Arquivo para roupa

Cultura machista

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , , on outubro 31, 2015 by Psiquê

3117147

Apesar das características essencialmente machistas que a sociedade brasileira carrega em muitas das situações diárias que vivenciamos, nos últimos dias percebemos um certo arrefecimento das discussões acerca de coisas consideradas “normais” e “aceitáveis” até bem pouco tempo: como o assédio constante das mulheres em diversas situações cotidianas, o tratamento da mulher com uma aura de inferioridade, violência, etc.

A presença de trecho da obra “Segundo Sexo”, de Simone de Beauvoir e da persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira como tema de redação do último Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), em 2015, no Brasil, ajudou a acalorar a discussão sobre e a repercussão do assunto.

Um recente episódio de assédio com inspiração pedófila a uma menina de 12 anos que participou de um programa de TV no Brasil, incitou uma campanha interessante através da propagação da #primeiroassedio, levando uma série de mulheres a falar sobre o tema.

A triste verdade é que somos assediadas cotidianamente, ao andar na rua, no ambiente de trabalho, pela roupa que usamos ou deixamos de usar. Situações que infelizmente desde pequenas nos “acostumamos” a passar ou a fugir de, que sinceramente nunca tinha parado para pensar tão profundamente no quão absurdas e inadmissíveis são.

Tememos andar na rua, ir a determinados lugares, estar em alguns ambientes sem ter que passar pelo constrangimento de ouvir palavras de baixo calão ou invasivas sobre partes do nosso corpo, sobre nossa sexualidade, sobre sermos mulher. Parar para observar a sociedade brasileira por este prisma, nunca me fez me sentir tão triste. Claro que isso não é “privilégio nosso”, mas reflete o quanto ainda temos que crescer no respeito às mulheres, ao direito de ir e vir, de andarem com a roupa e do jeito que quiserem em segurança.

Espero que essas reflexões nos levem ao amadurecimento de nossa sociedade e pelo respeito mútuo. A luta apenas começou…

Combata a misoginia, o assédio, a violência e o desrespeito.

Namastê.

Um beijo enorme, Psiquê.

Anúncios

Ah, a sensualidade…

Posted in Comportamento, Erotismo, Poesia Erótica with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on agosto 26, 2014 by Psiquê

 a750077723b338d82b518f951df3f315

A sensualidade não tem uma fórmula, uma receita, uma técnica, um segredo…

Ela é…

Às vezes me perguntam como faço a escolha das fotos, das palavras, das ideias que divido aqui com vocês e eu simplesmente não consigo transmitir uma fórmula, pois envolve o gosto, a estética, aquilo que acho belo, que me toca, que me faz “falar” através das palavras e das imagens que escolho.

O que sempre repito é que muitas vezes a imagem vem antes do texto, ela que me inspira, que me move, que concretiza aquilo que estou pensando ou sentido.

Outras vezes, começo pelo texto, mas busco na imagem a concretização daquilo que quero compartilhar. É neste sentido que hoje venho dividir com vocês um pouquinho do que estas imagens me transmitem ou espelham aquilo que quero transmitir…

Quero falar hoje sobre a sensualidade….

Ela não está necessariamente na pose, na fórmula, no perfume….

…ela simplesmente é, seja pela olhar do admirador ou espectador, seja pela atração que o contemplador já sente. O cabelo pode estar despenteado, a camisola caindo, pode não haver roupa, pode ser uma roupinha velha e desengonçada, pode ser um batom nude ou vermelho, uma nuca de fora ou cabelo solto, uma lingerie sexy…

…não importa…

Pode ser tudo, ou pode ser nada, às vezes até o perfume em uma peça usada pode provocar aquela imagens de sensualidade que o outro evoca em você…

Enfim, tem a ver com química, com pele, com olhar, com energia, sei lá…

Sei que me impressiona e me alimenta.

Boa noite meus amores. Obrigada por virem aqui!

Hoje não!

Posted in Comportamento, Moda with tags , , , , , , , , , , , , , , , on fevereiro 4, 2014 by Psiquê

6b2e532712efee7cd10d920c9940c149

 

Além de gostar de me vestir bem e me sentir bem com o que visto, eu tenho como máxima, que diz o seguinte: em se tratando de trabalho, se você sonha se tornar chefe, vista-se como tal. A Revista Nova deste mês trouxe exatamente esta tese, em uma  matéria que fala sobre o assunto, intitulada Prazer, CEO. “(…) Não importa se trabalha fechada no escritório, atende clientes em uma loja ou passa horas na rua. Uma mulher com uma roupa elegante, unhas bem-feitas e cabelo arrumado passa confiança. As pessoas vão virar a cabeça ao vê-la e perguntar: Será essa a CEO?”.

Mas, sabe aqueles dias em que você acorda sem nenhuma vontade de ir trabalhar, sem vontade de se arrumar, querendo ficar com uma roupinha bem à vontade, com a roupa que der na telha, sem se preocupar com o comprimento da saia, o decote da blusa, o tamanho do brinco, a altura do sapato… (claro que linda, só que casual e despojada, não é?)

Eu hoje acordei assim, não precisa nem dizer que mudei de roupa quase uma dezena de vezes…e nada me agradava.

O calor não está ajudando…O sentimento de inadequação de ter que colocar uma roupa quente para esse calor insuportável…

A necessidade de estar arrumada, em função do trabalho, mas totalmente em desacordo com o clima do momento…

A sensação de se sentir observada e julgada o tempo todo…Ah, cansei. Hoje não! 

Acabei colocando um vestido que não estava nos meus planos, mas ainda com a etiqueta. E que acabou recebendo diversos elogios (sinceros ou não). O vestido, diga-se de passagem é lindo, mas minha vontade hoje era de sair de sainha, camiseta, chinelinho,  um maxi colar transado e cabelos molhados! Rsrs

Acho que quando acordamos desmotivadas ou querendo fazer algo diferente do que temos que fazer, uma força interna deixa de nos impulsionar como deveria…Diante de um quadro destes, mesmo que tenha que mudar de roupa 500 vezes, achar uma que te deixe linda, se sentindo bem, feliz, talvez ajude a mudar a cabeça!

E foi isso que fiz, tentei fazer com que a roupa me animasse a enfrentar o dia de hoje e está dando certo. Estou mais feliz e resolvi compartilhar essa experiência com vocês. Afinal, todas nós passamos por isso, não?

Dicas de como arrumar sua mala de viagem

Posted in Comportamento, Viagem with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on dezembro 18, 2013 by Psiquê

Eu simplesmente adorei o post que a Juliana Parisi fez sobre organização de malas de viagem, coincidentemente ou não, nesta mesma semana assisti ao programa Santa Ajuda, apresentado pela Michaela Góis que também foi excepcionalmente sobre esse assunto. Compartilho com vocês aqui embaixo o post da Juliana.

Muitas mulheres adoram arrumar a mala de viagem, já algumas odeiam! Eu estou no meio termo, nem adoro e nem odeio, mas sempre penso com antecedência o que irei levar na mala!

mala-de-viagem

Adoro planejar os looks, as peças que irei levar, os acessórios…. mas como deixar a mala do tamanho ideal, sem excessos? A maioria das vezes não usamos tudo que levamos e sempre falamos “Na próxima viagem não vou levar quase nada!”

PASSO A PASSO PARA ARRUMAR A MALA DE VIAGEM

Como arrumar a mala para economizar espaço e aproveitar melhor as roupas?!

1º PASSO – PLANEJAR OS LOOKS

looks

Pense no clima do destino, o número de dias, quais os tipos de passeios que irão fazer e monte sua mala planejando seus looks!!

Quando você planeja os looks que vai usar, você consegue levar exatamente o que precisa! Lembre-se que sempre repetimos roupas, principalmente a parte de baixo (calças, shorts, saias), por isso não precisa levar uma peça para cada dia! (Dica fundamental, porém nem sempre seguida!)

2º PASSO – LISTA DO ESSENCIAL

 

Uma ótima maneira de não esquecer de nada é tendo uma lista á mão!
Há muito tempo eu tenho essa lista que não me deixa esquecer de nada:

Roupas Intimas – calcinha, sutiã, meias;
Roupas para dormir – pijamas, camisolas;
Roupas para o dia (pensar nos looks completos – incluindo sapato e bijoux);
Roupas para a noite (pensar nos looks completos – incluindo sapato e bijoux);
Roupa de banho (caso você vá para praia ou piscina – biquíni ou maio), saída de banho (cangas, vestidos, saias), protetor de lábios, protetor solar e repelente.
Roupa de cama e banho (caso você não fique em um hotel – toalhas, lençol, travesseiro);
Calçados – chinelos, rasteiras, sapatilhas, sandálias, botas, etc (pense nos looks!);
Cuidado pessoal – escova de dente, sabonete, cuidados com o rosto e corpo, perfume, desodorante, escova de cabelo, shampoo, condicionador, óleo reparador, toca plástica para cabelo, prendedores de cabelo, cotonete, algodão, aparelho de depilação, pinça, absorvente;
Maquiagem – base, pó compacto, blush, corretivo, mascara de cílios, lápis de olho, lápis de sobrancelha, lápis de boca, batom, sombras, etc.;
Remédios de uso contínuo e para dores de cabeça, dores no corpo, gripe, dores estomacais, etc.;
Acessórios em geral – óculos de sol, chapéu, relógios, anéis, brincos, colares, pulseiras, etc
Saco plástico para roupas sujas

3º PASSO – ORGANIZAR A MALA

Dicas-para-Arrumar-a-Mala-de-Viagem-1

Uma mala organizada pode facilitar, principalmente quando se trata de não amassar muito as roupas!

Coloque os calçados na parte de baixo;

Depois coloque as peças que não precisam ser passadas, como as roupas de dormir, calças jeans, tecidos mais encorpados;

Dobre as peças menos vezes possível (por exemplo: dobre a calça somente ao meio) para não amassá-las muito;

Por cima coloque as roupas mais leves e que precisam de mais cuidado;

Preencha os espaços vazios com roupas intimas, meias, etc, assim as roupas terão menos chance de sair do lugar;

Produtos como shampoo, cremes e perfumes devem ser embalados em sacos plásticos para não correr o risco de vazar;

Caso você precise levar sapatos pesados como botas, considere já ir com ela, assim economiza espaço na mala;

4º PASSO- LEMBRE-SE DOS DETALHES

documentos

Separe todos os documentos necessários;

Além da mala, leve sempre uma malinha de mão com itens básicos, como uma troca de roupa, cosméticos, escova de dente, remédios e absorvente, principalmente se você for viajar de avião. Extravios de malas são comuns, por isso, é sempre bom prevenir!

Coloque um laço ou adesivo na sua mala, para identificá-la com facilidade.

Cuide de sua bagagem de mão e malas o tempo todo, não dê bobeira, pois os roubos em aeroportos estão crescendo nos últimos tempos!

Sigam as dicas e boa viagem!!! Como eu amo viajar e detesto arrumar malas (rsrsrs), é sempre bom ser prática na hora de preparar a viagem.

Moda para parecer mais jovem e moderna

Posted in Moda with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on novembro 7, 2013 by Psiquê

maquiagem1

Eu acredito que estar na moda não é seguir o que a grande mídia ou o mercado de moda diz que está valendo nos tempos atuais… Acho que estar na moda é encontrar seu próprio estilo e brincar com ele e com as diversas opções que temos por aí. Alguns gostam de um look mais vintage, outros mais monocromáticos, outros jogam com cores, com tamanhos, com listas, estampas, etc.

Imagem

O post da Juliana Parisi de hoje me encantou porque apesar de adorar looks monocromáticos e sociais, eu adoro jogar com cores também, mas prefiro trabalhar nos acessórios, nos sapatos e ousar nos detalhes. Ousar fazendo uma maquiagem bem feita, um penteado discreto e maneiro, usando um anel maior ou colorido, etc. Nem precisa falar que a Juliana sempre traz dicas bem legais, mas o post que destaquei aqui, está bem legal.

Na proposta acima, eu por exemplo teria “medo” de ousar com a mistura do listrado com o coral, mas ficou muito lindo. Recentemente eu combinei uma calça preta, com uma blusa canoa preta e branca e o colar com os sapatos e a bolsa vermelhos. Ficou o máximo e todo mundo gostou!

Imagem

Então fica a dica minha e da Juliana para ousarmos nas combinações e sair por aí feliz da vida e arrasando.

Um ótimo dia a todos.

O lugar de cada um

Posted in Comportamento with tags , , , , , , on março 30, 2012 by Psiquê

Esta semana me deparei com uma frase bastante interessante: “Care about what other people think and you will always be their prisioner. ” Lao Tzu. Evidentemente que todos nós em algum momento, nos preocupamos com o que os outros pensam de nós, em sermos bem aceitos, em parecer belos e bem apresentáveis, etc.  Mas ser escravo da opinião dos outros é uma prisão que não trará felicidade a ninguém. Afinal, é impossível agradar a todos.

A autoconfiança é algo que se constrói com o tempo e com a maturidade, exercitá-la e buscá-la é sempre fundamental, mas é um exercício contínuo. Acredito que todos podem ser e estar o melhor possível, desde que respeitem seu estilo, seu corpo, seus limites, sua realidade.

Vejo muitas pessoas se comportarem como se fossem obrigadas a seguir estilos que aparecem nas revistas, na TV, nas ruas, sem se preocupar em adequar aquele estilo ao seu tipo de corpo, aos seus gostos, etc.  Isso é fundamental não apenas para se sentir bem e segura, como para viver da melhor maneira sem ferimentos e tentativas de se enquadrar em padrões que não nos pertencem.

Pensem nisso, acreditem em si mesmos!