Arquivo para São Paulo

Eu amo cinema!

Posted in Comportamento, Cultura e Arte with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , on fevereiro 11, 2014 by Psiquê

00e66adf83493a43903fb7ef3bd2bcea

Definitivamente eu amo cinema! Outro dia estava refletindo sobre isso e cheguei a esta conclusão, quando depois de passar algumas semanas sem conseguir ir a uma sala de cinema, em função de viagens e outros compromissos, resolvi matar a saudade e, ao entrar na sala de cinema senti algo estranho e inexplicável que eu batizei de: ‘crise de abstinência’…

… o filme nem era um destes prediletos  e o cinema não era um dos mais tradicionais, mas a sensação de sentar na poltrona do cinema, de olhar o teto, a tela, o carpete, sentir o som, o cheiro, a poltrona…era inexplicável. Quem não tem esse amor pelo cinema pode me achar louca, mas eu noto isso, quando vejo meus amigos dizendo, prefiro assistir filmes em casa. Para mim, ir ao cinema, tem um quê especial. E aparentemente difícil de compreender para quem não nutre esse amor por ele.

Tem uma atmosfera única, há finais de semana que, se deixar eu vejo 3 filmes ou sessões duplas…às vezes as salas de exibição não mudam na velocidade do meu vício rsrsrs.

O único problema gravíssimo do cinema, além de depender de estar ou viver em uma cidade que disponha de uma farta rede de salas de exibição, é o custo dos ingressos. Sinceramente não entendo, por que no Brasil os ingressos de cinema (e de todas as  outras modalidades de atividades culturais) são tão caros…

Não sei o que seria de mim se não pudesse ter acesso a essa farta gama de produções cinematográficas, seja por meio de festivais como o Festival Rio e a Mostra de Cinema de Tiradentes, que exibindo longas, médios e curtas, alimentam nossa alma com suas obras…seja através das salas de cinema no dia a dia de grandes e pequenos centros como: Rio de Janeiro, São Paulo, Buenos Aires, Berlim, Londres, Gramado, Tiradentes, etc…

Há outras “capitais do cinema” que ainda não tive o privilégio de conhecer…

O certo e que é “irremediável” (rsrs) é que sou amante da sétima arte. E ouso dizer que me arrependo de não ter continuado meus estudos em comunicação, para incluir esta formação. Nunca é tarde, eu sei e quem sabe um dia…

Outros festivais que ainda não tive a honra de conhecer:

Casamento na Livraria…

Posted in Casamento, Cultura e Arte with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on janeiro 11, 2013 by Psiquê

Bouquet

Hoje descobri o blog Colher de Chá Noivas, escrito pela jornalista Manoela Cesar. Não precisa dizer que gostei tanto do blog dela que linkei antes mesmo de decidir que meu post de hoje seria inspirado nele. De cara me deparei com o post sobre o casamento do casal Laura e Marcos, que ocorreu na Livraria da Cultura de São Paulo. As fotos do bouquet, do estilo vintage dos noivos e do bolo, com vários detalhes preparados com folhas de livro me deslumbrou!!! Eu achei o máximo da criatividade e do bom gosto.

Nas palavras de Manoela: “Apaixonados um pelo outro e pela literatura, uniram estes dois amores em uma noite super charmosa, de um jeito bem descontraído. O romantismo e o lirismo da cerimônia puderam ser sentidos já na lista de presentes. Entre os presentes sugeridos pelos noivos, muitos livros para a biblioteca do casal. Tudo aconteceu de uma forma muito intimista, com a cara deles. O making of da noiva foi feito no próprio apartamento do casal e reuniu mãe, amigas e madrinhas, que ganharam de Laura um mimo para marcar a data: um colar e uma carta. O noivo, que se casou de chapéu, também fez questão de prestigiar os amigos e deu a cada padrinho um soldadinho que ganhou de seus avós na infância e uma carta de agradecimento. Em seguida, brindaram o grande dia com o pai de Laura.”

Para completar meu deslumbre, a noiva é fã da minha predileta, Clarice Lispector e trechos de suas obras foram lidos na cerimônia. Ai, ai…

Tenho certeza que a ideia também vai cair no gosto da minha amiga Mariana, cujo bouquet de broches e as madrinhas de negro com casquetes coloridas também foi o máximo!

Bolo

Vejam alguns detalhes que a Manoela Cesar amou e eu também:

  • A ideia de casar entre os livros, claro, a irreverência e a intimidade que este ambiente trouxe para a celebração.
  • O bouquet da Laura e a lapela do Marcos, em papel, feitos com páginas de livros (Amei!!!);
  • Todos os acessórios da noiva, especialmente o sapato, vermelho de corações, ousado e irreverente, e o voillete.
  • O noivo relendo a dedicatória do livro que a então amiga Laura lhe deu, em 2006!
  • Os soldadinhos que eram os tesouros da infância de Marcos sendo entregues aos padrinhos;
  • Os noivos terem entrado juntos;
  • O bolo e o topo do bolo, que seguiram a ideia das páginas de livros como destaque (Também amei!!!);
  • Ter uma banda de Jazz (tive no meu casamento e super recomendo ter uma banda instrumental dançante em sua festa, agrada a todos!)

Sapato

Segue a lista de fornecedores do casal Laura e Marcos:  Fotografia e Video: Mario Lima Fotografia | Flores: Open House | Celebrante: Amigos da noiva | Cartola do noivo: Plas | Cabelo e make: Keyla Issobe | Buffet: Banqueting | Bolo: Maria Bolo | Buquê: Etsy – Charlene Rucker | Música de entrada: Amigo dos noivos (marcha nupcial para os padrinhos e Wave do Tom Jobim para os noivos) | Identidade visual: Convite Draft FCB (presente da Cultura) | Vestido de Noiva: Comprado On Linear :)| Sapato: Sarah Chofakian | Acessórios: Scarpelli e Família da noiva | Assessoria: Open House | Produtor musical: Fernando Montanha | DJ: Daniel Cohen  | Banda: Frigazz

Parabéns Manoela pelo blog lindo e aos noivos pela ideia genial e criativa!