Arquivo para outubro, 2012

Impressionismo: Paris e a Modernidade

Posted in Cultura e Arte, Curiosidades, Geral with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on outubro 23, 2012 by Psiquê

Eu ainda não fui ver, mas estou ‘namorando’ esta exposição antes mesmo de ela chegar ao Brasil…a abertura no Rio de Janeiro foi ontem e estou contando os dias para ir lá visitar.

Depois ter sido apresentada em São Paulo, uma seleção de 85 obras-primas do acervo do Museu d’Orsay de Paris, um dos mais visitados museus do mundo, dedicado à arte do século XIX e detentor da mais importante coleção de impressionistas, chega ao Rio de Janeiro.

Le Bain, Alfred Stevens (1867)

Le Bain, Alfred Stevens (1867)

A mostra reflete a história da pintura ocidental no período que compreende a segunda metade do século XIX e início do século XX e é dividida em seis módulos“Paris: a cidade moderna”, “A Vida Urbana e Seus Autores” e “Paris É Uma Festa”, “Fugir da Cidade”, “Convite à Viagem” e “A Vida Silenciosa”, com obras de Camille Pissaro, Claude Monet, Edgar Degas, Edouard Manet, Gustave Coubert, Carot, Henri Toulosse-Lautrec, Jules Lefebvre, Paul Cézanne, Paul Gauguin, Pierre-Auguste Renoir e Vincent Van Gogh, entre outros mestres.

No dia 23, às 19h, haverá uma mesa-redonda com a participação dos curadores, Guy Cogeval (presidente do Museu d’Orsay), Caroline Mathieu (conservadora-chefe do Museu d’Orsay) e Pablo Jimenez Burillo (diretor-geral da Fundación Mapfre). O evento é gratuito, com senhas distribuídas uma hora antes do início da palestra. Durante todo o período da exposição, o Programa Educativo desenvolverá ações que acontecerão ao longo do dia em vários espaços do CCBB.

Exposição: Impressionismo: Paris e a Modernidade

De 23 de outubro de 2012 a 13 de janeiro de 2013

Local: CCBB

1º e 2º andar | Rua Primeiro de Março, 66 – Centro

Horário: Terça a domingo, das 9h às 21h

Dever de casa…

Posted in Geral with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , on outubro 19, 2012 by Psiquê

Jochen van Eden

A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são seis horas!
Quando de vê, já é sexta-feira!
Quando se vê, já é natal…
Quando se vê, já terminou o ano…
Quando se vê perdemos o amor da nossa vida.
Quando se vê passaram 50 anos!
Agora é tarde demais para ser reprovado…
Se me fosse dado um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando pelo caminho a casca dourada e inútil das horas…
Seguraria o amor que está a minha frente e diria que eu o amo…
E tem mais: não deixe de fazer algo de que gosta devido à falta de tempo.
Não deixe de ter pessoas ao seu lado por puro medo de ser feliz.
A única falta que terá será a desse tempo que, infelizmente, nunca mais voltará.
Eu li esta mensagem no perfil da Adriana Esteves e não sei se é de sua autoria, mas sei que achei essas palavras muito válidas para repensarmos a maneira como levamos a vida.
Bom final de semana a todos!

O que realmente é nosso…nunca se vai para sempre…

Posted in Geral with tags , , , , , , , , , on outubro 19, 2012 by Psiquê

Mohammed Alhmoud

Os ventos que às vezes tiram algo que amamos, são os mesmos que trazem algo que…aprendemos a amar…

Por isso não devemos chorar pelo que nos foi tirado e sim, aprender a amar o que nos foi dado.

Pois tudo aquilo que é realmente nosso, nunca se vai para sempre…
Bob Marley

Eu mesma!

Posted in Poesia Erótica with tags , , , , , on outubro 17, 2012 by Psiquê

“O maior obstáculo para eu ir adiante: eu mesma.
Tenho sido a maior dificuldade no meu caminho.
É com enorme esforço que consigo me sobrepor a mim mesma.”

Clarice Lispector

Desejo…

Posted in Poesia Erótica with tags , , , , , , , , , , on outubro 13, 2012 by Psiquê

Igor Amelkovich

“Ela sabia o que era desejo – embora não soubesse que sabia.
Era assim: ficava faminta mas não de fome, era um gosto meio doloroso que subia do baixo-ventre e arrepiava o bico dos seios e os braços vazios sem abraço.
Tornava-se toda dramática e viver doía.”

Clarice Lispector

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , on outubro 8, 2012 by Psiquê

Luis Mendonça

Muitas pessoas não se sentem bem quando estão sozinhas, ou em silêncio, eu confesso que adoro ficar quietinha, sozinha, pensando na vida…

Hoje me identifiquei com uma frase atribuída a Nietzsche: ”Odeio quando ousam roubar minha solidão sem que sejam capazes de me oferecer real companhia.”

Pior do que lidar com pessoas que não curtem o prazer de estar um pouco consigo mesmas, quietas, é ter seu silêncio ou sua “solidão” interrompida por alguém que é incapaz de oferecer sua companhia como  contrapartida. Afinal, a pior de todas as experiências é estar só, quando acompanhadas. Nossa, essa sensação é muito ruim. Espero que paremos um pouquinho para refletir sobre as vantagens do silêncio e da reflexão que podemos vivenciar quando estamos sozinhos.

Terapia

Posted in Comportamento with tags , , , on outubro 4, 2012 by Psiquê

Estreou esta semana o programa Sessão de Terapia, dirigido por Selton Mello, trazendo cada dia da semana um caso diferente. Confesso que me senti atraída pelo programa antes mesmo da estreia, mas depois de iniciada, elegi alguns personagens mais interessantes que outros.

A meu ver todas as pessoas deveriam procurar se conhecer melhor através da Terapia. A vida já é muito complicada e complexa para não buscarmos compreender a dinâmica que envolve nosso dia a dia.

Existem várias linhas de terapia e vários tipos de terapeutas, mas cada um vai se achar numa linha…tenha coragem e encontre a sua. Mas se na sua busca, não gostar do que encontrar, continue buscando. O importante é se encontrar…