Arquivo para cidade

Chegou o momento de mudar!

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on março 26, 2014 by Psiquê

Imagem

 

Chegou, finalmente o tão esperado momento de mudar.

Apesar de a mudança ser uma constante em minha vida e de normalmente eu ser favorável às transformações, por acreditar que elas nos impulsionem, nos transformem, nos incentivem…

Eu estou ao mesmo tempo muito feliz, esperançosa e ansiosa, mas também com medo e com algumas incertezas, nada que não seja perfeitamente esperado diante de qualquer mudança.

A Marcela Pimenta Pavan, escreveu um texto bem legal sobre o tema Mudar é preciso, o qual defendo, acredito e compartilho com vocês. Desejo e propago excelentes energias para que vivamos sempre dando o melhor de nós mesmos.

Compartilho o texto abaixo:

“As mudanças fazem parte da vida. Ir para uma nova cidade, decidir por uma carreira internacional, mudar de profissão, de estado civil, de emprego, de casa, de vida.

Existem as mudanças desejadas e também as imprevistas. Independente do jeito que for as novas situações nos levam a buscar diferentes formas de adaptação e nos dá a oportunidade de ampliar nossas experiências e amadurecer.

Às vezes a vontade de mudar existe, é legítima, mas o indivíduo se vê paralisado frente às transformações que deseja realizar.

Isso é muito comum ocorrer ao longo do processo terapêutico. À medida que o sujeito começa a se perceber e se conhecer melhor, ganha autonomia e tem vontade de reformular para melhor algumas áreas da vida.

No entanto, deixar um estado conhecido para atingir um novo traz consigo aspectos desafiadores.

Junto com a vontade da mudança surgem também as sensações de medo e insegurança. Será que vale a pena? Será que eu consigo? Essas indagações são naturais e é importante estar atento, para evitar possíveis boicotes e, assim, conseguir realizar as mudanças desejadas.

Vontade, coragem e estratégia

O anseio de mudar é importante, pois serve como motivador e encorajador para realizar as ações necessárias. Para isso, é fundamental ter um bom planejamento. Refletir, ponderar, criar estratégias e prazos é essencial para alcançar aquilo que se quer.

Alguns aspectos nesse processo merecem uma atenção especial. Abaixo estão alguns deles:

  • Toda mudança leva a algum tipo de perda. É preciso colocar isso em perspectiva. Para morar em uma nova cidade, por exemplo, é preciso perder o conforto do ambiente conhecido. As perdas são naturais e positivas em certa medida, fazem parte do movimento da vida e são necessárias para que novas situações possam de fato acontecer.
  • Por mais que haja planejamento e estratégias de ação, por mais que haja vontade, existe um elemento essencial para fazer a passagem da situação antiga para a nova: Coragem! Essa capacidade de enfrentamento dos desafios é essencial para abrir o caminho e chegar onde é preciso. A coragem junto à fé, de que a mudança é o melhor caminho a seguir, é o que sustenta a travessia. Quando abrimos mão da situação segura e estamos construindo uma nova, as dúvidas tendem a surgir intensamente: Será que fiz certo? Será que vou dar conta? Isso acontece porque a situação nova ainda está se formando, não é possível colher frutos ainda, é preciso investir tempo, energia e esperar com coragem e fé.
  • Mudar deve atender o anseio de levar o sujeito para uma realidade mais condizente com aquilo que traz sentido para a sua vida e consequentemente mais satisfação e alegria, mas isso não quer dizer que não haverão dificuldades. Problemas existirão sempre, o que muda é a condição emocional da pessoa. Quando se faz uma escolha em direção a uma nova situação e a mudança é concretizada, a sensação de realização traz contentamento e a pessoa tende a se tornar mais tolerante perante as adversidades e mais capaz de superar os próprios desafios.

A essência

Uma vez li uma frase que me chamou a atenção e cabe bem nesse momento: “É importante não perder de vista as coisas que te encantam, pois ali há um pouco da tua essência.”

Quanto mais nos distanciamos daquilo que nos encanta em função do que é puramente conveniente, mais a vida perde seu sentido. Ás vezes não percebemos esse distanciamento e quando nos damos conta estamos muito longe daquilo que nos traz alegria. Nesse momento a semente de uma transformação é plantada e é importante olhar para ela com coragem e avaliar se é a hora de iniciar uma transição com todos os desafios e satisfações que essa mudança irá trazer.”

Escrito por Marcela Pimenta Pavan todos os direitos reservados.

Não tem preço…

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on janeiro 18, 2013 by Psiquê

Mark Avgust

Foram apenas 4 dias…
Quatro deliciosos dias de folga, de falta de sinal no celular… poucos, mas agradáveis dias em que pude desfrutar da oportunidade de não ter que ficar presa em frente ao computador, em uma sala fechada, entre 4 paredes, mas solta numa fazenda, com direito a caminhadas matinais, massagem relaxante, sauna e piscina…coisas simples, mas sem preço.

Esse é o resultado de querer se desligar por um momento, pequeno que seja, do dia a dia na cidade, das pressões, dos afazeres, do trabalho, das notícias, do estresse, do trânsito, dos barulhos, do ar condicionado. Em troca, um pouco de chuva, muito mato, lama, bichinhos, insetos, sol, vento, cheiro de terra e boa comida…

Sou urbana, adoro a cidade e as maravilhas que ela oferece, as tecnologias, o conforto, mas isso ganha muito mais sabor, quando associado a uma escapadinha para o meio do mato de vez em quando.

Que venham as próximas férias, sejam elas vividas minimamente como esses 4 dias ou plenas, com direito a um mês inteiro. O importante é viver cada minutinho com entrega e prazer.

Obrigada meu Deus!

Descobrir o novo

Posted in Comportamento, Curiosidades with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on outubro 12, 2011 by Psiquê

Sabe, a vida é muito abençoada e curta para não darmos valor ao que já temos e às oportunidades que nos cercam. Tenho refletido muito sobre o que há de novo para descobrir?  Apesar de o conhecido, o status quo, sempre ser mais seguro e confortável, eu sempre entendi o novo, a mudança como positiva. Seja a mudança de emprego, de cidade, estado civil, casa, área de estudo, etc. Nunca encarei as mudanças como negativas, elas podem não ser, à primeira vista, confortáveis, mas são sempre passíveis de aprendizado, sempre podem ser positivas, ainda que isso doa em um primeiro momento.

Mais uma vez, caminho no sentido da mudança, novas experiências, quero sempre aprender mais e mais. Seja através de um novo curso, novos amigos, uma viagem. Busque você também aprender com as mudanças da vida e aproveite todas elas, pois, muitas vezes,  só temos uma oportunidade de desfrutá-la e fazer dela uma mudança positiva.

Outro ponto importante de reflexão e manter-se sempre fiel aos seus princípios e a quem você é ou vem tentando ser, pois, por mais que muitas vezes as coisas aconteçam no tempo de Deus (do destino, de Alá, ou quem quer que cria ser o Senhor de tudo) e não no nosso, elas acontecem. Muitas vezes me deparo com uma certa ansiedade de colher frutos da minha postura, das minhas atitudes, da minha essência… E todas as vezes em que penso não estar valendo a pena, tenho sinais de que as coisas acontecem, ao seu tempo. Ouse dar o primeiro passo que em seguida as respostas surgem, mesmo que lentamente!

Sucesso!!!

Dicas para passar em concursos

Posted in Comportamento, Profissão with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on março 22, 2009 by Psiquê

12894686Photo Klaus Kraiger

Acreditem, hoje no supermercado resolvi comprar uma dessas revistinhas expostas no caixa, de R$1,99 (Revista Ana Maria, nº 649). Algumas das matérias da capa me atraíram…. Ao folheá-la cheguei à matéria: 29 dicas para passar em concursos e resolvi falar sobre isso aqui.

Obviamente não há fórmulas prontas para isso, mas como disse aqui, há alguns posts: estou refletindo sobre minha vida e  achei que isso poderia entrar no contexto e ajudar algumas pessoas.

1. Descubra sua vocação – antes de se inscrever nas provas, procure saber em que área você se daria melhor. Para escolher, pesquise, converse com quem já trabalha na área, assista palestras, etc.

2. Considere as opções – Se for prestar concurso para uma vaga em outro estado, reflita. Será que você topa mudar de cidade? Pense bem.

3. Concorra a várias vagas ao mesmo tempo – preste todos os concursos que quiser, mesmo se não for o emprego dos seus sonhos. Além de ser um ótimo treino, você pode ser aprovada!Assim, dá para continuar estudando para a carreira desejada – com mais tranqüilidade e dinheiro no bolso.

4. Confie em você – Ninguém confia mais em você do que…você mesma! Acredite: passar no concurso depende mais do seu esforço pessoal do que de sorte. Ser aprovada é fruto de estudo e dedicação.

5. Mantenha o foco – Lembre-se dos motivos que levaram você a escolher uma carreira pública. Se foi por causa da remuneração e da estabilidade, cole um cartaz com o salário e a palavra “estabilidade” próximo ao seu canto de estudos. isso a estimulará a ir em frente!

6. Prepare-se com antecedência – Normalmente o edital é publicado de 45 a 90 dias antes das provas. Então, o ideal é iniciar os estudos logo cedo. Reveja as matérias básicas, comuns à maior parte dos concursos pelos quais se interessa. Evite assuntos muito específicos.

7. Organize seu tempo – Faça um planejamento do quanto estudará por dia ou semana, sem deixar de lado o tempo para o descanso e o lazer. Dê prioridade ao que você acha mais difícil. Acompanhe seu progresso: o que falta estudar?

8. Estude conforme o edital – Mantenha o foco no que será exigido na prova. Dedique-se mais a conteúdos que têm peso maior na nota: uma matéria com peso 2 merece o dobro de atenção de uma com peso 1.

9. Você pode aprender qualquer matéria – às vezes, parece impossível estudar algumas disciplinas. Mas não se desespere, com esforço e paciência dá para ter sucesso! Se puder, peça ajuda a um amigo que seja bom na área.

10. Resolva provas anteriores – Ao fazer isso, você conhece vários estilos de prova e percebe o que os examinadores exigem – entender o significado de uma lei ou decorá-la, por exemplo. E você ganha a velocidade necessária para resolver as questões.

11. Não se assuste com a concorrência – è melhor não ficar pensando em quantos candidatos disputam a mesma vaga que você. Isso dá desânimo. pense que muita gente não se preparou para a prova – pelo menos não como você!