Arquivo para luz

Gravidez – Parto Domiciliar

Posted in Gravidez, Maternidade, Saúde with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on janeiro 23, 2015 by Psiquê

4fe1e94d289be4cc6d7562c9f357bec4

 

O portal Mulher Uol publicou uma matéria interessante sobre parto domiciliar, seus prós e contras, além de quem pode optar por ele sem riscos. Há muita dificuldade de encontrar profissionais dispostos a dar informações e assumir o risco desta escolha. As mães que optam por seguir esta linha precisam de informação e muitas vezes se sentem desamparadas e inseguras. O Brasil é campeão em partos por cesária, pratica algo em torno de 80% dos partos por esta modalidade enquanto a OMS recomenda que este seja praticado apenas em caso de risco e se limite a cerca de 15% dos partos.

  • No parto em casa, a mulher escolhe a forma como quer dar à luz e tem o apoio do parceiro

Ana Cristina Duarte é uma parteira. Mas não daquelas do tempo de nossas avós. Ela é ativista de um movimento que defende a opção pelo parto domiciliar planejado. Nele, mulheres em gravidez de baixo risco dão à luz em casa, na companhia de quem escolher. Não é utilizado nenhum tipo de medicamento para diminuir a dor, a não ser métodos naturais de analgesia, como água quente, massagens e técnicas de relaxamento e de respiração. O parto também não é induzido com a administração do hormônio ocitocina –e, por isso, dura entre oito e 12 horas em mães de primeira viagem. Tudo fora do ambiente hospitalar.

É exatamente o fato de não acontecer em um hospital que colocou a classe médica contra a prática. Enfermeiros e obstetras são legalmente habilitados para assistir partos em casa, mas o Conselho Federal de Medicina considera mais seguro que ele seja feito no hospital. O Conselho Regional de Medicina do Rio de Janeiro (Cremerj) chegou a vetar que médicos no Estado assistissem partos domiciliares e a pedir à entidade paulista –o Cremesp– a punição do médico obstetra Jorge Francisco Kuhn, que defendeu a opção pelo parto em casa em entrevista ao programa “Fantástico” (Globo), em junho. A instrução do Cremerj contra o parto domiciliar foi derrubada pela Justiça do Rio de Janeiro e levou ativistas a marchas em 16 pontos do país.

“Nossa visão é a de que o parto domiciliar não é aconselhável”, diz o obstetra Mário Macoto, do Hospital das Clínicas da USP. “Isso porque existem alguns imprevistos. Por exemplo, o prolapso do cordão (quando o cordão sai antes), um período expulsivo muito prolongado, a retenção de placenta, um sangramento importante. E quando a mulher chega a nós, chegam duas vidas que precisam ser cuidadas. A da mãe e a do bebê”, diz Macoto.

Kuhn não concorda que haja perigo aumentado nos casos de gravidez de baixo risco. “Assisti cerca de 100 partos domiciliares e nunca houve um caso de emergência como prolapso do cordão ou descolamento da placenta”, diz Kuhn, que se tornou um “vaginalista” convicto após um período de estudos e plantões na Universidade Livre de Berlim, entre 1990 e 1991.

“Em 15 desses casos, houve remoção para hospital. Mas isso aconteceu pelo desejo da mulher, seja porque o trabalho estava muito estafante, seja porque pediu para ser anestesiada. Em nenhum deles houve cesária”. Segundo Kuhn, casos de emergência são de apenas 1%.

Foi exatamente uma cesária desnecessária que levou Ana Cristina Duarte ao movimento pelo parto domiciliar planejado. “O médico era um figurão da USP, mas não tinha tempo para um parto normal”,  diz Duarte. Na segunda gravidez, ela procurou algum médico conhecido por fazer parto normal. Mas isso não é fácil no Brasil, o país com a maior porcentagem de cesárias no mundo, segundo a Unicef. Segundo dados do DataSUS, o número de cesáreas ultrapassou em 2009 o de partos normais –enquanto a OMS aconselhe que ocorra em apenas 15% dos casos.

Quando Ana Cristina teve um parto natural, ele aconteceu em um hospital –um ambiente em que disse ter-se sentido sozinha, desamparada. Foi por isso que em 1999 começou a estudar e militar pelo parto humanizado. Tornou-se doula (uma pessoa que dá apoio emocional e físico para a parturiente) –e em 2008 se formou no curso de obstetrícia da Escola de Artes e Ciências Humanas da USP. Então, passou a assistir partos domiciliares e a enfrentar a oposição de parte da classe médica.

Meio-termo

Parto normal, natural, humanizado e domiciliar planejado. Todos esses tipos de parto são vaginais, e, como não envolvem uma cirurgia, têm risco de infecção hospitalar menor e recuperação mais rápida da mulher em relação à cesariana. Qual então a diferença entre eles?

O parto normal significa basicamente que é vaginal. Isso, no entanto, não significa que não haja intervenções médicas. Se a mulher sentir dores intensas, é aplicada anestesia. Para acelerar o parto, são administrados hormônios. Também é feita a episiotomia, caso necessário. Por outro lado, no parto natural, o papel do médico se resume a acompanhar o parto, e não induzi-lo.

Já o parto humanizado não é em si uma técnica, mas o controle das decisões sobre o parto pela mulher, e não pela equipe médica. Isso inclui a presença de acompanhantes, a escolha da posição em que se sentir mais confortável, a presença do bebê logo após o parto. Para isso acontecer sem pressão de tempo nem desconforto pelo ambiente hospitalar, alguns hospitais privados têm suítes de parto, e o SUS, as casas de parto.

Para Mário Macoto, o problema não é o “parto humanizado”, mas o fato de o parto domiciliar não acontecer no hospital. “Nas condições em que vivemos, dificilmente a parturiente terá acesso da casa à sala do hospital em 10 ou 20 minutos.”

Mas entre a ideia de um parto hospitalar humanizado e a prática existe ainda um abismo. São poucas as suítes de parto em hospitais privados e as casas de parto cobertas pelo SUS –em São Paulo são três na capital e nenhuma no interior.

Enquanto isso, discussão contra e a favor o parto domiciliar só esquenta. “Quando o médico se opõe ao parto domiciliar, baseia-se apenas em sua opinião, não em evidências científicas. O fato é que o médico é apenas um dos atores envolvidos no nascimento. Um ator com formação voltada à doença, não para a normalidade”, diz Ana Cristina Duarte.

Mas, afinal, como é um parto domiciliar planejado, em quais casos equipes de saúde o realizam e quais os seus riscos? Especialistas ouvidos pelo UOL Gravidez e Filhos respondem essas e outras perguntas a seguir.

A escolha

Uma vez interessada em um parto domiciliar planejado, a gestante e seu parceiro têm de procurar profissionais que ofereçam esse tipo de serviço: um obstetra ou enfermeiro obstetra, todos com qualificação formal para atender partos de baixo risco. Essa será a mesma pessoa que acompanhará o casal, desde o pré-natal até o pós-parto. Embora seja raro, médicos obstetras também podem fazer o parto domiciliar.

Para que possa atender em casa, esse profissional de saúde precisa ter bastante experiência acumulada. “Quando se formam, enfermeiras e obstetras ainda não estão preparados para assistir um parto domiciliar. Precisam obter muita experiência, o que ocorre integrando uma equipe ou trabalhando em hospital”, diz Nádia Narchi, coordenadora e professora do curso de obstetrícia da EACH-USP.

Segundo a enfermeira obstetra Priscila Colacioppo, no primeiro encontro, que dura por volta de duas horas, é explicado o que é o parto domiciliar planejado e suas condições. “É comum o parceiro estar meio ressabiado, mas o fato é que o homem é o nosso maior aliado no parto, quem mais compartilha. É o casal que dá à luz.”

Anúncios

Olhos felinos

Posted in Cultura e Arte, esoterismo, Estética e Beleza with tags , , , , , , , , , , , , , , , , on novembro 26, 2014 by Psiquê

bruxa2

Hoje estava navegando por algumas páginas sobre o feminino e me deparei com um texto bem legal. Na hora comentei com uma amiga uma ideia que volta e meia me vem à cabeça: se eu fosse espírita/espiritualista e acreditasse em reencarnação, diria que se tivesse vivido na época da Inquisição, teria sido condenada à fogueira, pois poderia ter sido considerada uma bruxa. Digo isso porque me encanta tanto o feminino, a arte, o corpo, a força da natureza, os astros, as estrelas, a possibilidade de cuidar disso tudo e defender o direito de todas nós mulheres termos o direito de cuidar de nós mesmas com o encantamento e a sensualidade do feminino…

E o texto de Rose Kareemi Ponce, que compartilho abaixo, me inspirou…

Então, ele se deu conta que ela era uma bruxa.
Não uma bruxa dessas de contos de fadas, com verrugas e mãos tortas. Uma bruxa com intensos olhos felinos, que o faziam ficar sempre atento, como se ela à espreita, fosse dar o bote a qualquer instante, tomando seu coração em suas garras e se alimentando de sua alma.
Uma bruxa que caminhava suavemente, sem deixar marcas pelo chão, porém deixando pegadas em seu coração.
Ele percebeu a sutileza de seu toque, a suavidade de suas palavras e se viu preso sem amarras aquela mulher, que livre, também o libertava. Que doce, o acalentava.
E ali estava perdido entre o irreal que se mostrava nítido sob a luz de seu olhar, e o real que se desfazia e escorria pelas mãos, como areia, como água que flui. Como ela, que passeava livre por seus lençóis e desaparecia nas manhãs.
Feito lua, iluminava suas noites.
Feito estrela, brilhava em suas mãos.
Feito o vento, voava e saía pelas janelas antes mesmo que pudesse prendê-la!
Feito ar, alimentava seus pulmões de vida!
Feito fogo, queimava sua pele e sua alma.
Feito menina, encantava.
Feito mulher, seduzia.
Sendo dele, era livre.
Sendo livre, nunca fora tão intensamente de alguém!

Dedos do silêncio

Posted in Poesia Erótica with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on junho 6, 2013 by Psiquê

ddd3adffd84d40bf2071597feb595730

 

 

Dedos do silêncio

Vem…
Me toma à beira da noite,
caminha por mim
com seus passos molhados,
despeja seu rio no meu cálice
– pois minha emoção é só água.

Vem…
Que eu lhe dou um trago
deste meu vinho guardado,
destas minhas uvas
frescas de inverno…
Que eu derramo em gotas meu perfume
pelos quatro cantos do seu corpo,
vestindo sua pele com a camurça
da nudez e do silêncio.

Vem…
Deita e me canta,
sente meu desejo
se esgueirando pelos seus dedos,
veleja sem bússola
pelos meus sentidos,
me olha como quem pede lua…

Deixa eu sussurrar minhas folhas,
soprar minhas pétalas
pelo seu peito de relva,
pelo seu solo macio.
Vem… Não volta,
esquece a hora morta
do cotidiano de sempre.
Me toca feito música
e deixa eu cantar meu bolero
pelas suas curvas de carne…

Sinto-me inocência
passeando por suas alturas,
por seus andares cheios
da mais noturna noite densa.

Desvenda essa face molhada
e me mostra a sua vertente original
de emoção-fêmea pura…
Que eu o espero na branca paz
do meu ventre adormecido,
dos meus braços plenos
de fogueiras e cantigas.

Vem…
Que eu desfolho
toda essa sua vontade nua,
que eu desperto
todo esse seu lado cigano…
pois o meu leite é morno
e é rosa franca meu sorriso.
Deixa seu barco
navegar pelo meu leito,
que eu carrego no peito a ânsia
de hastear a bandeira do infinito…

Vem…
Deita… Me namora…
Me afoga no espelho de luz
dessa madrugada afora,
me diz que no nosso tempo
não há tempo nem hora,
que eu não agüento
a flor do sexo que arde
nas entranhas de mim…

Deixa que eu amanheça
na espuma dessa sua onda quente,
deixa sua emoção fluir
da garganta num repente…
Que eu carrego nos olhos de relento
a voz que lhe pede a terra
e que lhe entrega o mar.

Autoria de Rosy Feros

O silêncio

Posted in Poesia Erótica with tags , , , , , , , , , , , , , , , on dezembro 28, 2011 by Psiquê

O silêncio

Dos corpos esgotados que silêncio
tão apaziguador se levantava!

(Tinha uma rosa triste nos cabelos,
uma sombra na túnica de luz…)

Para o fundo das almas caminhava,
devagar, o sonâmbulo silêncio.

(Que apertados anéis nos braços nus!)

Mas o silêncio vinha desprendê-los.

Autoria: David Mourão Ferreira

10 Dicas para Economizar Luz

Posted in Comportamento, Curiosidades with tags , , , , , , , , , on janeiro 5, 2011 by Psiquê

Bekah Jenkins by Carter Smith

Ganhei uma agenda ecológica supermaneira e com ela aprendi e relembrei algumas dicas bem interessantes.

Vou partilhar algumas ideias aqui com vocês aos poucos. Hoje começamos por 10 dicas para economizar luz. Algumas eu já pratico em minha casa, outras vou passar a adotar.
Vamos lá às 10 dicas para economizar luz:

1. Troque lâmpadas comuns por lâmpadas eletrônicas. Além de serem mais econômicas, têm maior durabilidade;
2. Desligue os aparelhos eletrônicos quando não estiver usando. Eles consomem energia mesmo em “stand by“. (Isso é verdade, economizei muito depois que passei a desligar e não deixar em stand by!);
3. Reduza o tempo do banho e deixe o chuveiro sempre ligado na posição “verão”;
4. Desligue o ventilador quando sair do ambiente. Reduza a potência do ar condicionado e veja se ele está sendo realmente necessário antes de ligar;
5. Evite abrir demais a porta da geladeira, ou deixá-la aberta por muito tempo, pensando antes no que vai pegar;
6. Abra as janelas para entrar luz natural e ar;
7. Procure acumular a roupa para usar o ferro de passar apenas uma vez por semana;
8. Limite também a uma vez por semana a utilização do aspirador e da máquina de lavar roupa;
9. Evite ligar vários aparelhos eletrônicos ao mesmo tempo sem estar utilizando: TV, aparelho de som, computador;
10. Não durma com a TV ligada.

Depois teremos mais dicas de como economizar água e combustível, além de dicas sobre coleta seletiva.

Beijo e boas práticas em 2011!

Hoje eu me autorizo a…

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on maio 11, 2010 by Psiquê

Terminei de ler o livro Cinderela de Saia Justa, de Chris Linnares, publicado pela editora Gente e recomendo a leitura. É supergostosa, rápida e hiperanimadora! Quem quiser fique à vontade, está disponível em diversas livrarias e também pode ser comprado em sebos, através do site Estante Virtual, onde comprei.

E o livro apresenta algumas dicas que valem a pena serem colocadas em prática. Uma delas e repetir para si mesma em voz alta ou não as seguintes afirmações:

A PARTIR DE HOJE EU ME AUTORIZO…

  • … a me sentir valorizada , mesmo quando os outros não reconhecem meu valor;
  •  … a dar uma oportunidade para o amor, mesmo quando meu coração insistir em manter as portas fechadas;
  • … a sentir prazer, mesmo quando a culpa e o medo tentarem roubá-lo de mim;
  • … a confiar nas minhas capacidades, mesmo tendo me acostumado a menosprezá-las;
  • … a superar minhas limitações, mesmo tendo desistido de enfrentá-las;
  • … à felicidade;
  • … às grandes oportunidades;
  • … a acreditar no melhor da vida, mesmo estando acostumada a acreditar que isso não passa de utopia.

A PARTIR DE HOJE EU ME AUTORIZO…

  • … a dar o meu melhor sorriso, mesmo que talvez eu não receba outro de volta;
  • … a vestir a roupa mais bonita, mesmo quando eu me sentir feia e caída;
  • … a expressar palavras de alegria, mesmo quando eu me sentir triste e desiludida;
  • … a ser generosa, mesmo não recebendo nada em troca;
  • … a oferecer o melhor de mim todos os dias, com a certeza de receber o melhor da vida;
  • … pois não há dádiva maior que conhecer o melhor que está em mim.

A PARTIR DE HOJE EU ME AUTORIZO…

  • … a aceitar os anseios da minha alma;
  • … a sentir os desejos que pulsam em meu coração;
  • … a conhecer minhas emoções mais profundas;
  • … a despertar meus talentos e potencialidades;
  • … a trabalhar para realizar meus verdadeiros sonhos;
  • … a me libertar para encontrar meu caminho;
  • … a valorizar o que tenho e o que sou;
  • … a ter coragem de reconhecer o que é importante para a minha vida;
  • … a ser vitoriosa na minha vida pessoal e profissional;
  • … a não me comparar nem a me desvalorizar.

Porque onde estou e como estou é a porta de entrada para a realização da minha história. Uma história única e fascinante, na qual a autenticidade é minha maior diretriz.

A PARTIR DE HOJE EU ME AUTORIZO…

  • … a viver o meu presente;
  • … a viver o meu melhor;
  •  … porque estou no lugar certo, com as pessoas certas e na hora certa;
  • … por isso, escolho;
  • … a coragem, em vez do medo;
  • … a fé, em vez da dúvida;
  • … o amor, em vez da mágoa;
  • … a luz, em vez da escuridão;
  • … escolho fazer da confiança a minha bússola,
  • … bússola que me guia para atravessar mares e abrir grandiosos caminhos;
  •  … a partir de hoje confio que o melhor infalivelmente me acontece;
  • … e muitas vezes o melhor não é o que espero;
  • … mas aquilo de que preciso para trilhar meu verdadeiro caminho.

O mundo é feito de boas idéias

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on maio 15, 2009 by Psiquê

Hoje, navegando pelo Ladybugbrazil encontrei dicas muito interessantes de se Mudar o Mundo e conscientizar os amigos a fazer sua parte também.

Também hoje ao pegar minha conta de luz, tive outro incentivo…

76964765ms5

No último mês resolvi desligar todos os aparelhos não usados das tomadas (ao sair de casa e ao deitar), ao invés de deixá-los em stand by. O resultado foi bastante satisfatório no preço da minha conta de luz. Caiu bastante e isso é muito animador. Reduzir os gastos com energia alegram o bolso e o ambiente.

No que diz respeito ao ambiente, e a conscientização ambiental, o site Mude o Mundo lançou no Natal passado uma série de cartões virtuais que incentivam o consumo consciente, a economia de água, o consumo de alimentos orgânicos, a economia de luz, deixar o carro em casa, utilizar menos papel e sacolas plásticas, ser voluntário, salvar o mundo…

Não precisa nem dizer que EU APOIO ESSA IDEIA  e  que defendo a tese de que, em 2009, esses cartões poderiam ser relançados.

24913737pw8

Como disse, as pequenas novas atitudes podem ser adotadas em nossa rotina diária. Por exemplo, se no seu condomínio, casa ou edifício não há coleta seletiva que tal implementar?

Coleta Seletiva de lixo: separação e recolhimento dos resíduos descartados. Os materiais são separados do lixo orgânico (restos de carnes, frutas, verduras e demais alimentos), o qual é descartado em aterros sanitários para a fabricação de adubos orgânicos. Nesse sistema de coleta seletiva, os itens recicláveis são separados pelo material com que são produzidos: papéis,   plásticos, metais e vidros.

38162235qr2

Outros lixos não recicláveis também devem ser separados, pois ao serem depositados no meio ambiente provocam contaminação do solo: a) pilhas, baterias. Elas devem ser separadas e entregues em postos de coleta para que tenham um destino específico; b) lixos hospitalares também costumam estar infectados com vírus e bactérias e devem ser armazenados de forma segura e levados para incineração em locais apropriados.

 Além de ser uma fonte de renda, a coleta seletiva é uma ação que pode beneficiar as gerações futuras e reaproveitar de modo sustentável o nossos bens naturais.

89926855yg0

Outra iniciativa importante do Mude o Mundo, foram as 50 dicas contra o Aquecimento Global adaptadas e traduzidas do Global Warming Facts.

  1. Troque suas lâmpadas incandescentes por fluorescentes
    Lâmpadas fluorescentes gastam 60% menos energia que uma incandescente. Assim, você economizará 136 quilos de gás carbônico anualmente.
  2. Limpe ou troque os filtros o seu ar condicionado
    Um ar condicionado sujo representa 158 quilos de gás carbônico a mais na atmosfera por ano.
  3. Escolha eletrodomésticos de baixo consumo energético
    Procure por aparelhos com o selo do Procel (no caso de nacionais) ou Energy Star (no caso de importados).
  4. Não deixe seus aparelhos em standby
    Simplesmente desligue ou tire da tomada quando não estiver usando um eletrodoméstico. A função de standby de um aparelho usa cerca de 15% a 40% da energia consumida quando ele está em uso.
  5. Mude sua geladeira ou freezer de lugar
    Ao colocá-los próximos ao fogão, eles utilizam muito mais energia para compensar o ganho de temperatura. Colocar roupas e tênis para secar atrás deles então, nem pensar! Mas isso ninguém mais faz hoje em dia… faz?
  6. Descongele geladeiras e freezers antigos… se é que você ainda tem um!
    Se for o caso, considere trocar de aparelho. Os novos modelos consomem até metade da energia dos modelos mais antigos, o que subsidia o valor do eletrodoméstico a médio/longo prazo.
  7. Feche suas panelas enquanto cozinha
    Simples, não? Ao fazer isso você aproveita o calor que simplesmente se perderia no ar. Já as panelas de pressão economizam cerca de 70% do gás utilizado!
  8. Use a máquina de lavar roupas/louça só quando estiverem cheias
    Caso você realmente precise usá-las com metade da capacidade, selecione os modos de menor consumo de água. Se você usa lava-louças, não é necessário usar água quente para pratos e talheres pouco sujos. Só o detergente já resolve.
  9. Tome banho de chuveiro
    E de preferência, rápido. Um banho de banheira consome até quatro vezes mais energia e água que um chuveiro.
  10. Use menos água quente
    Aquecer água consome muita energia. Para lavar a louça ou as roupas, prefira usar água morna ou fria.
  11. Pendure ao invés de usar a secadora
    Você pode economizar mais de 317 quilos de gás carbônico se pendurar as roupas durante metade do ano ao invés de usar a secadora.
  12. Nunca é demais lembrar: recicle
  13. Faça compostagem
    Cerca de 3% do metano que ajuda a causar o efeito estufa é gerado pelo lixo orgânico doméstico. Aprenda a fazer compostagem: além de reduzir o problema, você terá um jardim saudável e bonito.
  14. Reduza o uso de embalagens
    Embalagem menor é sinônimo de desperdício de água, combustível e recursos naturais. Prefira embalagens maiores, de preferência com refil. Evite ao máximo comprar água em garrafinhas, leve sempre com você a sua própria.
  15. Compre papel reciclado
    Produzir papel reciclado consome de 70 a 90% menos energia do que o papel comum, e poupa nossas florestas.
  16. Utilize uma sacola para as compras
    Sacolinhas plásticas descartáveis são um dos grandes inimigos do meio-ambiente. Elas não apenas liberam gás carbônico e metano na atmosfera, como também poluem o solo e o mar. Quando for ao supermercado, leve uma sacola de feira ou suas próprias sacolinhas plásticas.
  17. Plante uma árvore
    Uma árvore absorve uma tonelada de gás carbônico durante sua vida. Plante árvores no seu jardim ou inscreva-se em programas como o SOS Mata Atlântica ou Iniciativa Verde.
  18. Compre alimentos produzidos na sua região
    Fazendo isso, além de economizar combustível, você incentiva o crescimento da sua comunidade, bairro ou cidade.
  19. Compre alimentos frescos ao invés de congelados
    Comida congelada consome até 10 vezes mais energia para ser produzida. É uma praticidade que nem sempre vale a pena.
  20. Compre orgânicos
  21. Coma menos carne
    O metano, emitido por bois e vacas é um dos maiores responsáveis pelo efeito estufa. Além disso, a produção de carne demanda uma quantidade enorme de água e terras.
  22. Ande menos de carro
    Use menos o carro e mais o transporte coletivo (ônibus, metrô) ou o limpo (bicicleta ou a pé). Se você deixar o carro em casa 2 vezes por semana, deixará de emitir 700 quilos de poluentes por ano.
  23. Não deixe o bagageiro vazio em cima do carro
    Qualquer peso extra no carro causa aumento no consumo de combustível. Um bagageiro vazio gasta 10% a mais de combustível, devido ao seu peso e aumento da resistência do ar.
  24. Mantenha seu carro regulado
    Calibre os pneus a cada 15 dias e faça uma revisão completa a cada seis meses, ou de acordo com a recomendação do fabricante. Carros regulados poluem menos. A manutenção correta de apenas 1% da frota de veículos mundial representa meia tonelada de gás carbônico a menos na atmosfera.
  25. Dirija com atenção e não desperdice combustível
    Escolha as marchas corretas, utilize o freio de mão ao invés do pedal quando possível, desligue o carro quando ele ficar mais de 1 minuto parado. Dessa forma, você economiza dinheiro, combustível e o meio-ambiente.
  26. Lave o carro a seco
  27. Quando for trocar de carro, escolha um modelo menos poluente
  28. Use o telefone ou a Internet
    A quantas reuniões de 15 minutos você já compareceu esse ano, para as quais teve que dirigir por quase uma hora para ir e outra para voltar? Usar o telefone ou skype pode poupar você de stress, além de economizar um bom dinheiro e poupar a atmosfera.
  29. Voe menos
    Deixar de pegar um avião apenas uma ou duas vezes por ano faz uma diferença significativa para a atmosfera. Se você não pode se dar esse luxo, que tal neutralizar suas emissões?
  30. Incentive sua escola, trabalho ou condomínio a reduzir suas emissões
  31. Economize CDs e DVDs
    CDs e DVDs sem dúvida são mídias eficientes e baratas, mas você sabia que um CD leva cerca de 450 anos para se decompor e que, ao ser incinerado, ele volta como chuva ácida (como a maioria dos plásticos)?
    Utilize mídias regraváveis, como CD-RWs, drives USB ou mesmo e-mail ou FTP para carregar ou partilhar seus arquivos. Hoje em dia, são poucos arquivos que não podem ser disponibilizados virtualmente ao invés de em mídias físicas.
  32. Proteja as florestas
    Por anos os ambientalistas foram vistos como “eco-chatos”. Mas em tempos de aquecimento global, as árvores precisam de mais defensores do que nunca. O papel delas no aquecimento global é crítico, pois mantém a quantidade de gás carbônico controlada na atmosfera.
  33. Considere o impacto de seus investimentos
    O dinheiro que você investe não rende juros sozinho. Isso só acontece quando ele é investido em empresas ou países que dão lucro. Na onda da sustentabilidade, vários bancos estão considerando o impacto ambiental das empresas em que investem o dinheiro dos seus clientes. Informe-se com o seu gerente antes de escolher o melhor investimento para você e o meio ambiente.
  34. Informe-se sobre a política ambiental das empresas que você contrata
  35. Desligue o computador
    Muita gente tem o péssimo hábito de deixar o computador de casa ou da empresa ligado ininterruptamente, às vezes fazendo downloads, às vezes simplesmente por comodidade. Desligue o computador sempre que for ficar mais de 2 horas sem utilizá-lo e o monitor por até quinze minutos.
  36. Considere trocar seu monitor
    O maior responsável pelo consumo de energia de um computador é o monitor. Monitores de LCD são mais econômicos, ocupam menos espaço na mesa e estão ficando cada vez mais baratos. O que fazer com o antigo? Doe a instituições como o Comitê para a Democratização da Informática.
  37. Não troque o seu iPod ou celular
  38. No escritório, desligue o ar condicionado uma hora antes do final do expediente
    Num período de 8 horas, isso equivale a 12,5% de economia diária, o que equivale a quase um mês de economia no final do ano. Além disso, no final do expediente a temperatura começa a ser mais amena.
  39. Não permita que as crianças brinquem com água
  40. No hotel, economize toalhas
    Em alguns hotéis, o hóspede tem a opção de não ter as toalhas trocadas diariamente, para economizar água e energia.
  41. Participe de ações virtuais
    A Internet é uma arma poderosa na conscientização e mobilização das pessoas. Um exemplo é o site ClickÁrvore, que planta árvores com a ajuda dos internautas. Informe-se e aja!
  42. Instale uma válvula na sua descarga
    Instale uma válvula para regular a quantidade de água liberada no seu vaso sanitário: mais quantidade para o número 2, menos para o número 1!
  43. Economize água em suas viagens
    Ao viajar para regiões onde a água é escassa, economize mais ainda.
  44. Recicle árvores e cartões de Natal
  45. Não peça comida para viagem
    Se você já foi até o restaurante ou à lanchonete, que tal sentar um pouco e curtir sua comida ao invés de pedir para viagem? Assim você economiza as embalagens de plástico e isopor utilizadas.
  46. Regue as plantas à noite
    Ao regar as plantas à noite ou de manhãzinha, você impede que a água se perca na evaporação, e também evita choques térmicos que podem agredir suas plantas.
  47. Frequente restaurantes naturais/orgânicos
  48. Vá de escada
    Para subir até dois andares ou descer três, que tal ir de escada? Além de fazer exercício, você economiza energia. Se você vai de elevador, a boa-educação manda que você espere quem ainda está chegando, certo?
  49. Faça sua voz ser ouvida pelos seus representantes
    Use a Internet, cartas ou telefone para falar com os seus representantes em sua cidade, estado e país. Mobilize-se e certifique-se de que os seus interesses – e de todo o planeta – sejam atendidos.
  50. Divulgue essa lista!

Vamos nessa, meus amores. Cada um de nós pode fazer a sua parte. BOM TRABALHO!

82571574xc3