Arquivo para fotografia

Novo olhar sobre Frida

Posted in Cultura e Arte with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on setembro 9, 2016 by Psiquê

Minha amada Frida Kahlo vai estar mais uma vez em evidência no Brasil. Ao pegar um exemplar da ‘revista da cultura‘ da Livraria Cultura, edição 106 set|out 2016, descobri que São Paulo recebe duas exposições que reúnem fotografias do seu acervo pessoal.

Não pude esconder minha alegria ao saber da exposição que, até então, não tinha visto em nenhuma mídia, o que para mim é um crime. Eu amo a Frida Kahlo e é por isso faço questão de divulgar para vocês de todo o meu coração. O preço está irrisório e a exposição ficará em cartaz de 03 de setembro a 20 de novembro em dois espaços de São Paulo: Frida Kahlo – Suas fotos (exibido no MIS-SP) e Frida Kahlo – suas fotos | Olhares sobre o México (parte exibida pelo Espaço Cultural Porto Seguro). Garanta o seu ingresso, já!

12-frida-kahlo-gisele-freund

A coleção, que já passou por Lisboa (Portugal), Tijuana (México), Kazimierowka (Polônia) e Curitiba, entre muitos outros locais, sempre com grande sucesso de público, chega a São Paulo neste mês de setembro.

“Originalmente pensada para um espaço único, no Brasil a exposição do Museu Frida Kahlo ganhará uma montagem diferente de suas exibições anteriores. Embora com o mesmo conteúdo, o acervo será dividido entre os dois espaços culturais: Frida Kahlo – Suas Fotos será exposta no MIS, enquanto Frida Kahlo – Suas Fotos | Olhares sobre o México poderá ser vista no Espaço Cultural Porto Seguro. Para integração entre as instituições, os visitantes poderão utilizar o serviço gratuito de uma van, que transportará o público de um espaço cultural para o outro. As mostras são complementares e o ingresso adquirido no MIS ou no Espaço Cultural Porto Seguro dá acesso livre a ambas exposições; basta o visitante apresentar o bilhete na entrada.

Após a morte de Frida Kahlo, em 1954, uma coleção de memórias da emblemática artista mexicana ficou guardada por meio século a pedido de seu marido, Diego Rivera, em um banheiro na Casa Azul, local onde Frida viveu grande parte da sua vida e onde veio a falecer. Só em 2007, a equipe da Casa Azul teve autorização para abrir este banheiro e, na data, um conjunto de 6.500 fotografias do acervo da artista foi revelado.

tumblr_na39ouy9na1rq2jfuo1_1280

Após seleção de 241 imagens deste acervo, o curador Pablo Ortiz Monastério elaborou a exposição Frida Kahlo – Suas Fotos dividida em seis seções temáticas pertinentes à trajetória de vida da artista. A seleção revela desde a infância até períodos de sua vida adulta, com imagens de autoria de seu pai e seu avô materno [fotógrafos profissionais], além de momentos eternizados pela própria artista e seus amigos fotógrafos Gisèle Freund e Nickolas Muray, entre outros.”

7a999a12ad414fce4bcf38b5b45a5400

O acervo reflete de maneira clara os interesses que a pintora teve ao longo da sua tormentosa vida: a família, o seu fascínio por Diego e os seus outros amores, o corpo acidentado e a ciência médica, os amigos e alguns inimigos, a luta política e a arte, os índios e o passado pré-hispânico, tudo isto revestido da grande paixão que teve pelo México e pelos mexicanos”, explica o curador Pablo Ortiz Monasterio.

Mais detalhes aqui.

Amor e arte

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , on agosto 9, 2015 by Psiquê

561fc9e41887dd02fe0839a3db1f5217

O sonho de quase todo mundo é viver daquilo que ama, daquilo que faz sem sentir nenhum sacrifício, daquilo que nutre. Eu não sou diferente disso, e também gostaria de ganhar a vida fazendo apenas aquilo que me nutre. Claro que isso não é simples, pois antes de definir o que gostamos de fazer ou o que nos nutre, é fundamental olhar para dentro, buscando o autoconhecimento.

Entendo que a arte consegue despertar em mim, um amor pela vida, um prazer pelos dias de trabalho para que eles fluam sem nenhum sacrifício, mas com muita alegria e satisfação. E isso é possível, quando olhamos para dentro de nós mesmos e entendemos o que nos dá prazer e o que nos faz feliz. Há várias coisas me trazem esta sensação: cinema, arte, pintura, leituras, boas conversas, dança, teatro, fotografia, moda e o Espartilho, claro. Espero estar por aqui mais vezes por semana. Em busca da liberdade e do equilíbrio para construir uma vida melhor e compartilhar o que há de melhor com vocês.

Estejam sempre presentes em minha vida.

Namastê!

Boudoir

Posted in Comportamento, Erotismo, Moda with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , on maio 19, 2012 by Psiquê

Hoje, por acaso, fui apresentada ao ensaio boudoir ao conhecer o trabalho do fotógrafo Raoní Aguiar*, apesar de já ser uma grande admiradora dos ensaios sensuais. E como tem tudo a ver com o Espartilho, não poderia deixar de partilhar esse encanto com vocês.

O termo francês Boudoir (buduár) tem por definição toucador; quarto  de vestir adornado com requinte. O termo remonta o século XIV como um dos cômodos da suíte de uma dama em que ela se banhava e vestia. Era um ambiente privado e muito íntimo, composto de elementos femininos decorados ao gosto da mulher.

Era um local proibido para homens, e isso despertava a curiosidade e a fantasia quanto ao que acontecia ali dentro, consequentemente isso criava um certo ar de erotismo e sensualidade. Surgindo dai a fantasia e a magia que envolvem o termo boudoir, que carrega consigo a intimidade e a feminilidade.

O olhar boudoir, consiste em um estilo artístico de fotografar que retrata  momentos pessoais e íntimos onde a sensualidade, o romantismo e o glamour são a  tônica. Não importa a idade ou o tipo de corpo que você tem, o estilo boudoir é para todas as mulheres. É mais do que apenas um ensaio sensual, é uma experiência de auto-descoberta.

Quem mais já falou sobre e praticou:

Olhar de Boudoir

Raoní Aguiar

Loulou’s Boudoir

Boudoir Floripa

Fernanda Marques

La Papeterie Diva

* Raoní Aguiar, entretanto, não se limita a fotografar ensaios sensuais. Ele também faz fotografias de casamento e lançou uma promoção para dar um ensaio de casal ou boudoir. Minha torcida é que ele dê dois: um ensaio casal para minha querida prima e um ensaio boudoir adivinhe para quem? Mas como sorte não depende muito da nossa vontade, vou partilhar aqui para quem quiser concorrer.