Arquivo para Inca

Mulher Consciente contra o Câncer de Mama: o Espartilho apoia!

Posted in Saúde with tags , , , , , , , , , , , , , , , on outubro 26, 2009 by Psiquê

Matt Blum

O Espartilho já falou sobre Câncer de Mama em outras ocasiões. E como esse é um espaço para todas as questões que envolvem o universo feminino, apoiar campanhas que busquem a difusão de informações para benefício da saúde das pessoas e da mulher em especial, apoiamos a campanha Mulher Consciente na luta contra o câncer de mama.

Já falamos sobre o tema aqui no Espartilho em outras ocasiões:

1. No mês da luta contra o câncer de mama – Outubro 2008

2. Abordando o tema a fundo: Câncer de mama – você pode vencer essa luta

Como descreve o site Mulher Consciente: “todo câncer se caracteriza por um crescimento rápido e desordenado do número de células, que adquirem a capacidade de se espalhar para outras partes do corpo. O câncer também é comumente chamado de neoplasia ou tumor maligno.

O câncer de mama, como o próprio nome diz, afeta as mamas, que são glândulas formadas por lobos, que se dividem em estruturas menores chamadas lóbulos e ductos mamários. É o tumor maligno mais comum em mulheres e o que mais leva as brasileiras à morte, segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca).

No Brasil, são cerca de 49 mil novos casos de câncer de mama em mulheres por ano, e esse número vem aumentando nas últimas décadas, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). O câncer de mama também pode ocorrer em homens, mas em número muito menor.

O câncer de mama é relativamente raro antes dos 35 anos, mas acima dessa idade sua incidência cresce rápida e progressivamente. É importante lembrar que nem todo tumor na mama é maligno. A maioria dos nódulos (ou caroços) detectados na mama é benigna, mas isso só pode ser confirmado por meio de exames.

Quando diagnosticado e tratado ainda em fase inicial, isto é, quando o nódulo é menor que 1 centímetro, as chances de cura do câncer de mama chegam a até 95%. Tumores desse tamanho são pequenos demais para ser detectados por palpação, mas são visíveis na mamografia. Por isso é fundamental que toda mulher faça uma mamografia por ano a partir dos 40 anos.”

Saiba mais sobre o câncer de mama aqui no mama info!

Outro canal de comunicação para difundirmos o tema é o Blog Mulher Consciente

Anúncios

Mulher + solidária: doe sangue

Posted in Saúde with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on maio 30, 2009 by Psiquê
Thomas Doering

Thomas Doering

O Hemorio, juntamente com a Secretaria Estadual de Saúde estão lançando a campanha Mulher + Solidária. Trata-se de uma campanha para doação de sangue, pois apesar de no Rio as mulheres constituírem a maioria da população, elas respondem por menos de um terço das doações de sangue.

Saibam que as mulheres podem doar sangue até três vezes por ano.

Para saber mais leia aqui.

Para saber como ser Voluntário no Hemorio, clique aqui.

Veja algumas das orientações para a doação:

O doador deve:

– trazer documento oficial de identidade com foto (identidade, carteira de trabalho, certificado de reservista, carteira do conselho profissional ou carteira nacional de habilitação);
– estar bem de saúde;
– ter entre 18 e 65 anos;
– pesar mais de 50Kg;
– não estar em jejum; evitar apenas alimentos gordurosos nas 4 horas que antecedem a doação.

Impedimentos temporários:

– Febre
– Gripe ou resfriado
– Gravidez
– Puerpério: parto normal, 90 dias; cesariana, 180 dias
– Uso de alguns medicamentos
– Pessoas que adotaram comportamento de risco para doenças sexualmente transmissíveis

Cirurgias e prazos de impedimentos:

– Extração dentária: 72 horas
– Apendicite, hérnia, amigdalectomia, varizes: 3 meses
– Colecistectomia, histerectomia, nefrectomia, redução de fraturas, politraumatismos sem seqüelas graves, tireoidectomia, colectomia: 6 meses
– Ingestão de bebida alcoólica no dia da doação
– Transfusão de sangue: 1 ano
– Tatuagem: 1 ano
– Vacinação: o tempo de impedimento varia de acordo com o tipo de vacina

Impedimentos definitivos:

– Hepatite após os 10 anos de idade
– Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças transmissíveis pelo sangue: hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas
– Uso de drogas ilícitas injetáveis
– Malária

Intervalos para doação:

– Homens: 60 dias (até 4 doações por ano)
– Mulheres: 90 dias (até 3 doações por ano)

O INCA também orienta sobre doações, aliás essas orientações foram tiradas de lá.

Câncer de mama: você pode vencer essa luta!

Posted in Saúde with tags , , , , , , , on janeiro 27, 2008 by Psiquê

agent-provocateur-npho.jpg

Os seios são uma das partes mais lindas e sensuais do corpo feminino. No nosso psicológico determinam muito de nossa feminilidade. Por essas e outras razões precisamos cuidar de nossos seios diariamente, assim como cuidamos de nossos cabelos, nosso rosto, nosso bumbum, etc.

Muitas vezes preocupadas apenas com a estética, esquecemos dessa região que além de sensual e linda, é muito sensível inspirando muito cuidado e carinho.

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer é um nome dado a uma série de mais de cem doenças que têm em comum o crescimento desordenado de células que invadem os tecidos e órgãos.

A Sociedade Brasileira de Mastologia, informa que  determinações genéticas estão entre a origem da doença, mas corresponde apenas a 5 a 10% dos casos; portanto, informação e conhecimento, sem medos são fundamentais para o tratamento. Ainda segundo o órgão, o câncer tem origem em uma lesão no DNA cromossômico que multiplica desordenadamente a célula. O portal Bolsa de Mulher preparou uma série de matérias sobre como prevenir, informe-se.

Como perceber? Sintomas:

  1. observe a ocorrência de nódulos ou tumores nos seios que podem ou não ser acompanhados de dor;
  2. observe a ocorrência de alterações na pele;
  3. observe a ocorrência de nódulos nas axilas.

Fique atenta a alguns fatores de risco:

  • Se há casos anteriores na família diagnosticados antes dos 50 anos, principalmente se o grau de parentesco for próximo (mãe ou irmã);
  • Menstruação muito cedo;
  • Menopausa tardia (após 50 anos);
  • Primeira gravidez após os 30 anos;
  • Nuliparidade (ausência de filhos);
  • Ingestão regular de álcool, mesmo em quantidades moderadas;
  • Exposição a radiações ionizantes (emitidas por materiais radioativos, ex. Raio X), antes dos 35 anos;
  • A poluição atmosférica, filtra a luz solar nos grandes centros urbanos e dificulta a produção de vitamina D, um antiprofilático fundamental para o combate ao câncer de mama e próstata, segundo o Dr.  Eduardo Carneiro Lyra, mastologista e coordenador da área no Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC), em declaração ao portal Bolsa de Mulher;
  • Segundo o Inca, ainda há controvérsias em relação à associação de contraceptivos orais e o aumento do risco de câncer de mama. Aponta-se para certos subgrupos  de mulheres com uso de contraceptivos orais de dosagem elevada de estrogênio ou que fizeram uso da medicação por longo período, bem como as que usaram anticoncepcional em idade precoce, antes da primeira gravidez. 

Como prevenir é o melhor remédio. Atenção às estratégias de prevenção: 1) faça o exames clínicos com seu ginecologista periodicamente e também a mamografia (consulte seu médico quanto à faixa etária recomendada); 2) Faça o auto-exame diariamente durante o banho ou ao dormir.

O Inca reforça que o auto-exame não deve ser usado isoladamente como mecanismo preventivo. Ele não exclui a necessidade de consultar seu médico regularmente para que ele examine suas mamas e peça a mamografia quando necessário.

Como fazer o auto-exame, leia mais em: Auto-Exame da Mama (AEM)

Tudo sobre Câncer de Mama: Entre de Peito nessa luta

Inimigo Silencioso. Tumores pequenos podem ser retirados por meio de cirurgia, vejam os tratamentos complementares que o médico pode recomendar.

Outros links:

Instituto Nacional do Câncer (Inca)

Sociedade Brasileira de Mastologia

Sociedade Brasileira de Cancerologia

De olho na mama