Arquivo para forma

O ano novo começa agora

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , on agosto 7, 2014 by Psiquê

3655129

Os meses que se passaram até agora, principalmente de abril a julho foram tão intensos que parece que o ano acabou. Entretanto, sinto como se o ano estivesse apenas começando. Agora as coisas começam a tomar forma, a se assentar, a digamos ganhar minha cara…

Como costumo nutrir uma constante esperança de que todos os dias são oportunidades de viver uma vida incrível, vivo cada dia como uma nova chance de fazer melhor, mais bonito, mais bem feito, com mais alegrias e mais sucessos.

Acreditando nisso ou não, desejo a todos vocês um excelente ano daqui para a frente. Que vivam cada minuto com a intensidade de uma vida e agradeçam por tudo o que vivemos até aqui.

Feliz agora! Feliz 2014!

Om Shanti Om

 

Anúncios

Que blog!

Posted in Curiosidades with tags , , , , , , , , , , , , , , on maio 9, 2014 by Psiquê

Witch

Hoje, por caso, descobri o blog Biscate Social Club

…sua leitura requer um pouco de maturidade para os mais preconceituosos e travados, mas eu confesso que adorei o blog, estou encantada com a qualidade das discussões e a forma como tabus – que permeiam nosso cotidiano, nesta sociedade para lá de preconceituosa e travada – são tratados pelas autoras do blog e seus convidados.

Pela descrição já dá uma imensa vontade de navegar pelo página:

Página do clube das mulheres livres para fazerem o que bem entenderem, com quem e onde bem quiserem.

Missão

Um tantinho de felicidade por dia…

Descrição

Biscate é quem sabe que um homem (ou mulher) inteligente nunca pensaria em uma mulher como parte de uma coleção. Biscate sabe que não precisa ser sempre maravilhosa. E que se maravilha com as possibilidades que aceitar as próprias limitações traz.Biscate é a mulher que sabe que ao lado do homem ou de outra mulher é só mais uma posição, como em baixo, em cima… e longe.

Informação Geral

Biscate é uma mulher livre para fazer o que bem entender, com quem escolher e onde bem quiser. Esse é o nosso clube.

5 Motivos para não praticar yoga

Posted in Comportamento, Saúde with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , on janeiro 30, 2014 by Psiquê

7d6917dbc215b4496edcf3725980c372

É  isso mesmo, tudo tem dois lados. Hoje estou aqui para alertar aqueles que pensam em praticar Yoga com seriedade, ou que começaram a praticar há pouco tempo, dos riscos que estão correndo. Leiam com atenção e tirem suas próprias conclusões sobre se isso é algo que você pretende continuar a fazer ou não.

1. Você começa a enxergar a vida de outra forma. Uma forma mais relaxada, consciente e feliz. E isso, aos olhos das outras pessoas, faz com que você talvez pareça um louco. Essa história de gratidão, consciência, vida simples… você vai virar um peixe fora d’água. É sério, estou falando isso pro seu bem. E o pior é que você entende porque as pessoas não te entendem. E isso, ao invés de melhorar, só piora a situação, pois te torna ainda mais estranho aos olhos dos outros.

2. Você naturalmente passa a fazer escolhas mais saudáveis, porque começa a perceber com clareza quais são aqueles hábitos que fazem bem e aqueles que fazem mal. Você não vai mais curtir exageros, porque cuidar da sua saúde passará a ser prioridade. Aquela cervejinha de todo fim de semana até altas horas talvez não soe mais tão atraente. Aquela festa de camisa, aquele churrasco de família então… Pode ter certeza de que se você for, vão ficar falando sobre o quanto você está diferente, e se não for, certamente será a pauta do dia. Terá que se acostumar a isso!

3.Você vai ficando mais forte e flexível, tanto física quanto mentalmente, e uma vez que se conquista isso, é muito difícil voltar atrás. Então, eu lhes digo, muito cuidado ao entrar nesse caminho. As pessoas vão falar sobre isso, sobre o quanto você anda “metido”, só porque a sua auto estima está lá em cima e tem energia de sobra, mesmo que não fique se exibindo por isso.

4.Você começa a perceber que precisa de cada vez menos pra viver, e por isso, passa a buscar uma vida cada vez mais simples. Isso é perigoso, porque não movimenta a economia, não é bom para o país… Talvez o governo resolva ir atrás de você, pra saber se está fazendo algo ilegal. Talvez você receba ligações do banco, porque o seu padrão de consumo está mudando (para menos). Ter que lidar com tudo isso pode ser realmente muito chato, afinal, como é que você vai se defender? “Não, sr. Fulano, eu estou bem sim, só estou mudando minhas prioridades, sabe, percebi que não preciso de tudo o que eu gastava antes pra viver…” Oi? Não precisa gastar tanto pra viver? Em que mundo você vive?

5. Você se torna uma pessoa mais amorosa e feliz. É, amigos, talvez esse seja o motivo principal. Isso prejudica a vida social, simplesmente porque quando você estiver em um grupo onde as pessoas estejam mal-humoradas e/ou reclamando da vida, você não vai ter assunto, ou então vai ficar tentando mostrar pra elas o lado bom das coisas, e isso pode deixa-las extremanente irritadas. Conheço pessoas que tiveram sérios problemas de bullying por causa disso… Só porque eram otimistas demais ou porque simplesmente não conseguiam ficar de mau humor.

Pois é, então se você não quer ser essa pessoa, esqueça esse negócio de Yoga, porque isso não é pra você. Fuja do tapetinho. Quando ouvir alguém entoando o mantra OM, tape os ouvidos e saia correndo. Estou avisando, esse é um caminho sem volta. Depois não diga que não lhe avisei.

Texto de Daniela Navaes, retirado da internet… Pedimos licença a Daniela para compartilhar este texto tão verdadeiro. Quem compartilhou antes de mim foi o Boa Yoga.

Namastê