Arquivo para desafio

Ficar sozinho

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on julho 30, 2016 by Psiquê

e1badb3ed82b6c3ad153d70da575a16d

As pessoas em geral, têm dificuldade de ficar sozinhas, em sua própria companhia. Evidentemente que, muitas vezes, o ambiente nos dificulta a parar e prestar atenção em si próprio, mas considero que essa oportunidade é, na verdade, uma questão de escolha…

Em muitas situações somos obrigados, ou buscamos inconscientemente, ocupar nossa mente com tudo, menos com a atenção ao que queremos, pensamos, desejamos, gostamos. Nos últimos tempos tenho aproveitado muito os momentos de deslocamento, no transporte, na rua, entre uma atividade e outra para estar comigo, ou ao menos tentar prestar mais atenção em mim. Isso é muito importante, pois vivemos em uma realidade que supervaloriza as situações em que se tem mais interação, conectividade, barulho e desconexão com si próprio. Resgatar um pouco do valor de se estar sozinho, chega a ser um desafio.

É tão importante prestarmos atenção em nós mesmos. É tão sábio buscar se entender para poder interagir e compartilhar com o outro de forma mais consciente e intensa…

Se todos tivessem consciência da importância de olhar para si mesmo, ouvir seus desejos, medos, anseios, dúvidas e vontades, tudo seria mais fácil.

Que tal experimentar e aproveitar os momentos de transição, deslocamento, passagem para ficar um pouco com você mesmo? É tão importante e nutritivo. Diria que até bastante importante para melhorar a interação com o outro.

Uma ótima semana a todos.

Silêncio

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , on julho 24, 2016 by Psiquê

43136108902233880_cpaL1P9w_c

Vivemos uma vida extremamente barulhenta não apenas externa como também internamente. E silenciar, além de um desafio, é uma necessidade, difícil, mas fundamental. 

Ando precisando muito ‘estar comigo’, ainda que a decisão de estar comigo seja a princípio para lidar com os barulhos da minha mente, com as falas internas, as dúvidas, as confusões, os medos, as angústias.

Nem sempre é possível parar para estar consigo mesma…

O mundo anda conectado, ligado, agitado e em muitos momentos não conseguimos essa ‘solidão’. Parece incoerente, pois, no fundo, estamos sempre sozinhos, mas digo do ponto de vista de prestar atenção em si mesmo, se ouvir, se escutar, se respeitar…

Às vezes ouço as pessoas dizerem que não conseguem ter um tempo para si, é realmente difícil, mas podemos prestar atenção em nós mesmos em momentos simples como  durante o trajeto para um lugar, na hora do exercício ou caminhada, momentos antes de dormir, durante o banho…

Precisamos silenciar para dar um pouco de atenção ao nosso eu. É uma questão de sobrevivência e tenho buscado bastante isso, não sem dificuldades, mas com o coração aberto.

E você? Quer compartilhar um pouquinho dessa experiência aqui?

Um beijo a todos e todas.

 

Desafio Cócoras

Posted in Comportamento, Saúde with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on novembro 17, 2014 by Psiquê
A red skirt - Pablo Picasso, 1901

A red skirt – Pablo Picasso, 1901

Interessante, quando eu era pequena ouvia as pessoas comentando: como essa menina gosta de ficar agachada (de cócoras). Para mim, esta é uma posição confortável e de descanso para a coluna e para as pernas. Não é à toa que me apresentaram o Desafio Cócoras, lançado pelo fisioterapeuta Pablo Santurbano e eu adorei!!!!

A jornalista Carol Pires, da revista Piauí, publicou uma matéria bem legal sobre os benefícios de ficar na posição e sobre o desafio lançado em janeiro pelo fisioterapeuta. A matéria intitulada Acocorai-vos uns aos outros – Uma terapia paleolítica. O desafio é ficar 5 minutos por dia na posição que é ótima para a coluna. Quem sobre de dores na lombar, trabalha muito tempo sentado e busca o bem-estar, recomendo que aceite o desafio. Parece que é bom para o funcionamento do intestino e para evitar prisão de ventre, dentre outros benefícios à saúde.

16_2130-alt-zcocoras8

Comum entre pessoas – como eu – que devem têm um pezinho nos nossos ancestrais indígenas… Orientais e algumas tribos africanas, ainda mantém esta boa prática para a saúde do corpo. Quem sabe nós ocidentais, que mudamos tantos nossos hábitos primitivos não devamos nos inspirar neles…

“No Facebook, até o final de outubro, 495 pessoas haviam curtido o Desafio Cócoras. As únicas orientações são relaxar a coluna e distanciar um pouco os pés para que o tronco possa descer o mais baixo possível. Essa é a posição adotada pelos primatas para manipular alimentos e objetos no chão, e que o homem ocidental foi abolindo da rotina. Não são poucos os que não conseguem se acocorar. Para esses, o conselho é levantar e tentar de novo.

Alguns participantes custam a ficar na posição (provavelmente “por falta de dorsiflexão”, explica Santurbano) e calçam os calcanhares com livros, manobra admitida pelo desafio. (…)

O esforço vale a pena: reorganiza e relaxa a coluna, diminui as pressões nos joelhos, organiza os membros inferiores para a corrida, regula o intestino e facilita o parto. “As pessoas pensam que é uma postura de transição, mas é mais que isso. Se você não fica bem de cócoras, não vai caminhar nem correr bem.”

Está lançado o desafio, comecei ontem e quero passar a praticar todos os dias, dentro das várias práticas que integram meu ritual de cuidados diários, vamos experimentar?

Fazer o que se gosta…

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , , on setembro 5, 2014 by Psiquê

fe1fceac4fbd1dbbeafaf2baed4c0d7d

Trabalhe duro e em silêncio. Deixe que seu sucesso faça o barulho.” ~ Dale Carnegie

Todos nós precisamos trabalhar para ganhar o sustento de cada dia. Alguns abençoados conseguem fazer do seu hobby um ganha pão, mas isso não apenas, leva tempo, como também não é acessível a todos…

Tenho desejado passar cada vez mais tempo dos meus dias fazendo coisas que me fazem bem, que trazem paz, felicidade, serenidade. Encontrar o equilíbrio é um grande desafio, principalmente, diante de um mercado de trabalho e de uma jornada de horas tão intensas. Mas, há quem diga que é possível…

O primeiro desafio é identificar quais são nossos talentos, gostos e nossos hobbies, depois tentar estudar a viabilidade de adequar nossa necessidade de ganhos financeiros ao tempo dedicado a estes hobbies e em um estágio mais elevado – que nem todos têm a sorte de desfrutar – ganhar dinheiro com o mesmo.

dfa0433af7a9ca7dd838ec20ddd1dc80

A única maneira de fazer um grande trabalho é amando o que faz.” ~ Steve Jobs

Preciso passar mais tempo fazendo as coisas que curto, escrevendo aqui, lendo, cuidando de mim, da minha saúde e do meu corpo, praticando yoga, ajudando as pessoas e principalmente o público feminino…enfim, difícil e encontrar a medida certa, mas tenho certeza de que ela chegará.

Bom final de semana a todos.

Namastê.

 

 

Desafio

Posted in Curiosidades, Geral, Selos, Memes, Mimos e Prêmios with tags , , , , , on dezembro 14, 2008 by Psiquê

anna_tatangelo_in_max_009Via Menina Travessa

Recebi esse desafio do Blog  Chocolat Avec des Lettres, da minha queridíssima June.

Bem o desafio, que eu recebi é bem simples e criativo:

  1. Agarrar o livro mais próximo
  2. Abrir na página 161
  3. Procurar a quinta frase completa
  4. Colocar a frase no blog
  5. Não escolher a melhor frase, nem o melhor livro! Utilizar
    mesmo o livro que estiver mais próximo
  6. Passar para 5 cinco pessoas

Os livros mais próximos de mim eram tantos, que peguem o que estava em frente à tela do computador:

O Homem que queria salvar o mundo (Uma biografia de Sérgio Vieira de Mello) Samantha Power

Quinta frase Completa da página 161:

“No último minuto, o nariz do avião se elevou, e as rodas bateram na pista, lançando Vieira de Mello e os demais passageiros para a frente.”

5 pessoas que eu gostaria que aceitassem o desafio:

Todo mundo que quiser responder  me deixe um bilhetinho para que eu possa olhar…