Arquivo para mesmos

Ficar sozinho

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on julho 30, 2016 by Psiquê

e1badb3ed82b6c3ad153d70da575a16d

As pessoas em geral, têm dificuldade de ficar sozinhas, em sua própria companhia. Evidentemente que, muitas vezes, o ambiente nos dificulta a parar e prestar atenção em si próprio, mas considero que essa oportunidade é, na verdade, uma questão de escolha…

Em muitas situações somos obrigados, ou buscamos inconscientemente, ocupar nossa mente com tudo, menos com a atenção ao que queremos, pensamos, desejamos, gostamos. Nos últimos tempos tenho aproveitado muito os momentos de deslocamento, no transporte, na rua, entre uma atividade e outra para estar comigo, ou ao menos tentar prestar mais atenção em mim. Isso é muito importante, pois vivemos em uma realidade que supervaloriza as situações em que se tem mais interação, conectividade, barulho e desconexão com si próprio. Resgatar um pouco do valor de se estar sozinho, chega a ser um desafio.

É tão importante prestarmos atenção em nós mesmos. É tão sábio buscar se entender para poder interagir e compartilhar com o outro de forma mais consciente e intensa…

Se todos tivessem consciência da importância de olhar para si mesmo, ouvir seus desejos, medos, anseios, dúvidas e vontades, tudo seria mais fácil.

Que tal experimentar e aproveitar os momentos de transição, deslocamento, passagem para ficar um pouco com você mesmo? É tão importante e nutritivo. Diria que até bastante importante para melhorar a interação com o outro.

Uma ótima semana a todos.

Seja a melhor edição de si mesmo

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on janeiro 15, 2015 by Psiquê

2ac4235185093c95bcfc593279c04c3f

Nós seres humanos volta e meia nos vemos envoltos em uma necessidade de buscar sentido em nossa vida através da ideia de unicidade…a vida parece ganhar “lógica” ou “conforto” à medida que nos vemos como seres únicos, individuais, especiais, inteiros, completos.

Do ponto de vista filosófico, isso gera uma série de discussões, mas aqui minha proposta é lançar essa ideia à reflexão, porém em um sentido mais simples e de senso comum.

Se formos parar para pensar, os bilhões de seres humanos que ocupam a Terra não têm nada de especial, mas isso provocaria uma crise existencial imensa. Eu acredito e gosto de acreditar na unicidade, na preciosidade e na riqueza que a vida de cada um de nós carrega. Sou feliz com o que sou, com as escolhas que faço diariamente, com o cuidado que tenho com o meu presente, minha vida, minha saúde, paz…

A despeito do que os céticos dizem, me nutre e me faz feliz crer que sou especial sim, que minha vida é preciosa e deve ser agradecida. Que preciso ter gratidão por tantas bençãos, alegrias e conquistas diárias. Somos únicos sim, seja porque esta ideia nos conforta a alma, seja porque é importante pensarmos assim para ser sempre a melhor edição de nós mesmos.

Que bom que somos assim.

Namastê e feliz 2015!