Arquivo para inveja

Amor, admiração e inveja

Posted in Comportamento, Relacionamento with tags , , , , , , , , , , on janeiro 26, 2013 by Psiquê

415527503088956432_upe5qSRB_c

Sou admiradora de muitas reflexões do Dr. Flávio Gikovate, médico-psiquiatra, psicoterapeuta, conferencista e escritor. Atualmente apresentador  do programa “No Divã do Gikovate”, na rádio CBN, que dedica a maior parte do tempo à clínica.

Hoje tive contato com um breve texto, em sua página no Facebook, em que ele refletia sobre amo, admiração e inveja. Vale a pena conferir, veja abaixo.

A admiração é parte do ingrediente racional do amor, que é constituído também do componente erótico, além de variáveis difíceis de avaliar.

A admiração também é ingrediente fundamental da inveja, fenômeno complexo, mas que, indiscutivelmente, possui um relevante componente racional.

Apesar do discurso depreciativo próprio dos invejosos, não há como não detectar o elemento de admiração: “ninguém bate em cachorro morto”!

O invejoso é aquele que gostaria de ser, ter ou fazer como o invejado faz: pode ajudar no seu crescimento, funcionando como forte estímulo.

Nas pessoas mais frágeis e intolerantes a frustrações, surge a vertente destrutiva da inveja: as maledicências e grosserias bem pouco sutis.

Sendo amor e inveja derivadas da admiração, não é raro que coexistam nas relações afetivas: geram agressões gratuitas direcionadas ao amado!

Quando as diferenças entre os que se amam é grande, cresce o componente invejoso: admiramos e invejamos o que não somos e gostaríamos de ser.”

Inveja

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , , on maio 30, 2011 by Psiquê


Viver traz consigo um grande desafio: conviver com outros seres humanos e conseguir contornar e controlar nossas próprias fraquezas e saber lidar e relevar as dos outros. Respeito é bom, todo mundo gosta, mas nem todo mundo consegue aplicá-lo.

Já escrevi algumas vezes aqui no Espartilho, que acredito que todo mundo tem seu espaço no mercado, na vida e pode ser feliz e bem sucedido. Tudo a seu tempo! Diante desta crença acho um absurdo querer derrubar o outro por pura insegurança. As pessoas tem seu espaço e se cada um respeitar o do outro, ninguém precisa temer.

Em alguns momentos precisamos lidar com reações desagradáveis das pessoas que nos cercam, por pura insegurança. Sei que insegurança é algo que atinge a todos nós seres humanos em algum momento da vida, mas é preciso ter auto-controle para não colocar os pés pelas mãos e ofender ou atravancar o trabalho alheio.

Passamos por muitas situações que nos testam cotidianamente. É uma resposta atravessada, um email grosseiro, um bom dia não respondido, uma informação boicotada…confesso estar cansada de situações como esta. Eu visto a camisa quando estou trabalhando para algo ou alguém e acredito que uma equipe deve se unir em benefício daquilo que defendemos e para quem trabalhamos, mas nem todo mundo pensa assim. E… às vezes, é preciso muita paciência para não sucumbir!

Senhor, dai-me paciência e sabedoria para continuar sabendo como agir nesses momentos.

Meme – Sete Pecados

Posted in Selos, Memes, Mimos e Prêmios with tags , , , , , , , , on janeiro 13, 2009 by Psiquê

meme1

Meus amores, desculpem a ausência, mas eu estava nos preparativos finais do casório, casei e acabo de voltar de honey moon. Por isso demorarei um pouco a dar conta de todos os posts e indicações. Começarei pelo primeiro hehehe! Recebi o meme Sete Pecados da Carla do Mulheres 3.0 plus

Sete Pecados

1. Gula: consiste em comer além do necessário e a toda hora;

2. Avareza: é a cobiça de bens materiais e dinheiro;

3. Inveja: desejar atributos, status, posse e habilidades de outra pessoa;

4. Ira: é a junção dos sentimentos de raiva, ódio, rancor que às vezes é incontrolável;

5. Soberba: é caracterizado pela falta de humildade de uma pessoa, alguém que se acha auto-suficiente;

6. Luxúria: apego aos prazeres carnais;

7. Preguiça: aversão a qualquer tipo de trabalho ou esforço físico.

Regras:

– Passar para 8 blogs
– Avisar e Linkar os blogs escolhidos
– Publicar suas respostas no blog

Respostas:

1. Gula: Petit Gateau.

2. Avareza: Gosto de gastar, mas com responsabilidade!

3. Inveja: O pior pecado, tenho horror! Se cada um fizer o seu, o mundo ficará bem melhor, mas, inevitavelmente,  algumas vezes,  pensamos com um ar invejoso.

4. Ira: Pela falta de consciência com o coletivo e o egoísmo das pessoas.

5. Soberba: De vez em quando ela pinta…

6. Luxúria: Sempre deve ser cometida hahaha!

7. Preguiça: Quase nunca me dou chance para tê-la!

Repasso o MEME para:

Jean Carlo – Amante das Imagens

Patricia Gomes – Estado de Lítio

Nina Victor – Fátuo Sofisma

Felina – Felina. Mulher, menina…

Sonia Regly – Compartilhando as letras

Carmem Electra – Erotismo para mulheres

Du Gaúcho – Blogando por prazer

Alec – INFACES

Há espaço para todo mundo

Posted in Comportamento, Relacionamento with tags , , , , , , , , , , on abril 1, 2008 by Psiquê

alex-k-1.jpg

Photo by Alex K

Às vezes tenho a sensação de que existem pessoas que sentem prazer em ver o outro cair. Muitas vezes, esses sentimentos sequer são reconhecidos por quem os nutre.

A inveja é algo que corrói aquele que a cultiva no peito e nós precisamos sempre crer e nos fortalecermos para não dar chance ao desânimo. Todas as vezes que uma porta se fecha, outra se abre em seguida e cabe a nós termos fé, confiança e sensibilidade para reconhecermos essas oportunidades.

Pode ser diante da perda de um emprego, de um amor, na doença, diante de um acidente, de um desentendimento, o que seja… Encontre força no amor! Ele te faz ser forte e encontrar no respeito um caminho para viver. Diante dessa reflexão eu parei para ouvir a música:

Não desista do Amor – do Padre Fábio de Melo

Eu sei que é difícil esperar
Mas Deus tem um tempo pra agir e pra curar
Só é preciso confiar

Se a cruz lhe pesa
Não é pra se entregar
mas pra se aprender amar
Como alguém que não desiste

A dor faz parte do cultivo desta fé
E só quem sabe o que se quer
Quem luta para conseguir ser feliz

Não desista do amor, não desista de amar
Não se entregue a dor porque ela um dia vai passar
Se a cruz lhe pesou e quer se entregar
Tal como Cirineu, Cristo vai lhe ajudar

Que Deus nos fortaleça e traga paz aos invejosos, pois eles precisam de misericórdia e precisam fortalecer sua própria auto-estima, porque há espaço para todos nesse mundo. E a vida não é feita só de coisas…

Amem, respeitem, tenham carinho pelo seu semelhante. Se permita admirar o outro por algo que ele faz bem, isso não te toma espaço, nem impede que você seja bom em outras coisas. Por que o ser humano tem que ser tão invejoso e perverso?

Amizade e Mulheres

Posted in Comportamento, Relacionamento with tags , , , , , , , , , , , on março 30, 2008 by Psiquê

amigas-3.jpg

Esta semana recebi a mensagem abaixo de uma amiga que me é muito querida, a Graziella. Primeiro partilhei a mesma com algumas outras amigas também especiais. Hoje resolvo partilhar com vocês. O que mais me chamou a atenção é que ela fala de todos os tipos de amigas que temos, até aquelas que vacilam quando mais precisamos. Por isso achei tão rica a mensagem.

Há quem diga que mulheres, quando são amigas, ficam insuportáveis…

…Porque concordam sempre uma com a outra e não se desgrudam.

A vida nos apresenta milhares de pessoas. E cada uma delas vem cumprir um papel em nossa vida.Todas elas ficam na nossa memória, nos nossos hábitos, nas nossas fotos, nos nossos guardados…Eu tenho saudade de todas as amigas que já tive na vida.

Tem as amigas da família, as primas, irmãs e tias, que sempre estão indo e vindo da sua vida, provando que o tempo passa, mas certas coisas nunca mudam. Aquela amiga desbocada que só fala palavrão e se mete em encrenca, mas faz você rir muito. Tem aquela com quem você anda de braços dados pra todo canto. Aquela pra quem você contou sobre o primeiro garoto que você gostou. Aquela que te dá toques sobre roupas, pessoas, corte de cabelo e comportamento.

Tem aquela outra que é chorona, aquela que critica você a cada cinco minutos, aquela “Nerd” e “CDF” que sabe de tudo, e aquela melosa, que gosta de abraçar e mandar recadinhos de amor. E aquela com quem você dividiu a cama naquela viagem que foi
o maior programa de índio da sua vida. Aquela pra quem você conta absolutamente tudo, e que você sente que foi entendida.

Aquela que te dá broncas e manda você parar de roer as unhas. Aquela que não tem vergonha de dizer que te ama. Aquela que apresenta os melhores caras. Aquela que passa com você o momento mais difícil da sua vida. Aquela que te liga todo dia. Aquela intelectual, que te ensina milhares de coisas. Aquela que abraçou em silêncio e sentiu você chorar e aquela que virou as costas quando você mais precisou. Aquela que faz tudo que você pede, e aquela egoísta. Aquela que ouve quando você está apaixonada e passa horas falando do mesmo assunto. E aquela que entende quando você a deixou pra ficar com seu namorado. E aquela outra que exige a sua atenção.

Tem também aquela idealista, com que você discute horas, os problemas existenciais da humanidade. Aquela que só liga no dia do seu aniversário, e que mesmo assim você adora. Aquela que parece sua mãe, e vive pra te dar conselho. Aquela de quem você sente muito ciúme. Aquela que você invejou secretamente.

Tem também aquela, por quem você sente um carinho enorme desde a primeira vez que viu. Aquela que pede a Deus por você, quando ora. Aquela que você magoou porque a trocou por outra que não valia nada. Aquela que te deu o conselho certo, mas que você não ouviu. E aquela única, com quem você divide o que tem de mais precioso…

Aquela que paga coisas para você, quando você está sem grana. Aquela que você arrumou o véu, antes dela entrar na igreja pra se casar. Aquela que era a mais chegada, mas sumiu e você nunca mais soube. E aquela que é uma irmã pra você. Tem quem não possui tantas amigas assim, mas tem aquela que vale por todas!!! Aquela que é sempre uma companhia gostosa, mesmo que o programa seja: ”não ter nada pra fazer”…

E tem também a melhor amiga. Aquela que é simplesmente “aquela”. Claro, os homens também sabem ser bons amigos. Também deixam ótimas lembranças. Mas nada é igual à amizade entre duas mulheres. Um grande beijo para as amigas que vierem a ler isso, para as que não vão ler, para aquelas que estão perto e longe de mim, para aquelas que eu lembro a todo minuto e para aquelas que eu esqueci. Digo sem piscar que a amizade vale a pena. E quem me ensinou isso, foi você!

Da admiração à inveja: um passo apenas!

Posted in Comportamento, Geral with tags , , , , , , , , , , on março 6, 2008 by Psiquê
mulher-12.jpg

Depois de tanto pensar no que escrever. Resolvi falar sobre um sentimento que ronda todos nós: a inveja.

Inveja (Desgosto ou pesar pelo bem ou pela felicidade de outrem. Desejo violento de possuir o bem alheio.)

Somos vítimas e praticantes da inveja, seja a “inveja construtiva” em que admiramos uma atitude ou uma personalidade e fazemos dela um exemplo a ser seguido. Nesse tipo de inveja não queremos que o outro deixe de ser algo, ou perca algo, apenas queremos seguir seu exemplo por admiração. Para chegar a esse ponto é preciso ter muito claro o conhecimento de si e sua auto-estima. Quando essas duas estão fracas, o sentimento pode pender para o lado negativo.

A inveja é muito presente em nosso dia-a-dia, até em rodas de “amigos” flagramos palavras, atitudes que denotam inveja e entristecem. Há várias experiências de pessoas próximas e ditas amigas que em algum momento tinham uma atitude má – de voluntária ou involuntariamente – querer estar em seu lugar e tirar algo que você possui. Para isso recomendo o filme: Desejo e Reparação.

Outrora ouvi um conhecido dizer: fulano me disse que queria ser eu. Que absurdo! Ninguém precisa ser o outro, ou querer estar no lugar do outro. Há espaço para todos, cada um tem suas próprias virtudes. O que temos que trabalhar sempre é a auto-estima, para não cultivar esse sentimento tão torpe, repugnante.

Há momentos em que nos deparamos com atitudes declaradamente invejosas em que o outro deseja realmente nos usurpar algo ou a alma…Às vezes o motivo é tão fútil e mesquinho que parece difícil compreender como alguém não é capaz de enxergar que todos nós temos capacidade de desenvolver nossas próprias habilidades e encontrar o nosso lugar.

Creio que temos muito mais chances de otimizar oportunidades se nos unimos e crescemos juntos. Se não for possível, que ao menos tenhamos a certeza de que a inveja é fruto de uma queda de auto-estima quando vemos no outro aquilo que não queremos ou não podemos ver em nós mesmos.

Como dizia Miguel de Cervantes: ” A inveja vê tudo com lentes de aumento que transformam pequenas coisas em grandiosas, anões em gigantes e indícios em certezas.”

Amizade entre mulheres. Existe?

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , on novembro 19, 2007 by Psiquê

escandalo-2.jpgescandalo.jpg

Há quem diga que amizade entre mulheres não existe, que elas na verdade estão sempre tentando apunhalar a outra pelas costas. Outros defendem que a cumplicidade entre mulheres é inigualável. Radicalismos de lado, qualquer relação de amizade pode envolver uma série de sentimentos. E mulheres, como homens, podem sim oferecer fidelidade e amizade entre si, como o contrário, apenas ameaças, inveja e cobiça. Cabe avaliar cada caso em questão, mas estar aberto a uma visão mais crítica dos relacionamentos.

Hoje conseguir assistir, depois de alguns meses, ao filme Notas sobre um Escândalo, com Cate Blanchett e  Jude Dench (ambas excepcionais em suas interpretações). O filme impressionou por sua qualidade e roteiro fantásticos. A trama conta a história de duas mulheres que excercem a função de professoras. Seus destinos se cruzam quando a jovem Sheba Hart (Blanchett) começa a trabalhar na escola St. George, onde a rígida Barbara é uma professora temida e respeitada pelos alunos.

Apesar da trama girar em torno do envolvimento que a jovem Hart tem com um de seus alunos, o relacionamento entre as duas é o que conduz a história e responde pelos desfechos que a mesma vai levar o espectador. O filme chama atenção pelos vários extremos que um relacionamento entre duas mulheres pode levar. Evidentemente que apesar dos diversos sentimentos envolvidos alcançarem seus picos de intensidade, nem sempre reunidos em apenas uma relação de amizade, trata-se de uma oportunidade única de reflexão.

Bárbara consegue vivenciar ao longo do filme: inveja, desejo, admiração, ira, cobiça, paixão, etc. A experiência de Bárbara chama atenção para a variedade de sentimentos que envolvem as amizades femininas. Não são poucas as pessoas que relatam experiências incômodas no que diz respeito ao comportamento de “amigas mulheres” em relação a sua vida.

A autora do livro, Zoe Heller comenta que resolveu abordar a relação entre duas mulheres com o realismo dos sentimentos que envolvem as amizades masculinas, dado que normalmente não se considera essa vertente do relacionamento entre mulheres, o que implica em uma visão distorcida das emoções que envolvem a mesma. Agressividade, inveja, cobiça, amor, admiração, amizade, desejo, ira, entre outros são alguns dos elementos que compõem a trama e as amizades, claro que em doses diferentes. Vale a pena assistir e refletir. Quero agora ler o livro.