Arquivo para sentimento

Alimentos para a alma

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , on maio 18, 2012 by Psiquê

Imagem

Uma amiga partilhou comigo uma série de pequenas mensagens hoje, que considerei verdadeiros alimentos para a alma. A que mais me chamou atenção é a que destaco abaixo. Ela caiu como uma luva e foi proclamada por ela antes mesmo do envio das frases, diante de uma situação vivida hoje.

Se nossas atitudes são reflexo de um coração puro e verdadeiro, ainda que sejamos alvo de críticas e condenações, nossa consciência de que fizemos o melhor nos dá a tranquilidade de seguir em frente.

A autoria é atribuída a Eleanor Roosevelt, US diplomat and refomer (1884-1962), apresento abaixo a frase que mais me tocou.

  •  Do what you feel in your heart to be right – for you’ll be criticized anyway. You’ll be damned if you do, and damned if you don’t./Faça o que sente, em seu coração, que é certo. Você será criticado de qualquer maneira. Você será condenado se fizer e será condenado se não o fizer.

Muito obrigada Adriana! São pessoas como você e outras queridas que nos fazem acreditar que vale a pena continuar neste caminho.

Um grande beijo a todos os meus queridos amigos e leitores.

Não se esqueça o quanto vale

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on junho 2, 2010 by Psiquê

Hoje recebi uma mensagem muito bonitinha por email. Achei tão legal que resolvi até partilhar com vocês. Como estou em clima de descanso, já que vou passar 4 dias fora do ar, deixo aqui um recadinho para todas as mulheres desse mundo.

UM DEFEITO NA MULHER

Quando Deus fez a mulher já estava em seu sexto dia de trabalho fazendo horas extras.

Um anjo apareceu e Lhe disse: ‘Por quê leva tanto tempo nisto?’

E o Senhor respondeu: ‘Já viu a minha ficha de especificações para ela?’

Deve ser completamente lavável, mas sem  ser de plástico, ter mais de 200 peças móveis e ser capaz de funcionar com uma dieta de qualquer coisa, até sobras, ter um colo que possa acomodar quatro crianças ao mesmo tempo, ter um beijo que possa curar desde um joelho arranhado até um coração partido e fará tudo isto somente com duas mãos.’

O anjo se maravilhou com as especificações:  ‘somente duas mãos….Impossível!’ E este é somente o modelo básico?

É muito trabalho  para um dia…Espere até amanhã para terminá-la.’

Isso não, protestou o Senhor. Estou tão perto de terminar esta criação que é favorita de Meu próprio coração.

Ela se cura sozinha quando está doente e pode trabalhar jornadas de 18 horas.’ O anjo se aproximou mais e tocou a mulher.

‘mas o Senhor a fez tão suave…’

‘É suave’, disse Deus, mas a fiz também forte. Você não tem idéia do que pode agüentar ou conseguir.

‘Será capaz de pensar?’ perguntou o  anjo.

Deus respondeu: ‘Não somente será capaz  de pensar, mas também que raciocinar e de negociar’

O anjo então notou algo e estendendo a mão tocou a bochecha da  mulher….

‘Senhor, parece que este modelo tem um vazamento…

Eu Lhe disse que estava colocando muita coisa nela…’

‘Isso não é nenhum vazamento… é uma lágrima’ corrigindo-o  o Senhor..

‘Para que serve a lágrima,’ perguntou o anjo.

e Deus disse: ‘As lágrimas são sua maneira de expressar seu destino, sua pena, seu desengano, seu amor, sua solidão, seu sofrimento, e seu orgulho.’

Isto impressionou muito ao anjo ‘O Senhor é um gênio, pensou em tudo. A mulher é  verdadeiramente maravilhosa’

Sim é!

A mulher tem forças que maravilham aos homens.

Agüentam dificuldades, levam  grandes cargas, mas têm felicidade,  amor e  alegria.

Sorriem quando querem gritar.

Cantam  quando querem chorar, choram quando estão  felizes e riem quando estão nervosas.

Lutam pelo que crêem.

Enfrentam à  injustiça.

Não aceitam ‘não’ como resposta quando elas crêem que há uma solução melhor.

Privam-se para que a sua família possa ter.

Vão ao médico com uma amiga que tem medo de ir.

Amam incondicionalmente.

Choram quando seus filhos triunfam e se alegram quando seus amigos ganham prêmios.

Ficam  felizes quando ouvem sobre um nascimento ou um casamento.

Seu coração se parte quando morre uma amiga.

Sofrem com a perda de um ente querido, entretanto são fortes quando pensam que já não há mais forças.

Sabem que um beijo e um abraço podem ajudar a curar um coração partido.

Entretanto, há um defeito na mulher: É que ela, as vezes, se esquece o quanto vale.

Energia e vibração no trabalho

Posted in Comportamento, Profissão with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on abril 2, 2009 by Psiquê

14926619

Photo Klaus Kraiger

Navegando pelo Portal Personare, esbarrei com a seguinte matéria que veio muito a calhar:  Aumente a disposição para o trabalho!

Nela, destacava-se o fato de que nós passamos grande parte de nosso tempo no ambiente de trabalho e,  muitas vezes, chegamos ao final do dia com um sentimento de peso e cansaço.  O trabalho intelectual, às vezes cansa tanto quanto um trabalho braçal ou mais.

Se isso acontece com você, a matéria diz:  Saiba que, ainda que se trabalhe bastante, é possível terminar o expediente com mais vitalidade e leveza. Através do cuidado com a qualidade das nossas energias no local em que costumamos trabalhar.

“Sentimentos como vitalidade, paz, disposição e segurança denotam energias equilibradas e saudáveis. Sentimentos negativos como medo, ansiedade, angústia e mesmo a euforia e empolgação exageradas denotam desequilíbrios em seu padrão vibracional.

Na atribulada rotina profissional, nem nos damos conta do quanto estamos permanentemente interagindo energeticamente com o ambiente físico e sutil do nosso local de trabalho. Aparelhos eletrônicos, luz artificial, ambientes fechados com ar condicionado, mesa cheia de papéis, gavetas abarrotadas, móveis dispostos de maneira confusa. Não é difícil encontrar tudo isso em um escritório típico”.

No trabalho moderno, muitas vezes, não conseguimos escapar  do uso de computadores, celulares ou outros aparelhos. O que não significa que não  possamos fazer um uso mais consciente destes:

  • Desligar o monitor quando sairmos para uma reunião ou ficarmos um tempinho sem utilizar o computador.
  • Celulares não precisam ficar grudados no seu corpo, e carregadores podem ser retirados da tomada quando não estiverem em uso.
  • Utilizar luz e ar natural quando possível pode diminuir a necessidade de lâmpadas e ar-condicionado.

Organização e fluidez contribuem para manter a energia do ambiente saudável. Portanto, mantenha sua mesa e suas gavetas organizadas, além de móveis dispostos de maneira funcional. Olhe para a sua sala. Como você se sente?

  • Perceba se o ambiente lhe passa sensação de leveza.
  • Existe excesso de objetos e materiais? Não é hora de jogar fora o que não serve mais?
  • Se a cor das paredes não é agradável pode pintá-las de outra cor ou enfeitá-las com quadros.
  • Se você vive esbarrando nos móveis ou desviando deles, pode dispô-los de outra maneira ou escolher móveis mais apropriados ao espaço.

O tema me chamou tanto atenção em função do ambiente de trabalho em que estou vivendo – e até dos que já vivi anteriormente, que não para por aqui e deu origem a outro artigo que resumirei aqui.

Para os que ainda não admitiram, as  emoções também podem afetar as vibrações no ambiente de trabalho.

As pequenas atitudes do dia-a-dia, um inocente conversa no “cafezinho” ,  uma ligação telefônica, um e-mail, um olhar podem interferir na vibração que carrega para aquele dia. Como estamos  interagindo com outras pessoas  todo o tempo, nosso perfil vibracional é dinâmico. Uma pessoa que reclama e se lamenta ao seu lado gera uma vibração não harmônica.

É a maneira como você recebe essas energias que determina como ela vai ou não lhe atingir. São seus próprios pensamentos e sentimentos, também constituídos de vibrações, que afetam nosso perfil energético.

Segundo Jill Bolte Taylor, neurocientista autora de “A cientista que curou seu próprio cérebro“, entre um pensamento e seus efeitos fisiológicos decorrem 90 segundos. Durante este minuto e meio você tem a opção de escolher interromper o estímulo do pensamento, antes dele manisfestar-se no seu corpo físico e tornar-se aquele sentimento que toma conta de você. Portanto, a “contaminação” por pensamentos e sentimentos, próprios e alheios pode ser evitada com a sua atenção e consciência. Se ainda assim estiver sentindo muito cansaço no fim do expediente, experimente fazer respirações conscientes acompanhadas de uma visualização no início e ao final do dia. Acompanhe o passo-a-passo:

  • Coloque-se em um ambiente mais tranquilo que puder. Se quiser, pode colocar algo que lhe ajuda a relaxar como uma música calma, um incenso, uma essência aromática.
  • De olhos fechados, inspire visualizando o ar como uma luz líquida que entra em seu corpo iluminando, purificando e enchendo seu corpo de vitalidade, e expire visualizando uma fumaça escura, eliminando todo o cansaço, angústia e negatividade. Veja todos os espaços agora limpos sendo preenchidos pela luz líquida.
  • Quando se sentir plenamente revigorado, abra os seus olhos lentamente, trazendo sua atenção e o sentimento de relaxamento para o momento presente. Afirme para você mesmo que é nesse sentimento que você escolhe viver o seu dia-a-dia.

Nós precisamos nos fortalecer diariamente de vibrações desarmônicas que as pessoas insistem em carregar e, consciente ou inconscientemente, nos contaminar. O equilíbrio e os bons pensamentos são a chave para a proteção contra essas energias negativas. Vibrem positivamente.

Atraímos o que desejamos

Posted in Comportamento, Curiosidades, Geral with tags , , , , , , , , , , , , , on abril 7, 2008 by Psiquê

Photo by A-Brito

“Qualquer pessoa que tenha se envolvido seriamente com um trabalho científico de qualquer espécie entende que na entrada dos portões do templo da ciência estão gravas as seguintes palavras: É preciso ter fé.” Max Planck, Prêmio Nobel de Física (1918)

Acabo de ler um livro muito interessante, chama-se A Chave de um dos convidados do filme/livro O Segredo, o Joe Vitale. O livro segue a mesma linha de vários outros que já li, a diferença é que ele se atém a ensiná-lo técnicas para libertar seu pensamento de sentimentos  e crenças que impeçam sua mente de atrair o que deseja, ou seja, ajudam a deixar fluir a Lei da Atração. Nada do que eu já não conhecia através de minha terapeuta ou das leituras que venho fazendo, mas é sempre bom exercitar.

“Nada pode impedir o homem com a atitude mental correta de alcançar o seu objetivo; nada no mundo é capaz de ajudar o homem que tem a atitude mental errada.” Thomas Jefferson

O ponto central do livro é que atraímos tudo o que desejamos e que nossas convicções não impedem de realizar. Nesse sentido, além de desejar e imaginar é preciso sentir e liberar seu consciente e seu inconsciente de qualquer crença limitadora. A obra também aponta técnicas para se livrar dessas crenças limitadoras. “Você precisa sentir o resultado final e ter a sensação de que já está acontecendo“.

Como em outras obras, o autor enfatiza a importância do perdão e do agradecimento, juntamente com o desejo, a libertação de crenças limitadoras e a ação. Escreva seus objetivos em um papel e não se preocupe com as limitações que seu consciente pode impor a princípio. O mais difícil é exatamente o que o livro se propõe a solucionar, libertar nossas crenças internas de que não somos capazes de alcançar aqueles objetivos. Agradeça por sua vida, saúde e suas aptidões.

Mas lembre-se:

Se você acordou esta manhã mais saudável do que doente, você tem mais sorte do que um milhão de pessoas, que não estarão vivas no final desta semana.

Se você tem comida na geladeira, roupa no corpo, um teto sobre a cabeça e um lugar para dormir, você é mais rico do que 75% da humanidade.

Se você tem dinheiro no banco ou na carteira, está entre os 8% mais ricos do mundo.

Se você ergue a cabeça com um sorriso no rosto e se sente realmente agradecido, você é abençoado porque a maioria das pessoas pode fazer isso, mas quase ninguém o faz. (Autor desconhecido – A Chave, p. 27)

Mau humor apaga o brilho dos olhos

Posted in Comportamento, Estética e Beleza with tags , , , , , , , , , , , , , , , , on março 16, 2008 by Psiquê

mulher-1.jpg

“As pessoas que se comprazem no sofrimento, que gostam de sentir-se infelizes e fazer aos outros infelizes, jamais poderão orgulhar-se de sua beleza. O mau humor, o sentimento de frustração, a amargura marcam a fisionomia, apagam o brilho dos olhos, cavam sulcos na face mais jovem, enfeiam qualquer rosto. Essa é a razão porque a mulher, que cultiva a beleza, deve esforçar-se para ser feliz. Felicidade é estado de alma, é atmosfera, não depende de fatos ou circunstâncias externas.” Clarice Lispector

Muitas vezes tenho vontade de dizer isso às pessoas, mas quando não tenho intimidade para tanto, fico quieta. O que posso fazer é dizer isso para mim todos os dias para evitar ser conduzida pelo mau humor.

Ontem foi um desses dias. Chuva, poças, atraso, engarrafamento, ônibus e carros jogando água sobre quem estava andando na calçada, lugares lotados, filas, mas repetia para mim mesma: de que adiata ficar de mau humor? O jeito é ter paciência e avisar que vai chegar atrasada, fugir da poça para não se molhar, escolher um restaurante não muito cheio, etc.

Há quem acorde todos os dias reclamando da vida e se vendo como a mais injustiçada das vítimas dessa vida… É difícil uma pessoa com tais pensamentos não contribuir para que sua vida seja mais repleta de desastres e inconvenientes ainda.

A vida é uma benção, os problemas acontecem com todo mundo, mas cabe a nós sabermos se tiraremos deles algum aprendizado ou apenas um peso insuportável que se acumula todos os dias. Só podemos mudar a nós mesmos e vale a pena mudar essa postura diante da vida.

Como disse Heloísa Pérrisé em sua coluna de hoje no TDB: Não adianta a gente perder tempo reclamando da vida. Eu detesto. Reclamar é solução para pessoas que não conseguem pensar. Tem que agir. Crias soluções inteligentes. Se pega trânsito todos os dias a solução é aprender a usar esse tempo morto.

Quando você não pode com o inimigo, alie-se a ele, completa Pérrissé. Se estiver naqueles mega engarrafamentos diários, leia um livro, ouça uma música, grave sua aula e ouça no mp3, reze, relaxe, faça uma meditação. Porque de outro jeito a gente adoece e conserva um mau humor o dia todo.

Nem uma coisa nem outra: não há fórmula pronta!

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , on dezembro 10, 2007 by Psiquê

9f3182740117.jpg

Meninas, antes de começar o meu post eu quero declarar que estou muito feliz! O motivo de minha felicidade veio depois  de conhecer o  9320k’s  a partir do seu comentário aqui no Espartilho. Estou encantada em saber que meu propósito está sendo alcançado:  tratar dos assuntos que envolvem o nosso universo (feminino) e ajudar esse público a discutir os temas que atingem diretamente nossa vida.

Agora vamos ao tema do dia.

Estava lendo a revista Nova desse mês, quando me chamou atenção o fato de em páginas quase seguidas a mesma tratar: das “últimas românticas”, mulheres que querem preservar sua virgindade, que não pretendem exibir sensualidade, etc. Logo depois, outra seção trazia à tona a busca de como ser sexy, falava a respeito de um curso de sensualidade com direito até a Gogo Boy.

Apesar de achar interessantíssimas as duas abordagens fiquei me perguntando: será que de fato existem esses dois extremos? É possível apreender padrões de comportamento e seguir regrinhas como uma bula de remédio? Já imaginou como deve ser duro para um ou outro grupo ter que se adaptar a qualquer desses “padrões de comportamento”. Será que existem esses grupos estanques, ou isso tudo é convenção?

Esses questionamentos me inquietaram até que resolvi trazer o assunto para cá. Definitivamente, creio que não adianta procurar seguir normas e fórmulas prontas tanto para agir de uma forma ou de outra. Afinal, as pessoas são diferentes, os relacionamentos são distintos, o que funciona para um pode não funcionar para outro.

Sensualidade tem muito mais a ver com auto-estima e, sobretudo, com sensibilidade em relação ao parceiro, ao que ele deseja, ao que ele gosta em você e vice-versa. Por isso, definitivamente, ainda que ache válido e muito interessantes, leituras, cursos, lingeries novas, tudo deve partir de “dentro para fora”.  As leituras servem para rompermos com alguns padrões que nos são passados já na infância por nossos pais, escolas, religiões, mas cabe a nós pesarmos tudo e definirmos o nosso caminho.

Mulheres acordem, valorizem-se, amem-se, admirem-se e se relacionem com quem também desejam, admiram e amem, mas que acima de tudo: tenham reciprocidade nesse sentimento.  Esse é o caminho, longe de fórmulas a serem seguidas, construa seu próprio caminho e conheça aquilo que você e seu parceiro gostam.

Um beijo! Já estava com saudades de vocês!