Arquivo para coragem

Chegou o momento de mudar!

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on março 26, 2014 by Psiquê

Imagem

 

Chegou, finalmente o tão esperado momento de mudar.

Apesar de a mudança ser uma constante em minha vida e de normalmente eu ser favorável às transformações, por acreditar que elas nos impulsionem, nos transformem, nos incentivem…

Eu estou ao mesmo tempo muito feliz, esperançosa e ansiosa, mas também com medo e com algumas incertezas, nada que não seja perfeitamente esperado diante de qualquer mudança.

A Marcela Pimenta Pavan, escreveu um texto bem legal sobre o tema Mudar é preciso, o qual defendo, acredito e compartilho com vocês. Desejo e propago excelentes energias para que vivamos sempre dando o melhor de nós mesmos.

Compartilho o texto abaixo:

“As mudanças fazem parte da vida. Ir para uma nova cidade, decidir por uma carreira internacional, mudar de profissão, de estado civil, de emprego, de casa, de vida.

Existem as mudanças desejadas e também as imprevistas. Independente do jeito que for as novas situações nos levam a buscar diferentes formas de adaptação e nos dá a oportunidade de ampliar nossas experiências e amadurecer.

Às vezes a vontade de mudar existe, é legítima, mas o indivíduo se vê paralisado frente às transformações que deseja realizar.

Isso é muito comum ocorrer ao longo do processo terapêutico. À medida que o sujeito começa a se perceber e se conhecer melhor, ganha autonomia e tem vontade de reformular para melhor algumas áreas da vida.

No entanto, deixar um estado conhecido para atingir um novo traz consigo aspectos desafiadores.

Junto com a vontade da mudança surgem também as sensações de medo e insegurança. Será que vale a pena? Será que eu consigo? Essas indagações são naturais e é importante estar atento, para evitar possíveis boicotes e, assim, conseguir realizar as mudanças desejadas.

Vontade, coragem e estratégia

O anseio de mudar é importante, pois serve como motivador e encorajador para realizar as ações necessárias. Para isso, é fundamental ter um bom planejamento. Refletir, ponderar, criar estratégias e prazos é essencial para alcançar aquilo que se quer.

Alguns aspectos nesse processo merecem uma atenção especial. Abaixo estão alguns deles:

  • Toda mudança leva a algum tipo de perda. É preciso colocar isso em perspectiva. Para morar em uma nova cidade, por exemplo, é preciso perder o conforto do ambiente conhecido. As perdas são naturais e positivas em certa medida, fazem parte do movimento da vida e são necessárias para que novas situações possam de fato acontecer.
  • Por mais que haja planejamento e estratégias de ação, por mais que haja vontade, existe um elemento essencial para fazer a passagem da situação antiga para a nova: Coragem! Essa capacidade de enfrentamento dos desafios é essencial para abrir o caminho e chegar onde é preciso. A coragem junto à fé, de que a mudança é o melhor caminho a seguir, é o que sustenta a travessia. Quando abrimos mão da situação segura e estamos construindo uma nova, as dúvidas tendem a surgir intensamente: Será que fiz certo? Será que vou dar conta? Isso acontece porque a situação nova ainda está se formando, não é possível colher frutos ainda, é preciso investir tempo, energia e esperar com coragem e fé.
  • Mudar deve atender o anseio de levar o sujeito para uma realidade mais condizente com aquilo que traz sentido para a sua vida e consequentemente mais satisfação e alegria, mas isso não quer dizer que não haverão dificuldades. Problemas existirão sempre, o que muda é a condição emocional da pessoa. Quando se faz uma escolha em direção a uma nova situação e a mudança é concretizada, a sensação de realização traz contentamento e a pessoa tende a se tornar mais tolerante perante as adversidades e mais capaz de superar os próprios desafios.

A essência

Uma vez li uma frase que me chamou a atenção e cabe bem nesse momento: “É importante não perder de vista as coisas que te encantam, pois ali há um pouco da tua essência.”

Quanto mais nos distanciamos daquilo que nos encanta em função do que é puramente conveniente, mais a vida perde seu sentido. Ás vezes não percebemos esse distanciamento e quando nos damos conta estamos muito longe daquilo que nos traz alegria. Nesse momento a semente de uma transformação é plantada e é importante olhar para ela com coragem e avaliar se é a hora de iniciar uma transição com todos os desafios e satisfações que essa mudança irá trazer.”

Escrito por Marcela Pimenta Pavan todos os direitos reservados.

Arrependimentos antes de morrer

Posted in Curiosidades with tags , , , , , , , , , , , , , , on fevereiro 3, 2012 by Psiquê

Bronnie Ware, enfermeira australiana, lançou um livro com a lista dos maiores arrependimentos de pessoas que estão prestes a morrer. Ela, que é especialista em cuidados paliativos e doentes terminais, afirma que reuniu em seu livro “confissões honestas e francas de pessoas em seus leitos de morte“, confissões que, segundo ela, ajudaram a mudar sua vida.

“Encontrei uma lista grande de arrependimentos, mas no livro me concentrei nos cinco mais comuns”, disse a autora à BBC. “E o principal arrependimento de muitas pessoas é o de não ter tido coragem de fazer o que realmente queria e não o que outros esperavam que fizesse”, acrescenta.

“Outro arrependimento comum é de não ter trabalhado um pouco menos, pois isso, segundo estas pessoas, fez com que perdessem o equilíbrio e, como resultado, perderam muitas coisas em suas vidas”, disse Ware.

O livro de Ware, chamado The Top Five Regrets of the Dying – A Life Transformed by the Dearly Departing (“Os Cinco Maiores Arrependimentos dos Moribundos”, em tradução livre) conta as memórias da autora e suas experiências durante anos de trabalho em cuidados de doentes terminais.

Os pacientes de Ware geralmente eram pessoas que já não tinham chances de recuperação e podiam morrer a qualquer momento. A enfermeira afirma que isto permitiu que ela compartilhasse com estes pacientes “momentos incrivelmente especiais. Porque passei com eles as últimas três a doze semanas de suas vidas”.

Texto viral

Ware conta que a ideia para o livro surgiu depois que um artigo publicado no blog da enfermeira, chamado “Arrependimentos dos Moribundos”, se transformou em um texto viral, se espalhando pela web. Ela então decidiu escrever algo mais completo a respeito destas confissões e a forma como a vida dela foi transformada.

“As pessoas amadurecem muito quando precisam enfrentar a própria mortalidade”, afirmou. “Cada pessoa experimenta uma série de emoções, como é esperado, que inclui negação, medo, arrependimento, mais negação e, em algum momento, aceitação.

” A enfermeira garante que cada um dos pacientes que tratou “encontrou sua paz antes de partir”. Ware disse à BBC que, durante os anos que trabalhou com estes pacientes percebeu também que muitos se arrependiam de não terem tido “coragem para expressar seus sentimentos”.

“E isso se aplica tanto aos sentimentos positivos como aos negativos.” “Muitos diziam: ”queria ter tido coragem de falar que não gostava de uma coisa”, ou então que queriam ter tido coragem de falar às pessoas o que realmente sentiam por elas”, afirmou.

Amigos

Bronnie Ware também destaca outro arrependimento que notou entre seus pacientes: o de ter perdido o contato com os amigos. A enfermeira afirma que os amigos são importantes no final da vida, pois os familiares que estão junto a um doente terminal também estão passando por muita dor. Uma pessoa no leito de morte, segundo Ware, sente falta dos amigos, mas, muitas vezes, quando ela perdeu o contato, já é tarde demais para um reencontro. A enfermeira também chama a atenção para o fato de que as pessoas se arrependem do que não fizeram. Na maioria dos casos observados por ela, as pessoas não pareciam se arrepender de algo que tinham feito.

A autora afirma que espera que seu livro “ajude as pessoas a agir hoje e não deixar as coisas para amanhã, para se arrepender depois”. “Minha mensagem principal é que todos vamos morrer e que se, neste momento, nos arrependermos de algo, vamos então solucionar o problema agora”, acrescentou.

Fonte: BBC Brasil

Visões de mim!

Posted in Curiosidades with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , on julho 10, 2011 by Psiquê

Carla Ossa - via Things That Excite Me

Hoje navegando pelo Facebook, me deparei com a seguinte mensagem: Insista, persista, mas nunca desista que um dia você conquista! A seguir vinha a seguinte recomendação:

“Desligue o seu piloto automático… Planeje melhor e procure viver com mais intensidade pois a vida é feita de momentos e estes devem ser os melhores de usa vida!”

Também na última semana recebi, por email, um jogo em que a mensagem pedia ao destinatário que me descrevesse em apenas uma palavra. Achei tão interessante perceber a diversidade de definições que nossos amigos podem ter de nós mesmos. Aqueles que não são muy amigos sequer responderam, outros não o fizeram por não gostarem de jogos, mas os que o fizeram me deixaram muito feliz. Vejam algumas das respostas:

“Muito legal saber que as pessoas nos veem de maneira tão diferente. Veja algumas das respostas que recebi: persistente, perseverante, coragem, responsável, sexy, linda, multitasking, iluminada, família, ansiosa, transparente, inteligente, admirável… Todas elas se complementam de alguma forma.

Esta é mais uma oportunidade de auto-reflexão!

Hoje eu me autorizo a…

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on maio 11, 2010 by Psiquê

Terminei de ler o livro Cinderela de Saia Justa, de Chris Linnares, publicado pela editora Gente e recomendo a leitura. É supergostosa, rápida e hiperanimadora! Quem quiser fique à vontade, está disponível em diversas livrarias e também pode ser comprado em sebos, através do site Estante Virtual, onde comprei.

E o livro apresenta algumas dicas que valem a pena serem colocadas em prática. Uma delas e repetir para si mesma em voz alta ou não as seguintes afirmações:

A PARTIR DE HOJE EU ME AUTORIZO…

  • … a me sentir valorizada , mesmo quando os outros não reconhecem meu valor;
  •  … a dar uma oportunidade para o amor, mesmo quando meu coração insistir em manter as portas fechadas;
  • … a sentir prazer, mesmo quando a culpa e o medo tentarem roubá-lo de mim;
  • … a confiar nas minhas capacidades, mesmo tendo me acostumado a menosprezá-las;
  • … a superar minhas limitações, mesmo tendo desistido de enfrentá-las;
  • … à felicidade;
  • … às grandes oportunidades;
  • … a acreditar no melhor da vida, mesmo estando acostumada a acreditar que isso não passa de utopia.

A PARTIR DE HOJE EU ME AUTORIZO…

  • … a dar o meu melhor sorriso, mesmo que talvez eu não receba outro de volta;
  • … a vestir a roupa mais bonita, mesmo quando eu me sentir feia e caída;
  • … a expressar palavras de alegria, mesmo quando eu me sentir triste e desiludida;
  • … a ser generosa, mesmo não recebendo nada em troca;
  • … a oferecer o melhor de mim todos os dias, com a certeza de receber o melhor da vida;
  • … pois não há dádiva maior que conhecer o melhor que está em mim.

A PARTIR DE HOJE EU ME AUTORIZO…

  • … a aceitar os anseios da minha alma;
  • … a sentir os desejos que pulsam em meu coração;
  • … a conhecer minhas emoções mais profundas;
  • … a despertar meus talentos e potencialidades;
  • … a trabalhar para realizar meus verdadeiros sonhos;
  • … a me libertar para encontrar meu caminho;
  • … a valorizar o que tenho e o que sou;
  • … a ter coragem de reconhecer o que é importante para a minha vida;
  • … a ser vitoriosa na minha vida pessoal e profissional;
  • … a não me comparar nem a me desvalorizar.

Porque onde estou e como estou é a porta de entrada para a realização da minha história. Uma história única e fascinante, na qual a autenticidade é minha maior diretriz.

A PARTIR DE HOJE EU ME AUTORIZO…

  • … a viver o meu presente;
  • … a viver o meu melhor;
  •  … porque estou no lugar certo, com as pessoas certas e na hora certa;
  • … por isso, escolho;
  • … a coragem, em vez do medo;
  • … a fé, em vez da dúvida;
  • … o amor, em vez da mágoa;
  • … a luz, em vez da escuridão;
  • … escolho fazer da confiança a minha bússola,
  • … bússola que me guia para atravessar mares e abrir grandiosos caminhos;
  •  … a partir de hoje confio que o melhor infalivelmente me acontece;
  • … e muitas vezes o melhor não é o que espero;
  • … mas aquilo de que preciso para trilhar meu verdadeiro caminho.