Arquivo para situações

Quando menos se espera…

Posted in Comportamento, Curiosidades with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on março 14, 2014 by Psiquê

0e547fe96f24babea1882cfb849110ee

Muitas vezes somos tão ansiosos em esperar resultados, que as coisas mudem, que as respostas cheguem, mas não nos damos conta que os resultados não vêm apenas quando queremos, mas quando estamos preparados…

Derramamos lágrimas, roemos unhas, brigamos, desistimos e de repente, algo inesperado acontece, uma resposta surge e as coisas parecem se encaixar tão perfeitamente que nos parece impossível não ter algo ou alguém no controle.

Muitas vezes queremos algo, mas ainda não estamos preparados para recebê-lo e se nos fosse dado antes da hora, provavelmente teríamos dificuldade de administrar com o nosso melhor aquela oportunidade.

Precisamos sempre correr atrás dos nossos objetivos e sonhos, sabendo viver as experiências, aprendendo com elas quando forem boas ou ruins, pois com certeza o resultado será sempre para melhor. Mesmo sofrendo, ficamos mais fortes para enfrentar situações posteriores similares.

Quantas vezes queremos muito algo e não conseguimos e logo em seguida, quase sem percebermos, uma outra porta se abre, talvez até melhor do que aquela. As oportunidades podem até levar um tempo, mas cabe a nós sabermos sempre aprender com aquilo que vivemos. Essa é a grande sabedoria. Difícil, talvez, mas sábio.

“Eu aprendi que tudo nessa vida tem um propósito. As vezes até pensamos que o mundo está desabando em nossa cabeça ou que Deus está contra nós, por isso que já vi tanta gente perdendo a fé. Mas acredite, vai passar, sempre passa… Eu sei, as vezes demora, para mim também já foi assim, mas isso não significa que o mundo está contra você. Ou você tem coisas a mais para aprender ou tem coisa muito melhor reservada pra ti. Ou uma ou outra. Pode crer, no final das contas você vai sair ganhando!” Adriana Mayer

Bom final de semana a todos!

10 Maneiras de ser mais feliz no trabalho

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on novembro 26, 2013 by Psiquê

O portal Nibo trouxe um post sobre as 10 Maneiras de Ser Mais Feliz no Trabalho. O blog 99jobs também compartilhou e eu também resolvi colocar aqui no nosso Espartilho. Leia na íntegra e fique à vontade em comentar:

f57e5d90a3ae44b62bc6b624779c7a75

Felicidade é uma busca constante do ser humano. Ser feliz depende em grande parte de como você lida com outros e com as suas próprias emoções. A maior parte de nosso dia, passamos no trabalho, por isso é extremamente importante para nos sentirmos de “bem com a vida” que isso comece nos momentos mais simples, mas que exigem produtividade. Nessa lista de regras básicas juntamos 10 maneiras para ser feliz no trabalho.

1. Não se compare com os outros!!!

Todo mundo tem uma história de vida diferente, sendo diferente, não existe comparação. A trajetória da sua carreira é exclusivamente sua! Estipular comparações é uma perda de tempo enorme, além de desgastante para a cabeça.

2. Não dê importância demais a coisas fora do seu controle!!!

É claro que é importante que você esteja informado sobre a economia, seu mercado de atuação, etc. Mas não deixe que situações fora do seu controle te corroam por dentro. O seu foco deve se manter nas coisas que você tem domínio: seus pensamentos e suas atitudes.

3. Conheça seus limites!!!

Embora seu trabalho possa parecer a principal fonte de sobrevivência, não é a coisa mais importante do mundo. É necessário que mantenha sua integridade e privacidade. Nunca deixe que seu trabalho te jogue para baixo.

4. Não se comprometa com mais do que pode cumprir!!!

Compreenda e reconheça o que você pode fazer em um determinado prazo de tempo. Se algo parecer muito complexo, expresse isso a sua equipe com clareza e reorganize os prazos e tarefas de maneira adequada.

5. Comunique-se com clareza!!!

A maior parte do estresse em qualquer trabalho de equipe é resultado de má comunicação. E-mails mal interpretados, projetos mal explicados, expectativas mal alinhadas (entre outros) são causadores de mal estar. Tome medidas simples para ter certeza de uma boa comunicação.

6. Seja educado!!!

Parece simplista, mas não é. No dia a dia, agradeça as pessoas que fazem parte do seu cotidiano e torne a convivência mais agradável.

7. Pare de reclamar e ache soluções!!!

Ser a pessoa que está sempre reclamando é uma forma de propagar energia negativa. Isole o problema que você está observando e gere uma solução eficiente ou envolva sua equipe para encontrar uma solução em grupo.

8. Seja responsável pelo seu próprio bem!!!

Ninguém é mais interessado no seu bem-estar que você próprio. Faça algo ame todos os dias, seja tomar um café no meio da tarde ou criar um ambiente de trabalho confortável.

9. Procure por feedback!!!

Você é responsável pela sua carreira. Caso deseje ser cada vez mais um bom profissional, saiba suas qualidades, mas principalmente em que precisa melhorar mais. Peça feedback não apenas aos seus superiores, porém de colegas e clientes. Muitos profissionais procuram se aconselhar com mentores da mesma empresa, buscando inspiração naqueles que já percorreram um árduo caminho.

10. Seja flexível!!!

Com os outros e com você mesmo. Reajuste-se e readapte-se às novas funções, pessoas e projetos. Empresas passam por fases e reestruturações. Aprenda a tirar o máximo de cada situação, repensando no seu próprio desempenho conforme as mudanças ao seu redor.

Fonte: nibo.com.br

Não dê poder a quem não tem…

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on novembro 1, 2013 by Psiquê

08

Ontem estava bem desanimada de cumprir com minha rotina diária, cansada tanto física quanto mentalmente…tendo que lidar com picuinhas e comportamentos desagradáveis de pessoas que pensam que a vida é eterna.

Compartilhei com alguns poucos amigos íntimos minha falta de vontade de seguir em frente no compasso normal das minhas tarefas. Quis desmarcar o encontro com uma amiga,  faltar ao curso de idiomas, deixar de ir ao aniversário de outra amiga e só queria ficar sozinha, na minha. Queria cuidar dos meus amigos, dos meus afazeres pessoais e das várias coisas que acontecerão nos próximos dias e que precisam do meu apoio: aniversários, chá de panela, casamento, compra de presentes, etc.

Foi neste momento que uma dessas pessoas importantes na minha vida me disse a seguinte frase: “não dê poder a quem não tem…”. Fiquei pensando na força desta frase, pois só nós somos capazes de dar ao outro o poder de nos atingir, de nos magoar, de nos afligir, de nos tirar do sério. Se não damos a eles este poder, eles não conseguem exercê-lo. E isso tem que ser uma lembrança constante…deve nortear nossos dias para que não deixemos que os outros exerçam sobre nós um poder que não são capazes de exercer naturalmente.

A amiga insistiu para que nos encontrássemos e falamos exatamente de talentos e de como esses podem e devem ser usados para lidar com pessoas e situações desagradáveis como as da conjuntura atual, até porque tudo não passa de oportunidades de aprendizado. Ao longo da vida, em outros lugares, novas situações como essas ocorrerão e talvez, em outro momento, eu esteja mais bem preparada para lidar com as mesmas, em função desta experiência.

Tenham todos um excelente dia e lembrem-se que ninguém pode te deixar mal a não ser que você permita. Isso é difícil, é um exercício contínuo, mas é a mais pura verdade.

Seja feliz…

Posted in Comportamento, Curiosidades with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , on abril 20, 2011 by Psiquê

julian-kan - via Aliciante

Nesta semana eu me deparei com uma frase bem interessante:  “A felicidade é uma vocação, um jeito de encarar a vida e as situações cotidianas…”. Ela não é de minha autoria, mas me trouxe uma certa identificação.

Apesar de viver um dia a dia corrido, tenso e repleto de novos desafios constantes…

…de querer cada vez mais da vida…de sentir um certo arrepio pelo tempo que passa…alguma dose de nostalgia pelo tempo que deixei passar sem agradecer pelas minhas conquistas diárias…

…considero-me abençoada e privilegiada, por tudo o que Deus (ou quem quer que tenha poder sobre nós, dependendo de cada crença) me dá todos os dias. O mais importante é saber que cada dia é uma nova oportunidade de engrandecer ainda mais essas bençãos. E hoje devo admitir, vivo a melhor fase de minha vida, seja pela maturidade, pelo físico, pelas pessoas que me cercam, pelas experiências que vivo. Por isso, não permito mais viver momentos que me fazem sofrer, pura e simplesmente por deixar de buscar a felicidade. Eu definitivamente não entendo porque há pessoas que lamentam a vida o tempo todo e deixam os dias passarem sem enxergar a maravilha de viver cada momento, de curtir cada minuto, de gostar de si e do que se é.

Eu não sei que sensação é esta, nem de onde ela vem, não entendo nada, mas é muito boa…

Como disse Clarice Lispector:  “Não entendo. Isso é tão vasto que ultrapassa qualquer entender. Entender é sempre limitado. Mas não entender pode não ter fronteiras. Sinto que sou muito mais completa quando não entendo. Não entender, do modo como falo, é um dom. Não entender, mas não como um simples de espírito. O bom é ser inteligente e não entender. É uma benção estranha, como ter loucura sem ser doida. É um desinteresse manso, é uma doçura de burrice. Só que de vez em quando vem a inquietação: quero entender um pouco. Não demais: mas pelo menos entender que não entendo.”

Meus amores, permitam-se gostar de si mesmos, de suas vidas, daqueles que fazem parte de suas vidas, pois isso se multiplica. Afastem-se daquilo que os machuca, busquem a felicidade nas pequenas coisas. Apenas isso! Ouçam uma música, leiam um livro, andem ao ar livre, dêem um beijo, dêem um sorriso, um abraço…se dêem a chance de ser feliz.