Arquivo para comer

Individualidade e coerência

Posted in Comportamento, Estética e Beleza, Saúde with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on novembro 29, 2014 by Psiquê

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Eu malho para comer…

Foi com essa frase que Thalita Rebouças me motivou a escrever este post. O depoimento foi dado no programa Superbonita do GNT desta semana (no do episódio 23/2014), em que se tratou do tema: envelhecendo bem. Eu gostei muito das ideias de Thalita Rebouças e de Luiza Brunet (cuja postura já destaquei aqui em outro post) sobre como envelhecer bem. Saber envelhecer é uma arte e cuidar de sua autoestima, respeitando seus limites, seu corpo e seu biotipo é fundamental para estar bem e fazer o que mais tem a ver com você.

Thalita disse que está superfeliz com a proximidade dos 40 anos e que ao virar balzaca (fazer 30 anos) ela se sentiu superfeliz, mas hoje se sente ainda mais feliz com 39 anos e acha que esta década entre os 30 e 40 anos foi a mais feliz de sua vida…ela se diz mais madura, mas segura, mais realizada. Ela confessa que não liga muito para doce, mas adora uma empada, por isso malha para poder comer…

Por que não buscamos o que nos faz bem, procurando ter mais saúde, cuidar do bem-estar, sem exceder os limites e sendo feliz? Para que viver aprisionada em busca de padrões corporais determinados pela sociedade, malhando feito louca, se privando de alimentos, para tentar alcançar um biotipo que não é o seu? Olha que eu não me prendo a desejos gastronômicos tão específicos como o da Thalita, mas o equilíbrio é fundamental em tudo…

Já Luiza Brunet, além de lindíssima e supercoerente em relação às mudanças que a idade nos exige para que saibamos nos vestir e nos cuidar com sabedoria e sem modismos, dá dicas fundamentais para estar sempre bela. Para que um look exagerado em relação à procedimentos que exageram e estragam a sua fisionomia? Para que usar uma roupa que não condiz com seu biotipo e sua idade. Usar mini-saia, por exemplo, na concepção dela é para mulheres com pernas bonitas, magras e altas…com o passar do tempo, uma saia lápis, mais compridinha com uma blusa fica mais elegante e adequado para o seu biotipo aos 52 anos e por que não se adequar a isso e ficar ainda mais bela?

Todas essas ideias, mereceram o meu destaque aqui, pois vivemos sendo pressionadas em relação à adequação a biotipos que, muitas vezes, não são os nossos…

Na minha opinião, e isso já disse outras vezes, quando respeitamos o nosso próprio biotipo, escolhendo a roupa mais adequada a ele, as cores que mais combinam com o nosso tom de pele, o tipo de vestimenta que valoriza o nosso corpo, a atividade física, os cuidados com saúde e os tipos de alimentação que se nos fazem bem, tudo se torna muito mais prazeroso e simples.

Procure viver bem, adotando atividades físicas que te satisfazem, alimentando-se com consciência de que bons alimentos nos fazem funcionar mais harmonicamente e procurando se afastar de situações angustiantes, estressantes e desequilibrantes.

Namastê!

Para acelerar o metabolismo…

Posted in Estética e Beleza, Saúde with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on fevereiro 13, 2014 by Psiquê

9ecd7dfb32735252e710f2c104fcdf7f

Para emagrecer rápido é preciso além de manter uma alimentação saudável conseguir acelerar o metabolismo para que o corpo queime a gordura acumulada. Muitas pessoas tem o metabolismo lento e mesmo seguindo a dieta corretamente não alcança bons resultados na perda de peso, nesses casos acelerar o metabolismo é necessário para conseguir perder peso. Leia o texto abaixo, retirado do site Dieta e Receitas (com adaptações), para descobrir como acelerar o seu metabolismo.

Acelerar o metabolismo com alimentos termogênicos…

Os alimentos termogênicos aumentam a temperatura interna corporal e estimulam o corpo a queimar calorias o que resulta em um emagrecimento rápido.

O gengibre, pimenta, chá verde, chá de hibisco, canela, cravo, salmão, e água gelada são exemplos de termogênicos que se consumidos diariamente se tornam grandes aliados da dieta e traz resultados rápidos na perda de peso.

Mas além do uso de alimentos e chás termogênicos outras práticas também pode acelerar o metabolismo. (já falei sobre Termogênicos naturais aqui no Espartilho, leia mais)

Coma sempre e bem…

(Essa é a grande dica, quando comecei a ir na nutricionista, apenas reorganizar os horários de alimentação, me fez perder 1kg)

Comer de 3 em 3 horas como sabemos é um excelente meio de acelerar o metabolismo já que além de manter o corpo na ativa para digerir os alimentos estará fornecendo os nutrientes necessários ao organismo a cada 3 horas, com isso irá acelerar o metabolismo e evitar que o corpo estoque gordura para períodos críticos de longo jejum.

Procure sempre dar preferência a alimentos saudáveis e ricos em fibras, fique longe das farinhas brancas e doces (um alimento que tenho gostado muito, além de uma delícia, não contém glúten e substitui muito bem o carboidrato do pão ou de biscoitos, é a tapioca).

Nos intervalos das refeições coma frutas, beba vitaminas e chás termogênicos.

Beba Água…

 A água tem um papel muito importante no organismo, precisamos da água para hidratar nosso corpo, para a digestão e para manter todos os órgãos funcionando corretamente.

Beba no mínimo 2 litros de água por dia e aproveite para beber ela bem gelada assim o corpo precisa trabalhar mais para deixá-la na temperatura adequada ao corpo isso acelera o metabolismo e queima mais gordura. (Dica muito boa e útil essa!)

Exercite-se para acelerar o metabolismo…

Os exercícios físicos trazem grandes benefícios à saúde como melhora do sistema circulatório, força e resistência física, diminui os níveis de estresse, fortalece o coração contra diversas doenças e melhora a respiração, oxigena o sangue, etc. (Para mim servem como uma espécie de terapia, saio bem melhor depois de praticá-los!)

Quem se exercita acelera o metabolismo. Os exercícios aeróbicos como caminhar, correr, dançar, pedalar contribuem para a queima de gordura e os anaeróbicos que são os exercícios de musculação estimulam o crescimento e fortalecimento dos músculos a massa muscular queima muita caloria. (No meu treino funcional, combinamos os exercícios aeróbicos com anaeróbicos o tempo todo e a queima é muito eficiente, fora o suadouro que dá, parece que as gordurinhas e as energias ruins estão sendo todas expelidas pelos poros, muito boa a sensação, adooooro!)

Durma bem e desestresse…

Nada como uma boa noite de sono para recuperar nosso corpo das atividades diárias, o sono não é apenas importante para o descanso do corpo. Uma noite de sono tranquilo pode acelerar o metabolismo porque o corpo vai trabalhar melhor, mas se estiver cansado e mal disposto o metabolismo será lento.

Uma boa noite de sono também te deixa menos estressado e o estresse nos deixa também ansiosos o que na maioria dos casos significa comer mais. Isso porque durante os períodos de estresse o corpo libera uma substância chamada cortisol que faz com que sinta muita fome e deseje comer sempre os alimentos mais calóricos. Isso é um comportamento primitivo do organismo sobre o qual não vamos entrar em detalhes agora. Mas o fato é que o estresse te põe em estado de alerta e assim o corpo se prepara para enfrentar situações extremas acreditando que tem a necessidade de comer muito para conseguir energias suficientes para uma fuga ou enfrentamento de situação drástica.

Outras dicas para acelerar seu metabolismo…

Mastigue bem os alimentos, coma devagar. (Este é o meu grande desafio. Como muito rápido e às vezes sem mastigar o suficiente, portanto, eis uma dica que deve ser exercitada diariamente)

  • Coma doces somente na sobremesa para não aumentar o índice glicêmico e aumentar a sensação de fome. (A gelatina é uma boa substituição para a sobremesa, na versão diet, tem baixa caloria e sacia a vontade imediata de doce. Se mesmo assim, mais tarde, quiser muito um doce, um chocolatinho ao leite ou amargo, vai bem, mas apenas 1 e pequeno)
  • Comece a refeição pelos alimentos fibrosos como saladas e legumes. Eles aumentam a saciedade e você comerá menor quantidade dos outros alimentos.
  • Nunca coma somente saladas nas refeições. Esses alimentos não fornecem energia suficiente para queima calórica, sempre acrescente proteína magra e carboidratos complexos em suas refeições, bem como gorduras boas como o ômega 3.

Siga essas dicas para acelerar seu metabolismo e emagrecer mais rápido. Você tem mais alguma dica para compartilhar?

O que comer antes e depois dos exercícios?

Posted in Estética e Beleza, Saúde with tags , , , , , , , , , , , , , on novembro 13, 2013 by Psiquê

Imagem

O blog Dieta Dukan Receitas, publicou uma matéria sobre o que comer antes e depois dos exercícios. Esta é uma dúvida que sempre surge entre os adeptos desta dieta. Veja o que diz a matéria…

Praticar exercícios é sempre bom, seja para manter a saúde, para ganhar massa muscular e até mesmo emagrecer. Entretanto, além da intensa prática de exercícios físicos, uma boa alimentação ajuda e muito na hora de alcançar as nossas metas. E foi pensando nisso que decidimos preparar este artigo, onde o tema principal é sobre o que comer antes e depois de malhar, com o foco no emagrecimento. Confira!

Antes de malhar: Prefira consumir fontes de carboidrato, como o farelo de aveia e iogurtes se estiver em dias de PL consuma legumes antes dos exercícios. Se você fizer uma boa refeição antes de malhar, terá energia suficiente para praticar até uma hora de atividade física. Porém, se pretende dar uma esticada no treino, considere uma pausa para um lanchinho, optando sempre por fontes de carboidratos, como as citadas anteriormente.

Depois de malhar: Você tem duas opções, consumir fontes de proteínas imediatamente após o treino, o que vai resultar no ganho de massa muscular ou consumir as proteínas após duas horas do treino o que aumentara a sua força dinâmica. A ingestão de proteína logo após o treino aumenta o processo de síntese de proteínas e, consequentemente, a recuperação muscular.

A importância dos carboidratos

Como de costume, sempre ouviremos pessoas dizendo que os carboidratos são os culpados pelo ganho de peso. Entretanto, a grande verdade é que sem esses elementos, nosso organismo fica sem glicogênio, nutriente essencial na produção de energia para a malhação. Sendo assim, o corpo se depara com dificuldades para queimar gorduras e acaba tendo que eliminar a massa magra, ou seja, os músculos que você tanto lutou para conseguir. Então, procure consumir os carboidratos disponíveis na dieta dukan de preferencia antes e durante os exercícios.

E você, gostaria de acrescentar outros alimentos que podem ser ingeridos antes e depois de malhar? Comente!

Mudança de hábitos

Posted in Comportamento, Estética e Beleza, Saúde with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on outubro 22, 2013 by Psiquê

a822d81d96e2d126025b5516f86e0503

Tendo iniciado recentemente uma nova dieta e levando em conta que eu vivo um processo de reeducação alimentar há muitos anos, mais precisamente desde meus 11 anos, confesso que aos poucos hábitos saudáveis passam a ser parte indispensável e até inconsciente de nossa rotina.

Há 2 anos e 10 meses eu tenho acompanhamento personalizado nas minhas atividades físicas e  há exatos 7 meses faço um treinamento funcional que para mim tem sido maravilhoso, não apenas por ser um treino mais curto e focado, mas por ser muito mais direcionado aos meus objetivos. E o mais importante, o fato de não ser realizado em uma academia – detesto academias – e ao ar livre, tem sido ainda mais prazeroso.

A dieta é a Dukan, confesso que eu prefiro adotar hábitos saudáveis como já venho fazendo há muito tempo, do que seguir à dieta. Mas minha meta é segui-la até alcançar o peso que estipulei para mim mesma.

Nesta busca por dicas de hábitos saudáveis, fui apresentada a vários blogs, perfis, sites, etc. O meu personal, vem insistindo na perda de percentual de gordura, inclusive com a ideia de montar um desafio entre seus alunos, e eu fiquei impressionada com os avanços que a Gabriela Pugliesi,  blogueira do Tips4life apresentou ao diminuir a ingestão de gorduras.

Dentre meus hábitos saudáveis para o corpo e para a mente estão:

  1. Alimentação balanceada;
  2. Treino funcional ao menos 3 vezes por semana;
  3. Drenagem com massagem relaxante ao menos 1 vez por semana;
  4. 1h30 de yoga ao menos 1 vez por semana!

Tudo isso me ajuda a reencontrar meu equilíbrio e levar minha pesada jornada de trabalho!

Beijos a todos os seguidores do Espartilho!

Confira abaixo a entrevista da Pugliese à Cristina Arcangeli, na qual ela compartilha sua experiência:

O que te motivou a cuidar do corpo?

“A princípio foi estética mesmo. Tinha uns 14 anos quando decidi emagrecer, pois fui gordinha na infância e nessa idade a gente quer cuidar do corpo por estética. A maturidade para pensar na saúde e nos benefícios que a alimentação te traz veio depois e é por esse motivo que me mantive saudável até hoje! O corpo é só resultado de uma vida saudável e de uma saúde plena.”

O que gerou uma maior transformação na sua forma física?

“Dieta e treino é a combinação perfeita, um não funciona sem o outro. Mas ainda acho que a alimentação tem mais participação em toda a mudança do corpo. Quando tiro gordura ( fritura, açúcar, farinha branca..) fico com o corpo que quero – magra e com os músculos aparecendo mais, nem tanto pelo treino mas porque a gordura sai, então o músculo “cola”, rss.”

Quando começou a mudar seus hábitos alimentares? Foi difícil?

“Na verdade eu não mudei do dia pra noite. Eu fui mudando, bem aos poucos, por isso não foi muito difícil. Mas eu sou acostumada a viver em dieta há muitos anos, então meu cérebro é automático. Eu sei que preciso sempre me controlar, se não engordo, pois eu tenho tendência e o corpo tem memória – por mais que eu seja magra hoje.

Não da pra falar que nunca penso em comer besteiras e que nunca sofri. Várias vezes tinha vontade de comer besteira, mas sou muito focada. Quando quero uma coisa sou disciplinada, mas a maturidade ajuda muito, tanto é que por muitos anos vivi o efeito sanfona, ficava magra mas às vezes “desistia”.

Hoje  consegui encontrar um equilíbrio e opto por ser saudável pela qualidade de vida que tenho, para a pele ficar mais bonita, para eu ter mais energia, por tudo… então é muito mais fácil negar uma coxinha quando penso em tantos benefícios. Graças a Deus eu amo viver assim. Prefiro comer alimentos saudáveis e dar uma escorregada de vez em quando – mas totalmente consciente, e sempre com equilíbrio.”

Muitas pessoas começam essa mudança e não dão continuidade. Em sua opinião porque isso é tão comum?

“Acho que o problema é a falta de paciência, pois ninguém muda da noite para o dia. É difícil esperar que os resultados apareçam, fazer com que a dieta deixe de ser uma fase para virar um estilo de vida… Isso só o tempo faz. Te falo que só de 1 ano pra cá eu AMO ser saudável e não sofro nada, mas por muitos anos ainda doía um pouco negar as besteiras que me rodeavam, rsss.”

Exagero

Posted in Estética e Beleza, Saúde with tags , , , , , , , , , , , on maio 26, 2013 by Psiquê

4e58f98c12bef0e2b59be7bda2711392 (2)

Há algum tempo eu não sou adepta a nenhum tipo de exagero que acabe funcionando como uma agressão ao meu corpo. Seja comendo além do necessário ou ingerindo alimentos que o meu organismo não costuma digerir e aceitar bem, seja bebendo em demasia, trabalhando exageradamente, exercitando-me sem cuidado, dormindo pouco, etc.

Este final de semana, mais precisamente, este domingo foi um tanto quanto exagerado do ponto gastronômico. Estive com amigos, em momentos muito agradáveis, porém o meu organismo gostaria de ter ingerido uma quantidade mais comedida de alimento. Não sou adepta de atitudes exageradas nem para intoxicar, nem para desintoxicar o organismo, logo, o que posso fazer, além de ter cuidado para não repetir a dose, é hidratar-me bastante e beber alguns chás, dos quais sou uma verdadeira apreciadora…

Eu realmente detesto sentir que exagerei na dose…mas agora que está feito, o importante é aprender e agir de outra maneira da próxima vez. O interessante desta experiência é perceber o quanto o nosso organismo se acostuma a bons hábitos, boas e saudáveis escolhas, sem exageros.

Amanhã, uma nova semana se inicia e o importante é voltar a respeitar os limites do corpo, da alimentação, dos exercícios, do descanso.

Tenha uma ótima jornada.

Metas e estratégias com liberdade e compromisso

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , on abril 3, 2012 by Psiquê

 

Imagem

A disciplina é algo fundamental para alcançarmos metas que nos são importantes. Ocorre que, muitas vezes, queremos algo, mas não estamos tão dispostos a radicalizar, ou não precisamos fazê-lo. É claro, que quando as metas estão envoltas em necessidades urgentes do tipo: preciso perder 10 quilos por motivo de saúde, ou reduzir as taxas de glicose ou colesterol, por recomendação médica, tudo isso ganha outra conotação.

Estou me referindo, entretanto, às metas que estipulamos em nossas vidas, por livre e espontânea vontade, sem urgências pontuais. Exemplo: manter o peso abaixo dos 60 quilos, deixar o cabelo crescer 30 cm com saúde e beleza, ficar bronzeada, manter a pele hidratada e viçosa, etc. Essas pequenas metas, podem ser perseguidas, sem grandes sofrimentos.

Temos várias dessas pequenas metas em nossas vidas, mas muitas vezes nos sabotamos, por cairmos em tentações imediatas. Nem sempre é fácil vencer tais tentações, e vou confessar uma coisa, nem sempre é preciso. A melhor maneira de manter o foco e pensar firmemente no objetivo final. Um exemplo muito comum desses deslizes é a dieta. Se queremos emagrecer e nos empenhamos em fazer atividades físicas, comer alimentos mais saudáveis, fazer massagens e tratamentos estéticos, precisamos pensar com uma certa frequência no objetivo final: estar magra, bem e linda. 

O negócio é buscarmos sempre força no objetivo final, sem sofrer com isso, comendo um chocolatinho quando não for possível resistir, dormindo mais um pouquinho quando a preguiça falar mais alto, mas sem fazer desses pequenos ‘boicotes’, algo frequente.

Sucesso a todas com suas metas!

Comer, rezar, amar

Posted in Casamento, Comportamento, Profissão, Relacionamento, Romance with tags , , , , , , , , , , , on outubro 12, 2010 by Psiquê

Lá estava eu às 00:20h de sexta para sábado, assistindo à tão esperada estreia da noite: Comer, rezar, amar.

Eu gostei bastante do filme e até meu marido que, mesmo tendo que trabalhar na manhã seguinte, aceitou ver comigo dizendo que estava indo, pois me ama muito, acabou gostando do filme. Claro que ele aceitou ver sob a exigência – que para mim nem era um sacrifício – de ver Tropa de Elite 2, na estreia da semana seguinte. Topei!

“Como protagonista, temos Liz Gilbert (Julia Roberts), uma escritora bem-sucedida de meia-idade, casada, moradora de Nova York, teoricamente dona de uma vida perfeita. Apenas teoricamente. Insatisfeita com boa parte da rotina que leva, ela decide modificar seus dias. Primeiro pede o divórcio do marido, depois resolve viajar o mundo, mais especificamente para três lugares.

A partir de então, Liz segue em uma jornada em busca de si, do autoconhecimento, de entender os motivos que a deixam triste. Primeiro, vai para a Itália, onde conjuga todos tempos do verbo “comer”, se deliciando com as massas locais, mas sem esquecer de fazer amizades. Depois vem a Índia, onde o seu grande objetivo é o equilíbrio religioso. Finalizando sua viagem de um ano, a escritora parte para Bali, apenas meses depois de visitar a ilha. Lá, por coincidência, acaba encontrando a felicidade amorosa e, conseqüentemente, a paz interior.” Veja mais críticas aqui.

O filme permite que nos identifiquemos com alguns dilemas cotidianos, mas peca por passar superficialmente pelas crises e ficar tempo demais debatendo algumas questões. Mesmo assim, vale a pena conferir!

Apetite sem Esperança

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on abril 29, 2009 by Psiquê

203

Apetite sem Esperança
(Elisa Lucinda)

Mãe eu tô com fome
eu dizia eu gritava eu mugia
minha vó zangada respondia
você não está morrendo e nem tem fome
Você tem é apetite
Você sabe que vai comer, aonde comer, o quê vai comer.
Fome não! A fome, minha neta,
a fome, meu irmão,
a fome, minha criança,
é um apetite sem esperança.
Quando há certeza de cereais, toalhas americanas,
guardanapos e alegrias da coca-colândia
não há fome de verdade.
Minha vó já dizia pra mim um futuro de Brasil.
Minha vó nem viu edifício crescer no lugar de pão
no lugar de trigo
nem viu criança com infância de semáforo
vendendo mariola barata, criança que mata
porque seu quintal tá sempre no vermelho
criança cujo ralado de joelho
dói menos do que o não morar, não existir, não contar
com a fome tenaz
Não há tenaz na escola
há só a cola de cheirar a dor doída
de um monstro estômago a roncar
um animal doído dentro do corpo a uivar
todo dia, sem boa vista, sem quinta zoológica onde morar
Com a fome das crianças brasileiras
forra-se a mesa, arma-se o banquete
dos que sempre tiveram apenas apetite.
A faminta criança foi apenas o álibi, o cardápio, o convite.
Desmamada ela cresce procurando o peito da pátria amada
uma banana, uma manga, uma feijoada
e a mãe pátria diz nada.
Tem ela apenas o horror, o descalor, a calçada
um ódio a todos os tênis dos meninos nutridos
um ódio a mochilas, a saudáveis barrigas
com contínuo furor de assaltar os relógios
um deter o tempo que é o seu verdadeiro balão
um cai-cai balão que só cai à mão armada.
A fome gera a cilada de uma pátria de não irmãos.
A gente podia ter gripe, asma, catapora, bronquite
A gente podia ter apetite mas fome não.
Minha vó bem que dizia sem errança:
fome é um apetite sem esperança.

(Escrito especialmente para a Campanha Ação da Cidadania Contra a Miséria e Pela Vida/ Betinho / 93. Encenado pela Cia. Teatral do Movimento sob a direção de Ana Kfouri)