
Sim, visão…

Começo a me despir
lentamente,
solto os cabelos,
eles se espalham
e cobrem as protuberâncias
de minhas curvas…

Acaricio lentamente meu corpo,
descendo suavemente as mãos,
a carne é firme,
sinto as pernas trêmulas,
olho no espelho,
gosto do que vejo,
sou uma mulher bonita,
sensual,
firme, gostosa, macia,
lembro outra vez:
“liga, vai… Liga”

O telefone está perto,
companheiro único,
preto,
frio,
mudo,
estático…

Ainda espero.
Continuo descendo as mãos
com suavidade,
sinto falta de carinhos,
olho a imagem,
é… ótica…

As pessoas não se olham,
não conhecem seu corpo,
não olham a si mesmas,
não se amam,
não se desejam,
não se tocam…

“Eu me amo… Eu me amo
“Tinha uma música assim,
seriam loucos?
Coisa de jovens?
Rock?
Não.
Amar a si mesmo
é o ponto de partida,
se não nos amarmos,
não amaremos a mais ninguém!

Eu amo a muitos…
Em cada um, eu amo alguma coisa;
a voz,
o gosto,
o cheiro,
o pensamento,
o olhar,
as idéias,
o desafio,
o perigo,
o desejo,
o sexo…

Mas estou só,
absolutamente só,
eu, comigo!

Erótica?
Talvez nos pensamentos,
nas rimas,
na inspiração,
só na ponta dos dedos,
digitando freneticamente,
nada mais…
Na verdade, só é.. ótica!

Visão de uma realidade virtual
visão de um sonho
que embalo no seio
como um filho que suga
meu leite,
aquela deliciosa sensação
de ser sugada,
amada,
comida, esmagada!

Lembranças…
Gostos, cheiros, fatos,
o passado…

Hoje já é o passado de amanhã,
então, só tem eu aqui;
preciso me amar!
Se não me amar,
se não houver um tico de narcisismo,
chegará a depressão,
mulher mal amada,
mulher vencida!

Penso…
Que desperdício!
O tempo vai correndo,
eu grito,
meu grito não tem eco,
os ventos espalham as pétalas da Rosa,
e o tempo continua veloz,
implacável!

Preciso,
sinto que preciso,
dividir, somar,
esse corpo com alguém,
preciso sentir outras mãos
que não as minhas,
tocando minha pele macia,
buscando meus caminhos,
palavras quase inaudíveis
arrancando meus gemidos,
sugando meu sangue…

Jogo os cabelos para trás,
acabei de escová-los,
coloquei a roupa de dormir,
deixo minha imagem
reflexa no espelho,
sou capaz de ver o brilho
das estrelas cintilando nos meus olhos,
na minha pele,
desnudo meu pescoço
mas nenhum vampiro
entra pelas vidraças…

Silêncio total,
só a brisa da noite
e os raios da lua
banham meu corpo quase nu,
chega um misto de prazer e sono…

Começo a dormir e
viajo dentro de mim mesma…

O que encontro?
Minha sombra vagando
pelos espaços vazios dos caminhos,
solidão…

É… ótica.
Nada mais.
Não existe nada,
além da imaginação!

O devaneio adormece
em meus braços,
viajo nos sonhos
e encontro meu príncipe,
ele vem da floresta encantada,
cavalga em minha direção,
me joga meio sem jeito
no dorso do seu garanhão,
o galope é forte,
e, no embalo da ilusão,
adormeço, só,
completamente só!

Quando os raios de sol
entram e me aquecem pela manhã
a cada aurora,
volto à rotina…
Ali adormeceu a poesia
e, agora, acordou a realidade…

Um dia como outro qualquer,
a rotina,
a vida,
a esperança,
a solidão,
a mesma ótica… Erótica!

Autoria: Janete, Rosa dos Ventos

O silêncio

Posted in Poesia Erótica with tags , , , , , , , , , , , , , , , on dezembro 28, 2011 by Psiquê

O silêncio

Dos corpos esgotados que silêncio
tão apaziguador se levantava!

(Tinha uma rosa triste nos cabelos,
uma sombra na túnica de luz…)

Para o fundo das almas caminhava,
devagar, o sonâmbulo silêncio.

(Que apertados anéis nos braços nus!)

Mas o silêncio vinha desprendê-los.

Autoria: David Mourão Ferreira

A mulher que passa

Posted in Poesia Erótica with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on dezembro 19, 2011 by Psiquê

A mulher que passa

Meu Deus, eu quero a mulher que passa.
Seu dorso frio é um campo de lírios
Tem sete cores nos seus cabelos
Sete esperanças na boca fresca!

Oh! Como és linda, mulher que passas
Que me sacias e suplicias
Dentro das noites, dentro dos dias!

Teus sentimentos são poesia
Teus sofrimentos, melancolia.
Teus pêlos são relva boa
Fresca e macia.
Teus belos braços são cisnes mansos
Longe das vozes da ventania.

Meu Deus, eu quero a mulher que passa!

Como te adoro, mulher que passas
Que vens e passas, que me sacias
Dentro das noites, dentro dos dias!
Por que me faltas, se te procuro?
Por que me odeias quando te juro
Que te perdia se me encontravas
E me encontravas se te perdias?

Por que não voltas, mulher que passas?
Por que não enches a minha vida?
Por que não voltas, mulher querida
Sempre perdida, nunca encontrada?
Por que não voltas à minha vida
Para o que sofro não ser desgraça?

Meu Deus, eu quero a mulher que passa!
Eu quero-a agora, sem mais demora
A minha amada mulher que passa!

No santo nome do teu martírio
Do teu martírio que nunca cessa
Meu Deus, eu quero, quero depressa
A minha amada mulher que passa!

Que fica e passa, que pacifica
Que é tanto pura como devassa
Que bóia leve como cortiça
E tem raízes como a fumaça.

Autor: Vinícius de Moraes

Deficiência alimentar – sintomas

Posted in Estética e Beleza, Saúde with tags , , , , , , , , , , , , , , , on junho 29, 2010 by Psiquê

O portal Vida, Saúde & Beleza, publicou uma matéria bem interessante sobre o impacto que a deficiência de alguns alimentos pode causar em nosso organismo.

Sofremos ao longo de toda vida os sintomas provocados pela falta de alguns alimentos e a partir de uma certa idade, temos quase todos esses sintomas provocados pela falta dos alimentos abaixo mencionados.

1. Dificuldade de perder peso
Faltando: ácidos graxos essenciais e vitamina A
Onde obter: semente de linhaça, cenoura e salmão – além de suplementos específicos.

2. Retenção de líquidos
Faltando: na verdade um desequilíbrio entre o potássio, fósforo e sódio.
Onde obter: água de côco, azeitona, pêssego, ameixa, figo, amêndoa, nozes, acelga, coentro e os suplementos.

3. Compulsão à doces
Faltando: cromo
Onde obter: cereais integrais, nozes, centeio, banana, espinafre, cenoura e os suplementos.

4. Câimbra e dor de cabeça
Faltando: potássio e magnésio
Onde obter: banana, cevada, milho, manga, pêssego, acerola, laranja e água.

5. Desconforto Intestinal, gases e inchaço abdominal
Faltando: lactobacilos vivos
Onde obter: coalhada, iogurte, missô, yakult e similares.

6. Memória ruim
Faltando: acetil colina e inositol
Onde obter: lecitina de soja, gema de ovo e os suplementos.

7. Hipotireoidismo (Provoca ganho de peso sem causa aparente)
Faltando: iodo
Onde obter: algas marinhas, cenoura, óleo, pêra, abacaxi, peixes de água salgada e sal marinho.

8. Cabelos quebradiços e unhas fracas
Faltando: colágeno
Onde obter: peixes, ovos, carnes magras, gelatina e os suplementos.

9. Fraqueza, indisposição e mal estar
Faltando: vitaminas A, C, e E e ferro
Onde obter: verduras, frutas, carnes magras e os suplementos.

10. Colesterol e triglicerídeos altos
Faltando: Ômega 3 e 6
Onde obter: sardinha, salmão, abacate, azeite de oliva.

Como obter tudo isso em um só lugar?

Incluindo uma boa fonte de fibras alimentares, proteínas e carboidratos de boa qualidade e de baixos teores calóricos, além de minerais essenciais para o correto funcionamento de nosso organismo ( cálcio, ferro, vitaminas: A, D, B1, B2, B6, B12, C, E, ácido fólico, fósforo, magnésio, zinco, selênio, manganês e potássio, entre outros).

Com a ingestão destes nutrientes equilibrados, seu organismo estará bem alimentado e com todos os nutrientes necessários para uma boa saúde e uma boa forma física.

Atrás da porta

Posted in Poesia Erótica with tags , , , , , , , on junho 28, 2008 by Psiquê


Photo by Basil G

Atrás da porta

Quando olhaste bem nos olhos meus
E o teu olhar era de adeus
Juro que não acreditei
Eu te estranhei
Me debrucei sobre o teu corpo e duvidei
E me arrastei e te arranhei
E me agarrei nos teus cabelos
Nos teus pêlos
Teu pijama
Nos teus pés
Ao pé da cama
Sem carinho, sem coberta
No tapete atrás da porta
Reclamei baixinho

Dei pra maldizer o nosso lar
Pra sujar teu nome, te humilhar
E me entregar a qualquer preço
Te adorando pelo avesso
Pra mostra que inda sou tua
Só pra provar que inda sou tua…

(Chico Buarque)

Ai esses meus cabelos…

Posted in Estética e Beleza with tags , , , , , on janeiro 22, 2008 by Psiquê

cabelos1.jpg

Não adianta, os cabelos são a moldura do rosto, principalmente das mulheres. E todas nós desejamos ter um cabelo bem cuidado, brilhoso, sedoso e saudável, mas será que adotamos as práticas necessárias?

Existem várias teses acerca dos cuidados a serem adotados com os cabelos, alguns mitos, outros verdades. Não direi aqui o que é certo ou errado, apenas elencarei algumas medidas interessantes. Antes de mais nada quero convidá-las (los) a fazer o teste da Abril.com: Você sabe cuidar dos seus cabelos?

Dicas para o cuidado diário:

  •  Como não poderia deixar de ser, dica número 1: beba muita água e alimente-se bem. A alimentação é um fator muito importante para manter a beleza dos fios. Procure comer alimentos ricos em proteína – como carnes, leite e ovos – e em vitaminas do complexo B (cereais integrais, peixes, frutos do mar e vegetais folhosos), os quais ajudam a nutrir o couro cabeludo;
  • Use sempre xampu e condicionador próprios para seu tipo de cabelo;
  • Não coloque o xampu diretamente sobre a cabeça. Espalhe-o nas mãos e só depois esfregue-o nos fios e no couro cabeludo, com a ponta dos dedos;
  • Enxágüe bem os cabelos para retirar o excesso de xampus e condicionadores e use um xampu anti-resíduos uma vez por semana. O produto elimina impurezas e os resíduos de produtos cosméticos que se depositam nos fios, roubando o brilho. Sempre disse isso a minhas amigas: o segredo do brilho é enxaguar muito depois de hidratar, deixar o cabelo pingando condicionador é um crime e deixa o cabelo pesado e opaco;
  • Evite água quente, pois ela abre as cutículas do fio. Prefira sempre de água morna a fria. Se tomou banho morno, dê a última enxaguada com água fria, para ajudar a fechar as cutículas e devolver o brilho aos fios;
  • Evite usar o secador de cabelos, mas quando for preciso usá-lo retire o excesso de água com uma toalha, sem esfregar, apenas espremendo os fios. Depois trabalhe com o secador a uns 15 a 20 centímetros dos fios, em temperatura mínima ou média. Produtos específicos para proteger o cabelo do calor também ajudam evitar que os fios fiquem quebradiços;
  • Evite ar condicionado, pois deixa o cabelo ressecado e, conseqüentemente, mais frágil, retirando o brilho natural. Para proteger os fios, aplique algumas gotinhas de silicone que ajuda também a selar as pontas duplas.
  • Evite passar as mãos nos cabelos constantemente, principalmente nos oleosos, para não aumentar a oleosidade;
  • Assim como a pele, evite exposição excessiva ao sol os cabelos do sol: use protetores, chapéu e a permanente hidratação dos fios, através de produtos aplicados nele e de uma alimentação saudável.

Confira no Portal Site Médico, detalhes sobre os 7 mandamentos do cabelo perfeito:

1. Corte; 2. Coloração; 3. Tratamento; 4. Escovas; 5. Cuidados Diários; 6. Manutenção e 7. Alimentação.

Derrubando mitos: lavar o cabelo todos os dias não o estraga, apenas o deixa limpo (Claro que cabelos secos requerem mais atenção). Se optar por fazê-lo todos os dias em lugar de lavar dia sim, dia não, escolha o xampu de uso freqüente. Essas e outras verdades e mentiras estão disponíveis aqui.