Arquivo para material

A vida é o que você faz dela

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , , on fevereiro 5, 2012 by Psiquê

Conforme falei há alguns posts, depois de ler o artigo do Peter Buffet em uma revista, comprei o livro A vida é o que você faz dela, de sua autoria. O livro é bem legal, incita a várias reflexões, mas acaba obviamente entregando a nós mesmos o poder de decidir, o que é o sucesso, a felicidade, uma vida bem sucedida para cada um de nós.

No final do livro, Buffet cita uma fala atribuída a Goethe, porém sem provas de sua autoria, que me pareceu resumir bem sua ideia.

“Até que uma pessoa se comprometa, há indecisão, o risco de retroceder. Com relação a todos os atos de iniciativa e criação, há uma verdade elementar, a ignorância que mata inúmeras ideias e planos excelentes: esse é o momento em que uma pessoa definitivamente se compromete, então a Providência age também. Alguns eventos inesperados ocorrem para ajudar a pessoa. Uma série completa de acontecimentos brotam da decisão, construindo a favor dessa pessoa todas as formas de acontecimentos imprevistos, encontros e assistência material, as quais nenhum homem poderia ter sonhado que atravessaria seu caminho. Seja o que for que você possa fazer, ou sonhar que pode fazer comece. A coragem tem genialidade, poder e magia. Comece agora”.

Cuidado com suas prioridades

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , on março 11, 2009 by Psiquê

tailleur

Como já dividi com vocês, minha vida em 2009 começou toda nova…emprego novo, casamento, casa nova, dia-a-dia novo, amigos novos, etc.  Graças a Deus! O que ficou ainda mais acentuado foi a falta de tempo de cuidar de várias coisas que gostaria de cuidar. Claro que, como já disse também,  isso tudo é uma questão de adaptação e rearrumação.

Entretanto, diante de todas essas questões acabamos nos esquecendo de pensar no essencial: nossa vida, nosso tempo na terra e aqueles que amamos. Hoje recebi uma notícia, junto com uma amiga, sobre a saúde da filhinha dela e a forma como ela reagiu me fez pensar em como nós perdemos tempo com coisas insignificantes e com picuinhas desnecessárias.

A vida é o hoje, o agora e é nesse momento que devemos declarar o quanto amamos o outro e devemos ser capazes de pensar grande e além das coisas.

Tenham fé para aprender a não endurecer e materializar seus corações!

Fiquem com Deus!