Arquivo de abril, 2014

Paciência e meditação

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , on abril 28, 2014 by Psiquê

689967_69

 

Confesso que paciência não é muito meu forte, mas é uma virtude que preciso buscar. Há algum tempo, estava praticando meditação, o que ajudava um pouco a aplacar minha ansiedade. Nos últimos meses, não pus muito em prática esse exercício e minha ansiedade tem, como consequência, provocado reações no organismo que não são muito agradáveis. Tensões musculares, dores, lesões, alergias.

O caminho é voltar a praticar essas e outras alternativas que  aumentam a paz e a tranquilidade. Recomeçarei pela meditação, pelo contato com a natureza, busca de momentos de reflexão e calma e é claro aprofundar minha prática de yoga.

Que venha um momento mais calmo e tranquilo.

Namastê!

Novos tempos, novos ventos, novos afazeres…

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on abril 14, 2014 by Psiquê

2814132

Novos tempos, novos ventos, novos afazeres…

Sabe quando você acolhe uma mudança em sua vida e, por mais que os benefícios ainda sejam iminente, a sensação é de estar no caminho certo?

A certeza de que aquela mudança, correção de rumo, ou até aquele sacrifício faz parte de sua trajetória em busca de algo maior é compensador…

Hoje vi uma frase bem legal atribuída à personagem Carrie Bradshaw, “maybe you have to let go of who you where to become who you will be“. Uma tradução  livre diria que: “talvez você tenha de abrir mão de quem você era para se tornar quem você ser“…

É exatamente essa a minha sensação, quando me perguntam se as mudanças que aceitei para a minha vida neste mês valeram a pena, se sinto falta do que passou eu digo e reafirmo: tudo o que vivi foi fundamental para o que me tornei hoje, mas foi bom enquanto durou…

Sabedoria é reconhecer que cada uma das experiências pelas quais passamos é parte integrante do que nos tornamos ao vivenciá-las. Não devemos nos arrepender, nem lamentar, nem viver uma nostalgia constante, pensando que somente o passado era bom, confortável, etc.

Tudo o que vivemos faz parte da nossa formação, do nosso amadurecimento.

Estou muito animada com os dias que estão por vir, pelo que estou vivendo agora, mas sinto-me gratificada por tudo o que passei até aqui, mesmo os vários momentos em que sofri, chorei, me entristeci…

Obrigada por tudo!

O amante

Posted in Cultura e Arte, Romance with tags , , , , , , , , , , , , , , , on abril 13, 2014 by Psiquê

 

kinopoisk.ru

 

“…ele estava lá…,era ele no banco de trás, a silhueta quase invisível não se mexia, oprimida…

Ela estava debruçada na mudara, como da primeira vez…

Ela sabia que ele a observava…

Ela o observava também…”

44141485217324129522

Despretensiosamente comecei a assistir ao filme O amante, filmado na década de 1990 e ambientado em Saigon, cidade do Vietnam com colonização francesa em 1929. Uma menina de 15 anos, conhece um homem rico chinês durante a travessia e este se apaixona por ela. Tem início uma relação amorosa entre os dois, ela perde a virgindade e vira sua amante. O relacionamento entre os dois, nunca foi considerado uma possibilidade, ora por ela ser branca e francesa e ele chinês, ora por ele, chinês, se sentir preso às tradições e à vontade do pai de casá-lo com uma noiva que lhe foi prometida.


large

Apesar de apenas ele admitir ao longo do longa o seu amor incontrolável, mesmo que para ele impossível de assumir, ela afirma não amá-lo o tempo todo, mas, no fundo, parece haver um sentimento em seu coração, o que só percebemos depois da separação. As cenas entre eles são muito intensas e a relação, apesar de envolta em momentos de frieza, interesse e descaso, esconde uma paixão por vezes incontrolável e contagiante. Não perca a oportunidade de assistir…

Excelente filme, recomendo fortemente. Triste, mas muito bom.

 

Adaptações

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , on abril 10, 2014 by Psiquê

Mark Avgsut

Ao iniciar novas rotinas, confesso que o medo do novo me faz pensar negativamente sobre a mudança…

…mas hoje ao explorar a novidade, os desafios, a caminhada a pé por entre as ruas, vias e multidões percebi o quão abençoada fui com a nova gama de possibilidades que me cerca…

Um mundo de opções e possibilidades que cabe a mim vê-los como oportunidades de novas conquistas e novos voos.

Fico, então, com a perfeita reflexão do estadista Winston Churchill: “Um otimista vê uma oportunidade em toda dificuldade; um pessimista vê uma dificuldade em toda oportunidade.”

Eis então a minha conclusão do dia: quantas oportunidades estão à minha porta a despeito da perda de alguns confortos…que mundo imenso me cerca repleto de opções e alternativas de crescimento a cada segundo.

Obrigada por tudo: Deus, Universo, o que quer que seja que rege esta orquestra sinfônica em que vivemos.

Simplesmente Feliz

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , on abril 4, 2014 by Psiquê

Imagem

Hoje estou simplesmente feliz, com uma certa ansiedade e um pouco de medo em relação ao novo, mas feliz…

Leve…

Com a certeza de ter feito o melhor…de dever cumprido…

Obrigada meu Deus! Por tudo…se não tivesse sido tudo como foi, poderia não ter a consciência para poder agradecer agora.

Feliz!