Arquivo para memória

Memória e cansaço

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , on maio 31, 2016 by Psiquê

3138926

Cada dia que passa tenho mais certeza do quão importante é desacelerarmos das pressões e corre-corre do dia a dia para ouvir um pouquinho mais o nosso corpo. Se não o fizermos por bem, muitas vezes, acabamos por ser forçados a fazê-lo por mal.

O cansaço,  muitas vezes, atrapalha o próprio sono  e isso gera um efeito dominó, pois a falta de descanso na hora que certa, faz o corpo ficar cansado ao longo do dia e acaba comprometendo uma série de atividades, incluindo as capacidades da memória.

Temos que aprender a desacelerar essa correria e ouvir as demandas de descanso dos nossos corpos, principalmente quando já não somos mais tão novinhos.

Estou passando por isso agora e, embora tenha revisto meus conceitos em relação a muito do que faço com o meu tempo, alguns aprendizados ainda requerem uma prática de longo prazo. E você? O que faz para contornar isso?

Vamos aprender e praticar juntos e diariamente.

Um beijo e boa noite.

Anúncios

Sobre viver o presente

Posted in Comportamento, Uncategorized with tags , , , , , , , , , , , , , , on abril 15, 2016 by Psiquê

tumblr_ljpeg4bGkM1qb9uyvo1_500_large

Como já compartilhei com vocês a yoga tem me despertado muito para questões como a nossa finitude, bem estar e a importância de viver no presente, para vencer problemas tão comuns hoje em dia como ansiedade, insônia e depressão.

Recentemente fiz um curso, bem legal sobre meditação e conheci a obra que compartilho a seguir:

O passado e o futuro só existem em nossa mente, como pensamentos. Quase a totalidade do nosso sofrimento está em nossas lembranças e em nossa imaginação.O momento presente sempre nos oferece paz, mas é raro conseguirmos estar inteiros e presentes nele. A consciência do momento presente é uma questão de vida ou morte. Pois a vida acontece nele e, se sempre estivermos com a mente alucinada pelo incessante movimento entre passado e futuro, memória e imaginação, nunca estaremos realmente inteiros no presente. Como a vida acontece no momento presente, perdê-lo não é diferente de perder a própria vida.

Por isso, sempre que se perceber numa condição de desconforto, aflição ou sofrimento, observe o que está se passando em sua mente; verifique se tem relação com o agora, está relacionado com algo que já passou, ou ainda não aconteceu. É muito provável que você descubra que essa agonia não tem relação alguma com o agora e, como a vida acontece no agora, a agonia não é real, só existe como pensamento em sua mente. Precisamos desenvolver a habilidade de manter-nos presentes no agora e, assim, desfrutar toda paz que não cessa de estar presente em nossa vida. Precisamos lembrar sempre que a paz está embaixo do nosso nariz e respirar, respirar, respirar.

Mas, como ainda não desenvolvemos essa habilidade e lembrança constante, nossa mente arrasta-nos a atenção para o passado e para futuro. Esses pensamentos despertam uma série de emoções que nada tem a ver com o momento presente, e essas emoções criam uma série de sensações físicas. Sem perceber, ficamos tão acostumados coma mente turbulenta que tomamos o irreal por real. Esquecemos totalmente que a paz está embaixo do nosso nariz, dentro de nós, no aqui e agora e que precisamos respirar.” Do livro Yoga – Inspirando Paz Expirando Amor, de Carlos Henrique Viard Junior.

Recomendo fortemente a leitura.

 

Memória olfativa

Posted in Comportamento, Curiosidades with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on agosto 10, 2014 by Psiquê

2662337

Não sei se você também já parou para lembrar de uma situação passada ou de um sentimento adormecido, esquecido, vivido ou até sepultado quando sentiu um cheiro…seja de um perfume, de uma comida, de um incenso, de um tecido, ou qualquer que seja.

Isso acontece muito comigo com o desodorante e o perfume. No outro dia me  peguei comprando o mesmo desodorante que usei durante 10 dias em uma viagem e cada lembrança daquela viagem veio à tona na minha memória, uma delícia. Como em um livro estava revivendo aquela época. E interessante é que como já usei desodorantes diferentes em diversas viagens, eles estimulam a lembrança de momentos distintos.

O perfume também evoca este tipo de reação. Ao arrumar meu armário, encontrei um perfume que estava no fim e resolvi usá-lo novamente…desde a primeira borrifada, minha memória resgatou momentos vividos anos atrás quando costuma usar aquele perfume.

Fiquei encantada com o poder da memória olfativa..

Um pesquisa publicada pelo caderno Ciência do jornal Estadão falou sobre os poderes do olfato nas emoções: “…o córtex olfativo está envolvido com o sistema límbico do cérebro e com a amígdala, onde as emoções nascem e as memórias emotivas são registradas. É por isso que cheiros, sentimentos e memórias ficam tão próximos…”

O portal Neurociências em benefício da Educação, também traz um texto sobre memória olfativa bem interessante. A psicóloga e escritora Angelita Corrêa Scardua, escreve em seu blog Os Sentidos da Felicidade, um texto muito interessante sobre olfato e afeto, do qual compartilho o seguinte trecho:

“O interessante dessa relação entre cheiro, emoção e memória é que: como cada um de nós tem um cheiro próprio, e como cada interação com um outra pessoa nos provoca emoções, tendemos a associar à lembrança que temos de alguém a um odor específico. Assim, quando sentimos o cheiro que remete à emoção provocada por àquela pessoa, sentimos as mesmas emoções que tínhamos, ou temos, quando estamos com ela. Ou seja, é quase impossível dissociar cheiro de afeto!”

Às vezes pode parecer ruim e um tanto quanto saudosista retornar sentimentos e emoções do passado, mas o que venho compartilhar com vocês é a magia de perceber o quão complexos e interessantes, nós somos! Fiquei encantada em perceber essas reações na memória e no corpo, ao sentir o cheiro de um perfume.

Tenham um excelente domingo!

Aprendizagem

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on dezembro 7, 2011 by Psiquê

Jeito de Mato – Paula Fernandes

De onde é que vem esses olhos tão tristes?
Vem da campina onde o sol se deita
Do regalo de terra que o teu dorso ajeita
E dorme serena, no sereno sonha

De onde é que salta essa voz tão risonha?
Da chuva que teima, mas o céu rejeita
Do mato, do medo, da perda tristonha
Mas, que o sol resgata, arde e deleita

Há uma estrada de pedra que passa na fazenda
É teu destino, é tua senda, onde nascem tuas canções
As tempestades do tempo que marcam tua história
Fogo que queima na memória e acende os corações

Sim, dos teus pés na terra nascem flores
A tua voz macia aplaca as dores
E espalha cores vivas pelo ar
Ah..Ah…Ah…
Sim, dos teus olhos saem cachoeiras
Sete lagoas, mel e brincadeiras
Espumas ondas, águas do teu mar
Ah..Ah…Ah…
êeh laiá ..

Essa música me inspirou, não apenas por ter a letra linda e sua sonoridade e melodia apaixonantes, mas porque esta ter sido uma semana por um lado calma, por outro atribulada pelo acúmulo de obrigações e,…

…mais uma vez, desafiadora. Uma semana em que parece difícil lidar com o ser humano, com suas fraquezas, vaidades, medos e inseguranças. Dificuldade de entender a resistência de semelhantes em contar com a ajuda do outro, por puro temor em não se sentir mais útil ou perder espaço. Confesso estar bem cansada dessas situações, apesar de consciente de que são importantes para o amadurecimento. A meu ver todas as pessoas tem seu espaço e suas virtudes podem ser mostradas, sem que a presença do novo ofusque o seu brilho.

Paciência, serenidade, fé…virtudes necessárias para enfrentar tais desafios…

Deficiência alimentar – sintomas

Posted in Estética e Beleza, Saúde with tags , , , , , , , , , , , , , , , on junho 29, 2010 by Psiquê

O portal Vida, Saúde & Beleza, publicou uma matéria bem interessante sobre o impacto que a deficiência de alguns alimentos pode causar em nosso organismo.

Sofremos ao longo de toda vida os sintomas provocados pela falta de alguns alimentos e a partir de uma certa idade, temos quase todos esses sintomas provocados pela falta dos alimentos abaixo mencionados.

1. Dificuldade de perder peso
Faltando: ácidos graxos essenciais e vitamina A
Onde obter: semente de linhaça, cenoura e salmão – além de suplementos específicos.

2. Retenção de líquidos
Faltando: na verdade um desequilíbrio entre o potássio, fósforo e sódio.
Onde obter: água de côco, azeitona, pêssego, ameixa, figo, amêndoa, nozes, acelga, coentro e os suplementos.

3. Compulsão à doces
Faltando: cromo
Onde obter: cereais integrais, nozes, centeio, banana, espinafre, cenoura e os suplementos.

4. Câimbra e dor de cabeça
Faltando: potássio e magnésio
Onde obter: banana, cevada, milho, manga, pêssego, acerola, laranja e água.

5. Desconforto Intestinal, gases e inchaço abdominal
Faltando: lactobacilos vivos
Onde obter: coalhada, iogurte, missô, yakult e similares.

6. Memória ruim
Faltando: acetil colina e inositol
Onde obter: lecitina de soja, gema de ovo e os suplementos.

7. Hipotireoidismo (Provoca ganho de peso sem causa aparente)
Faltando: iodo
Onde obter: algas marinhas, cenoura, óleo, pêra, abacaxi, peixes de água salgada e sal marinho.

8. Cabelos quebradiços e unhas fracas
Faltando: colágeno
Onde obter: peixes, ovos, carnes magras, gelatina e os suplementos.

9. Fraqueza, indisposição e mal estar
Faltando: vitaminas A, C, e E e ferro
Onde obter: verduras, frutas, carnes magras e os suplementos.

10. Colesterol e triglicerídeos altos
Faltando: Ômega 3 e 6
Onde obter: sardinha, salmão, abacate, azeite de oliva.

Como obter tudo isso em um só lugar?

Incluindo uma boa fonte de fibras alimentares, proteínas e carboidratos de boa qualidade e de baixos teores calóricos, além de minerais essenciais para o correto funcionamento de nosso organismo ( cálcio, ferro, vitaminas: A, D, B1, B2, B6, B12, C, E, ácido fólico, fósforo, magnésio, zinco, selênio, manganês e potássio, entre outros).

Com a ingestão destes nutrientes equilibrados, seu organismo estará bem alimentado e com todos os nutrientes necessários para uma boa saúde e uma boa forma física.

Dicas simples para uma vida melhor

Posted in Comportamento, Saúde with tags , , , , , , , , , , , , , , on dezembro 20, 2008 by Psiquê

klaus-kraiger-22

Photo by Klaus Kraiger

Encontrei numa daquelas revistas que devoramos em consultório médico (Ana Maria), tantas dicas legais que resolvi partilhar umas com vocês aqui.

  1. Dormir bem evita câncer de mama: mulheres que dormem durante nove horas diminuem as chances de ter essa doença. Isso porque, durante o sono, o cérebro produz um hormônio protetor. Mas dormir bem não basta: é preciso controlar o peso, fazer exercícios e beber álcool com moderação.
  2. Ganhe mais vida em 12 horas!
  • Dormir bem=8 horas: uma boa noite de sono acaba com o estresse, diminui os riscos de problemas no coração e preserva a memória.
  • Sair com as amigas = 1 hora: bata papo, ria e ame bastante. Por incrível que pareça, issp deixa seu corpo mais resistente a doenças.
  • Fazer uma atividade que lhe dá prazer = 1 hora: jardinagem ou dança, pintura, trufas. Investir uma hora em atividades que lhe dão prazer reduz (e muito!) o risco de morrer jovem.
  • Comer fibras = 2 horas: no café-da-manhã, no almoço e no jantar, coma grãos, frutas e vegetais. Peixe e azeite também são aliados da saúde.

Um beijo e ótimo final de semana!

A importância do SONO

Posted in Curiosidades, Estética e Beleza, Saúde with tags , , , , , , , , , , on agosto 16, 2008 by Psiquê

Photo by Павел Киселёв

O sono é uma das etapas mais importantes de nosso dia-a-dia, mas nem sempre damos a ele a devida importância. Trata-se também de uma das fases do dia mais suscetíveis a mudanças e transtornos em função da rotina diária de ansiedade, estresse, correria, preocupação, etc.

Um informe publicitário dos colchões ORTOBOM trouxe uma série de observações bastante interessantes para ser considerada por todos nós que nos preocupamos com bem-estar, beleza, saúde e boa forma. Enquanto dormimos o nosso organismo trabalha incansavelmente por nosso repouso, bom humor, descanso e até beleza. Veja alguns dos benefícios que uma noite bem dormida pode trazer:

  1. Apetite em equilíbio: durante o sono o organismo libera maior dose de leptina, hormônio que controla a sensação de saciedade e mantém as pessoas longe dos ataques às geladeiras durante a madrugada.
  2. Combate à flacidez: mesmo na fase adulta, o hormônio do crescimento é produzido durante o sono (em doses menores do que quando criança). Esse hormônio evita a flacidez muscular e garante vigor físico.
  3. Fim do estresse: uma noite bem dormida evita que o organismo acumule altas doses de cortisona, hormônio que é produzido pelas glândulas supra-renais e liberado em situações de estresse, contribuindo para o mau-humor depois de uma noite em claro.
  4. Imunidade: durante o sono o corpo libera interleucinas, substâncias que ajudam o organismo a se defender de invasores – vírus e bactérias!
  5. Combate aos Radicais Livres: enquanto dormimos, nos livramos com mais facilidade desses radicais livres, que podem causar envelhecimento precoce e até tumores.
  6. Boa Memória: o sono interfere na regulação térmica do cérebro, função essencial para o bom funcionamento dos mecanismos de memória e da vida psíquica.

As posições corretas de dormir (essa parte é a mais difícil, rsrs!):

  • De lado: é a melhor postura! Mas, deve-se colocar um travesseiro que preencha o espaço entre o ombro e a cabeça. É recomendável abraçar um travesseiro e colocar uma almofadinha entre os joelhos.
  • De barriga para cima: é uma posição aceitável, mas recomenda-se um travesseiro não muito alto e deve-se colocar um apoio (almofada) abaixo dos joelhos, o que ajudará a manter a coluna reta.
  • De bruços (minha predileta e acho que de metade da população mundial!): é uma posição não recomendável (snif!). Diz-se que nessa posição não há como evitar uma lesão na coluna cervical, que pode criar contraturas no pescoço dificultando o relaxamento e o sono profundo.