Arquivo para milhão

511,140 Sedutores

Posted in Curiosidades with tags , , , , , , , , on maio 29, 2011 by Psiquê

Pessoal a meta era tentar chegar ao quarto aniversário do Espartilho tendo meio milhão de visitas, ocorre que hoje, 29 de maio, muito antes do aniversário em 22 de novembro, já chegamos a 511,140 sedutores. Não é maravilhoso? Vamos ajuda a divulgar o Espartilho e receber ainda mais visitas e comentários. Afinal, o Espartilho também é seu!

Nesta semana houve mais um record, no dia 24 de maio, tivemos 2966 visitantes e o post da Luiza Brunet atraiu 2329 visitas. Que coisa né? Mas ela é linda, linda! E tem ficado cada dia mais linda com o passar dos anos. Já fui comparada com ela na infância, espero que eu consiga manter a forma e o charme como ela à medida que os anos passem…

Anúncios

Casais inteligentes enriquecem juntos

Posted in Casamento, Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , , on novembro 23, 2008 by Psiquê

nadya-kulagina-2

Photo by Nadya Kulagina

O best seller de Gustavi Cerbasi, Casais inteligentes enriquecem juntos, já vendeu mais de 500 mil cópias e se pauta na experiência dele e da esposa Adriana. Segundo reportagem da revista Nova, quando começaram a namorar em 1995, ela ganhava R$800 e ele a metade desse valor. Ao se casarem 7 anos mais tarde, tudo mudou e sem ganhar na loteria conseguiram pagar a cerimônia, festa e lua de mel dos sonhos.

Segundo a reportagem, juntos eles conquistaram o primeiro milhão. Para viabilizar os recursos necessários para a festa dos sonhos, eles tiveram que poupar 75% do salário de ambos por 2 anos, investindo de forma a lucrar ao menos 2% ao mês. Mesmo assim ficariam 6 meses endividados após a troca das alianças.

O casal criou algumas regras:

  1. nada de presentes durante dois anos (nem Natal, nem aniversário, nem dia dos Namorados, etc.);
  2. adeus a jantares fora toda semana (“íamos no máximo comer uma pizza na casa de amigos”);
  3. viagens também foram cortadas;
  4. roupas novas, nem pensar;
  5. conseguir aliados é preciso: a família dos dois entrou no jogo, jantávamos e almoçávamos alguns dias na casa de cada pai e mãe;
  6. usar a criatividade na hora de se divertir (“íamos a parques e aproveitávamos peças e shows gratuitos. O negócio era economizar num canto para gastar em outro.”);
  7. aproveitar todas as oportunidades para fazer dinheiro (“vendia meus vales-refeição e levava marmita para o trabalho”);
  8. atenção máxima aos prêmios (“acumulava milhas por viajar muito pelo trabalho e grande parte da lua de mel, saiu daí”)

Quem quiser saber mais leia o livro Casais Inteligentes enriquecem juntos e a reportagem Casamento de 1 milhão (Nova, Nov.2008), vale a pena. Um beijo!