Arquivo para escolhas

Vida e presente

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , , on maio 18, 2016 by Psiquê

42dd11aec326fd2e6e4bba2852cdf018

A vida da gente é sempre uma escolha e devemos estar conscientes de que depende de nós decidirmos por caminhos que nos permitem buscar a felicidade. Existem algumas decisões que funcionam, a meu ver, como presentes que nos damos.

Nos amarmos e respeitarmos nossos limites, são os pontos mais importantes. A partir daí, estaremos mais preparados para enfrentar as intempéries da vida. Parece clichê, mas, independente de sua crença, sempre que agradecemos ao longo da vida, uma sucessão de outros motivos de gratidão parecem se suceder.

Há decisões que tomo diariamente que funcionam como um presente para mim mesma, dentre elas:

  • cuidar da minha saúde física e mental,
  • estar ao lado de pessoas que me fazem bem e que amo,
  • fazer exercícios diariamente (ainda que muitas das vezes o depois seja muito mais importante para o meu bem-estar do que o durante – afinal, sou humana),
  • conhecer e praticar yoga (atualmente pelo menos 3 vezes por semana),
  • praticar pilates,
  • me analisar e procurar, dentro das minhas limitações me conhecer e melhorar,
  • ter consciência de que uma boa alimentação e boas escolhas fazem bem ao meu organismo,
  • ler bastante, estudar e escolher bons programas que me façam aprender e refletir,
  • buscar relações equilibradas e respeitosas, procurando entender o outro e evitando pensar somente no meu lado da história,
  •  lutar por um mundo melhor e uma vida mais justa…

É obvio que nem todas as coisas que acontecem em nossa vida dependem de nós, mas grande parte delas é influenciado por nossas escolhas. E com base nisso, temos o dever que sempre tentar fazer as melhores escolhas possíveis.

 

 

Anúncios

Nossos Tempos

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , on agosto 5, 2015 by Psiquê
Michaelb Burke 36

by Michael Burke

É impressionante a rapidez com que o tempo passa, as coisas mudam, as prioridades se alteram e os planos também. Eu acabo de me dar conta de que 2015 já passou da metade e parece que agora está começando. Tanta coisa mudou desde o seu início, mas como muitas destas mudanças independiam da minha vontade, somente agora, sinto-me mais apta a determinar os rumos que quero seguir: continuar meus planos e minha trajetória.

Eu gostaria inicialmente de agradecer por todos esses momentos de angústia e apreensão que passei nestes meses iniciais de 2015. Tem sido um ano de muitos balanços e de muitas transformações. Sinto-me realmente uma fênix, com mortes e transformações diárias, seguidas de renascimentos e reformulações. Dificilmente temos consciência, no momento em que vivemos tais angústias, que o momento seguinte será melhor, mais maduro, mais feliz…

Tenho certeza de que neste período em que não pude controlar as mudanças que se impuseram na minha vida, foi necessário fazer muitos balanços, os quais tenho mais condições de fazer agora. As escolhas acabaram se impondo, mas tenho, hoje, certeza, de que foram as melhores a se fazer.

Desejo um feliz 2015 – parte 2! Rsrs

Começo agora uma nova fase de redefinição de prioridades.

Puro preconceito

Posted in Comportamento, Curiosidades, Profissão, Sexo with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on janeiro 27, 2015 by Psiquê

678727_35Talvez minhas ideias neste post causem mal estar, mas há algo que preciso compartilhar aqui e considero nada mais do que puro preconceito, enraigado em uma sociedade extremamente machista, preconceituosa e (muitas vezes, hipócrita).

No Saia Justa Verão da semana passada, os meninos lançaram o tema prostituição, enquanto negócio, na pauta de discussão. Na ocasião, Léo Jaime relatou uma experiência pela qual passou em Amsterdam, em que passava pelo Red Light District, uma área onde a prostituição é comum (e legalizada): uma das profissionais saiu de uma casa de prostituição e seu marido/namorado/parceiro a esperava na porta, vindo do trabalho, com uniforme da companhia de luz. Ao vê-la, deu um selinho e seguiu de mãos dadas para casa. Na sequência, ele indaga aos demais apresentadores se eles lidariam bem com a possibilidade de sua esposa trabalhar como prostituta.

Certa vez, também conversando com uma psicóloga que gosto muito falei sobre este tema e ela destacou as dificuldades pelas quais passam as pessoas que trabalham se prostituindo e quando querem assumir um relacionamento estável ou ter filhos, sofrem preconceito de seus parceiros ou da sociedade.

Foi então que comecei a pensar que tudo isso só existe porque vivemos em uma sociedade absurdamente machista e preconceituosa, na qual os homens se gabam por pagar pelo sexo, mas consideram inferiores as mulheres (ou homens) que vendem o serviço.

Se a prostituição fosse realmente encarada como um profissão, na qual a pessoa vende um serviço e fora do trabalho vive como outra pessoa que exerça uma profissão qualquer, não haveria sentido algum em olhar torto, fazer piadinha, tratar mal  ou condenar aqueles que fazem desta uma profissão. Mas estamos muito distantes de uma sociedade que consiga deixar o preconceito de lado e respeitar o outro se a sua prática ou suas escolhas forem de encontro ao que se pensa ser certo ou moral.

Na minha opinião esta discussão demonstra o mais puro preconceito e machismo (no caso da experiência brasileira). Mas isso é só uma opinião…que não podia deixar de compartilhar com vocês.

Fiquem bem e respeitem o outro, sempre, independente das escolhas dele.

Compartilhar

Posted in Comportamento, Conscientização, Saúde with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on novembro 27, 2014 by Psiquê

belly

Quando escolho uma prática que me faz bem, sinto um ímpeto por compartilhar com aqueles que gosto. Muitas vezes eu só o faço se houver algum estímulo ou interesse daqueles que me cercam, no intuito de não parecer inconveniente ou pedante…

Estava pensando em um tema para uma apresentação que preciso fazer para um curso e fui orientada a escolher um tema que goste bastante. Pensei em escrever sobre o yoga, mas como no meu dia a dia, em uma conversa ou outra acabo compartilhando os benefícios que esta prática trouxe para minha vida, fiquei com receio de ser repetitiva ou invasiva…

Compartilhar ideias, práticas e interesses que nos fazem bem, pode trazer ajudar a quem ouve, mas pode também parecer inapropriado se a pessoa não quer ou não acredita naquela prática. Por isso, que dentro de certos limites, podemos e devemos compartilhar sempre, respeitando o interesse do outro em ouvir – ou seja, sem imposições – e também o seu próprio tempo. Pode ser que plantemos a semente e o outro, naquele momento, não acredite ou não queira adotar aquela prática.

Mas o simples compartilhar já pode representar uma sementinha…

Eu quero compartilhar minha gratidão, por conseguir hoje, fazer escolhas mais saudáveis, mais tranquilas, mais energizantes. Eu quero agradecer pela oportunidade de me alimentar bem, de respeitar meu corpo, meus limites, meus gostos. Quero fugir de discursos que me aprisionem na ideia de que tenho que seguir padrões de comportamento e de beleza que não condizem com o meu bem-estar. Quero, ainda, refutar qualquer possibilidade de adotar hábitos que me firam e que possam ir contra aquilo que acredito ser o melhor para mim. Quero manter a fé na vida e a gratidão por tudo o que tenho e vivo, desejar sempre mais da vida, saber que meu corpo é meu templo e que tenho que amá-lo e respeitar meus limites, alimentar-me saudavelmente, ingerindo alimentos que me fazem bem, exercitar-me todos os dias – ou sempre que possível -, praticar yoga pelo menos 3 vezes por semana, beber muita água, hidratar o meu corpo, meditar, dormir bem, sorrir, amar…

Estas são algumas das minhas resoluções para este ano que finda e para os próximos…

Compartilho aqui com vocês a gratidão por estas práticas e descobertas.

2014 foi um excelente ano de mudanças.

Namastê!

Suplementação proteica

Posted in Estética e Beleza, Saúde with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on outubro 30, 2014 by Psiquê

4f854ef6326095a06e021a285871e9d4 Já escrevi aqui no Espartilho sobre os rituais diários de saúde e de beleza. Algumas decisões que tomamos diariamente, para, no longo prazo, ‘ou no conjunto da obra’, conseguirmos resultado.

Há anos tenho procurado optar por uma vida saudável, com alimentação balanceada, prática frequente de exercícios físicos, etc. Meus treinos têm sido mais frequentes, pelo menos desde 2011, quando iniciei trabalho com personal trainer na academia em que frequentava. Hoje sou adepta do treinamento funcional, mais eficaz, mais dinâmico e eficiente. Também sob orientação de um personal trainer [quem quiser uma boa dica, confira Alex Avelino]  meu treino funcional é feito em média 4 vezes por semana [quando consigo treino 6 vezes], fora de academia [eu detesto o ambiente de academia, acho que já deu para notar, né?], mas num ritmo muito intenso e prazeroso. Há profissionais que usam seus estúdios abertos ou fechados, treinam na praia, parque, etc. Eu, por exemplo, adoro treino ao ar livre!

Tenho adotado uma série de procedimentos para viver uma vida mais saudável:

  1. Alimentação vegetariana/vegana sem radicalismos, mas com boas escolhas alimentares de segunda à sexta, na medida do possível.
  2. Ingestão de suco verde 1 vez ao dia;
  3. Treino de segunda a sexta ou de segunda a sábado quando dá;
  4. Yoga –  2 a 3 vezes por semana.
  5. E agora estou em busca de um bom nutricionista para organizar minhas escolhas alimentares nos horários ideais.

Novidade: Uma das novas minhas medidas diárias é a ingestão de uma barrinha de proteína após o meu treino [comecei hoje] , pois reconheço que minha alimentação está aquém do meu gasto energético e minha busca por definição com os treinos físicos. Confesso que não busco um shape muito exagerado, e sim magro e definido, mas até isso requer muita disciplina e boas escolhas.

Encontrei uma matéria que saiu na página Minha vida em 2009, mas que parece interessante no que diz respeito aos benefícios das barrinhas proteicas. Barrinhas de proteínas melhoram até treino aeróbico – veja quando consumir e descubra a quantidade ideal na sua dieta.

“Pensando em obter mais resultados no treino, você pensa logo nas barrinhas de proteína como reforço na dieta. O nutriente, indispensável para o funcionamento do organismo e especialmente necessário no metabolismo de quem deseja aumentar os músculos, está presente nas carnes (brancas e vermelhas), nos peixes, nos ovos e no leite.

[como minha alimentação tem sido mais deficitária destes ingredientes proteicos, a ingestão de barras e complementação proteica tem sido importante. Como ainda tenho resistência aos shakes e esperarei uma consulta ao profissional de nutrição, iniciei a complementação com a barrinha pós-treino] Mas, como a recomendação diária é alta (um grama de proteína por quilo de peso nos indivíduos sedentários), nem sempre as refeições conseguem dar conta deste total. “Nesses casos, a suplementação é indicada e não apresenta contra-indicações“, afirma a nutricionista Ana Paula Mendonça, [que na época em que o artigo foi escrito, trabalhava na Clínica Gênesis]. A seguir, ela dá dicas para você tirar proveito máximo das barrinhas de proteína (não confunda com as de carboidratos, usadas para reposição energética) e diferencia o produto da versão em pó, também bastante popular entre quem pratica exercícios. Elas são para todo mundo. As barras de proteínas, assim como outros suplementos alimentares, devem ser vir de apoio para a sua dieta (não importa se você faz exercícios ou não). No entanto, não deixe de conferir os rótulos e ver se a quantidade de calorias de cada unidade está dentro das suas necessidades diárias. Vale lembrar que a composição das barrinhas também apresenta carboidratos e gorduras e que o valor calórico médio chega a 200kcal. Treino aeróbio também queima proteína. A prática de exercícios aeróbios, mesmo que em menor proporção do que a musculação, também contribui para um catabolismo proteico. Portanto, o consumo adequado de proteínas ajuda o organismo a poupar as reservas deste nutriente, estimulando a perda de gordura corporal. Isso mesmo: consumidas dentro das proporções diárias recomendadas, as barras de proteína podem ser utilizadas para quem faz apenas exercícios aeróbicos. Consuma após o treino. O momento da oferta do nutriente ao músculo é de extrema importância no resultado do treino. Durante todo o dia o músculo é submetido a diferentes fases de um ciclo de crescimento muscular. Existe a fase energética, a fase de recuperação e a fase de crescimento. Se as barrinhas forem pensadas como recurso para o aumento da massa, o ideal é comer logo após o treino de musculação (quando o organismo precisa do nutriente para se refazer das microlesões causadas pelas séries). No dia de folga também pode. As barras de proteína podem ser consumidas em dias que não há treino, porque oferecem nutrientes de que nosso corpo precisa para funcionar adequadamente. Pense em uma unidade como substituição do lanche da manhã ou da tarde e não deixe de observar a quantidade de calorias que ela acrescenta na sua dieta. A proporção ideal entre carboidratos, proteínas e gorduras. As relações de gordura, carboidrato e proteína variam muito de uma marca para outra, facilitando adequação às suas necessidades. Para substituição de um lanche da tarde, sem comprometer a ingestão calórica diária, as melhores opções seriam as barras que têm, em média, 10-20g de proteína, 15-30g de carboidrato e 5-7g de gordura.

d893ede2cb948eaa77fa9befd2131a02Barrinhas ou proteína em pó? As pesquisas mostram que ambas auxiliam na hipertrofia muscular, mas só devem ser usadas quando as recomendações dietéticas não são alcançadas. Dentre as proteínas em pó, podemos destacar a albumina, o proteinato de cálcio e a whey protein:

  • Albumina: é a proteína da clara do ovo. Indicada para os iniciantes na musculação.
  • Proteinato de Cálcio: proteína da soja. Indicada para os atletas e praticantes de atividade física que não comem a proteína de origem animal.
  • Whey Protein: é a proteína de soro do leite, tem ótima digestibilidade. Encontramos whey protein em três diferentes formas: isolada, concentrada e hidrolisada. Quanto mais rápida a proteína é digerida, maior o poder de síntese e absorção da proteína, proporcionando a recuperação muscular e o ganho de massa magra com maior rapidez e eficiência.
  • Whey Protein isolada: pura, não tem mistura de outro tipo de proteína.
  • Whey Protein concentrada: maior quantidade de proteína por porção.
  • Whey Protein hidrolisada: de mais fácil absorção em relação às demais, pois é pré-digerida.

As proteínas concentradas em barra são práticas de fácil transporte e consumo, uma opção para quem não tem como bater os shakes de proteína em pó. A diferença básica é que as barras contêm um pouco mais de carboidrato e levam mais tempo para serem absorvidas.

Batendo a proteína em póPara facilitar a digestão e absorção o ideal é bater as proteínas em pó com água. A adição de uma fruta ajuda na recuperação muscular pós-treino, porque oferece carboidratos.

Proteínas para vegetarianosAs barrinhas de proteína levam em sua composição leite, ou proteína do soro do leite. Algumas marcas também associam leite de soja. Indivíduos ovolactovegetarianos devem dar preferência aos suplementos que possuem apenas proteínas da soja na composição, como o proteinato de cálcio. [comprei uma que é feita do leite de soja]

Resultados mais rápidosA hipertrofia muscular ocorre quando as taxas de síntese proteica são maiores que as taxas de degradação proteica corporal. O aumento da síntese proteica depende de um treinamento adequado, em volume e frequência, de períodos de descanso, de perfil hormonal favorável (maior liberação de hormônios anabólicos e menor liberação de hormônios catabólicos) e, principalmente, de uma oferta adequada de nutrientes que estejam envolvidos na hipertrofia muscular (como as proteínas).

O consumo das barrinhas pode auxiliar nos resultados e na performance do praticante de atividade física, porém associada a outros componentes da dieta e um programa de treinamento adequado que inclua séries de exercícios suficientemente intensos e períodos de descanso. Calcule a quantidade diária que você deve consumir.

O consumo proteico recomendado para pessoas sedentárias saudáveis varia de 0,8 a 1,0g de proteína/kg de peso corporal. Praticantes de musculação e atletas devem ter um consumo médio de 1,2 a 1,8g de proteína/kg de peso corporal. A quantidade proteica necessária para o atleta deve ser oferecida durante todo o dia dentro de um percentual que varia de 15-20% do valor calórico total da dieta, ou seja, uma pessoa sedentária pesando 70kg deve consumir diariamente de 56 a 70g de proteína por dia. Já em um atleta ou praticante de atividade física, esta quantidade pode variar e 84 a 126g por dia. O excesso no consumo de proteínas pode causar sobrecarga hepática e renal, órgãos envolvidos no metabolismo deste nutriente.”

Impermanência

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , on julho 30, 2014 by Psiquê

93192cbfaa3c97fb06c9e02ab3c1140d

 

Na revista Yoga Journal deste bimestre, várias reportagens sobre as mudanças e a perenidade da vida me chamaram atenção. Mas a matéria sobre a impermanência se destacou, o núcleo duro defendido no texto é a necessidade de nos adaptarmos às mudanças para envelhecermos bem e felizes.

A contemporaneidade se acostumou a resistir às mudanças do tempo e a querer eternizar a juventude, levando todos nós a uma luta contra o tempo impossível de se vencer. O tempo está aí e a única coisa que podemos fazer é lidar com ele e viver o presente. Precisamos, portanto, viver bem o momento atual, buscando o melhor do agora, para conseguirmos um amanhã mais próximo do que escolhemos hoje.

“Nada é estático, tudo muda constantemente e podemos comparar nossas vidas com ciclos naturais da natureza. Aliás, o Ayurveda preconiza há longas datas que o ser humano só terá saúde quando se conscientizar dessa sabedoria e viver conectado com os ritmos da natureza”, defende Marcia De Luca, autora do texto.

Recomendo a leitura da revista inteira.

Beijo e um ótimo dia, Namastê!

30 Coisas para você começar a fazer por si mesmo

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on maio 14, 2014 by Psiquê

3011592

Adaptado do original 30 things to start doing with yourself

1. Comece a passar o tempo com as pessoas certas. 

Estas são as pessoas que você gosta, que amam e apreciam você, e que o incentivam a melhorar de maneira saudável e estimulante. São aquelas pessoas que fazem você se sentir mais vivo, e não só aceitam quem você é agora, mas também estão de acordo e aceitam quem você quer ser, incondicionalmente.

2. Comece a enfrentar seus problemas de frente. (Excelente dica!)

Não são os seus problemas que definem você, mas como você reage e se recupera deles. Os problemas não vão desaparecer se você não agir. Faça o que você puder, quando puder, e reconheça o que você fez. É uma questão de dar passos de bebê na direção certa, centímetro por centímetro. Estes centímetros contam, eles somam metros e quilômetros a longo prazo.

3. Comece a ser honesto com você mesmo sobre tudo.

Seja honesto sobre o que está bem, assim como sobre o que precisa ser mudado. Seja honesto sobre o que você quer alcançar e quem você quer se tornar. Seja honesto com todos os aspectos da sua vida, sempre. Porque você é a única pessoa que você sempre pode contar. Procure a verdade na sua alma, para que você realmente saiba quem você é. Quando você fizer isso, você terá uma melhor compreensão de onde você está agora e como você chegou aqui, e você estará melhor equipado para identificar onde você quer ir e como chegar lá. Leia O Caminho Menos Percorrido.

4. Comece a fazer da sua própria felicidade uma prioridade.

Suas necessidades importam. Se você não se valoriza, não se cuida e não se defende, você está se sabotando. Lembre-se, é possível cuidar das suas próprias necessidades e ao mesmo tempo cuidar das pessoas ao seu redor. E quando as suas necessidades forem atendidas, você provavelmente vai ser muito mais capaz de ajudar aqueles que precisam de você.

5. Comece a ser você mesmo, genuinamente e orgulhosamente.

Tentar ser qualquer outra pessoa é um desperdício da pessoa que você é. Seja você mesmo. Abrace essa pessoa dentro de você, que tem ideias, força e beleza como ninguém. Seja a pessoa que você sabe que você é – a melhor versão de você – do seu jeito. Acima de tudo, seja fiel a VOCÊ, e se seu coração não quiser fazer algo, então não faça.

6. Comece a prestar atenção e viver no presente.

O agora é um milagre. Agora é o único momento garantido para você. Agora é a vida. Então pare de pensar em como as coisas vão ser ótimas no futuro. Pare de ficar pensando sobre o que você fez ou deixou de fazer no passado. Aprenda a ficar no “aqui e agora” e experimentar a vida enquanto ela está acontecendo. Aprecie o mundo pela beleza que ele possui nesse momento.

7. Comece a valorizar as lições que seus erros ensinam. 

Tudo bem errar. Os erros são os degraus do progresso. Se você não está falhando de vez em quando, você não está se esforçando o suficiente e você não está aprendendo. Assuma riscos, tropece, caia, e, em seguida, levante-se e tente novamente. Aprecie que você está se esforçando, aprendendo, crescendo e melhorando. Conquistas significativas são quase invariavelmente realizadas no final de um longo caminho de fracassos. Um dos “erros” que você teme pode ser apenas o elo para o seu maior feito na vida.

8. Comece a ser mais gentil com você mesmo.

Se você tivesse um amigo que falasse com você da mesma forma como, às vezes, você fala com você mesmo, quanto tempo você permitiria que essa pessoa fosse sua amiga? A maneira como você se trata estabelece o padrão para os outros. Você deve amar quem você é ou ninguém mais irá.

9. Comece a desfrutar as coisas que você já tem.

O problema com muitos de nós é que pensamos que vamos ser feliz quando alcançarmos certo nível na vida – um nível que outros conseguiram – seu chefe com seu escritório de canto, o amigo de um amigo que é dono de uma mansão na praia, etc. Infelizmente, pode levar algum tempo antes que você chegue lá, e quando você chegar lá, você provavelmente vai ter um novo destino em mente. Você vai acabar gastando toda a sua vida trabalhando em direção a algo novo, sem nunca parar para apreciar as coisas que você tem agora. Então, fique em silêncio todas as manhãs quando você acordar, e aprecie onde você está e o que você já tem.

10. Comece a criar sua própria felicidade.

Se você está à espera de alguém para lhe fazer feliz, você está perdendo tempo. Sorria porque você pode. Escolha a felicidade. Seja a mudança que você quer ver no mundo. Seja feliz com quem você está agora, e deixe a sua positividade inspirar sua jornada para o amanhã. Felicidade é frequentemente encontrada quando e onde você decide procurá-la. Se você procurar a felicidade dentro das oportunidades que você tem, você acabará por encontrá-la. Mas se você constantemente procurar outra coisa, infelizmente, você vai encontrar isso também. Leia Tropeçar na Felicidade.

11. Comece a dar uma chance para as suas ideias e sonhos.

Na vida, raramente é sobre ter uma oportunidade, mas sim sobre se arriscar. Você nunca vai estar 100% certo que vai funcionar, mas você sempre pode estar 100% certo que não fazer nada não vai funcionar. Na maioria das vezes você só precisa ir em frente! E não importa o resultado, sempre acaba do jeito que deveria ser. Ou você tem sucesso ou você aprende alguma coisa. De qualquer jeito, você ganha.

12. Comece a acreditar que você está pronto para a próxima etapa.

Você está pronto! Pense nisso. Você tem tudo que você precisa agora para dar o próximo passo adiante, pode ser pequeno, mas deve ser realista. Então abrace as oportunidades que surgem em seu caminho, e aceite os desafios – eles são presentes que irão ajudá-lo a crescer.

13. Comece novos relacionamentos pelas razões certas.

Entre em novas relações com pessoas confiáveis​​, honestas, que refletem a pessoa que você é e a pessoa que você quer ser. Escolha amigos que você tem orgulho de conhecer, pessoas que você admira e que demonstram amor e respeito por você – pessoas que retribuem sua bondade e seu compromisso. E prestam atenção ao que as pessoas fazem, porque as ações de uma pessoa são muito mais importantes do que suas palavras ou como os outros a descrevem.

14. Comece a dar uma chance às novas pessoas que você encontra.

Parece desagradável, mas você não pode manter cada amigo que você já fez. As pessoas e suas prioridades mudam. Assim como alguns relacionamentos vão desaparecer, outros vão crescer. Aprecie a possibilidade de novas relações enquanto você naturalmente larga mão das antigas que não funcionam mais. Confie em seu julgamento. Abrace novas relações, sabendo que você está entrando em território desconhecido. Esteja pronto para aprender, esteja pronto para o desafio e esteja pronto para encontrar alguém que pode mudar sua vida para sempre.

15. Comece a competir contra uma versão anterior de você mesmo.

Seja inspirado pelos outros, aprecie os outros, aprenda com os outros, mas saiba que competir contra eles é um desperdício de tempo. Você está em competição com uma pessoa e apenas uma – você mesmo. Você está competindo para ser o melhor que você pode ser. Vise quebrar seus próprios recordes pessoais.

16. Comece a torcer pela vitória das outras pessoas.

Comece a perceber o que você gosta nos outros e diga a eles. Apreciar o quão incrível as pessoas ao seu redor são, conduz a lugares, bons, produtivos, gratificantes e pacíficos. Então, fique feliz por aqueles que estão progredindo. Torça pelas suas vitórias. Seja grato abertamente pelas bênçãos que eles receberam. O que vai, volta, e mais cedo ou mais tarde, as pessoas para quem você está torcendo começarão a torcer por você.

17. Comece a olhar para o lado positivo nas situações difíceis.

Quando as coisas estão difíceis, e você se sente para baixo, faça algumas respirações profundas e procure o lado positivo – os pequenos sinais de esperança. Lembre-se que você pode e vai ficar mais forte quando esses tempos difíceis passarem. E permaneça consciente de suas bênçãos e vitórias – todas as coisas em sua vida que estão bem. Concentre-se no que você tem, não no que você não tem.

18. Comece a perdoar a si mesmo e aos outros.

Todos nós fomos feridos pelas nossas próprias decisões e pelos outros. E enquanto a dor dessas experiências é normal, às vezes perdura por muito tempo. Nós revivemos a dor repetidamente e temos dificuldade em deixá-la ir. O perdão é o remédio. Isso não significa que você está apagando ou esquecendo o que aconteceu no passado. Isso significa que você está deixando de lado o ressentimento e a dor, e está escolhendo aprender com o incidente e seguir em frente com sua vida.

19. Comece a ajudar aqueles que estão a sua volta.

Preocupe-se com as pessoas. Oriente-as se você souber um caminho melhor. Quanto mais você ajudar os outros, mais eles vão querer ajudá-lo. Amor e bondade gera amor e bondade. E assim por diante.

20. Comece a ouvir a sua voz interior.

Se isso ajuda, discuta suas ideias com as pessoas mais próximas de você, mas dê a você mesmo espaço suficiente para seguir a sua própria intuição. Seja fiel a si mesmo. Diga o que você precisa dizer. Faça o que o seu coração diz que está certo.

21. Comece a ficar atento ao seu nível de estresse e faça pausas curtas.

Vá mais devagar. Respire. Dê a você mesmo permissão para fazer uma pausa, reagrupar e avançar com clareza e propósito. Quando você estiver muito ocupado, um breve recesso pode rejuvenescer a sua mente e aumentar a sua produtividade. Estas pausas curtas vão ajudá-lo a recuperar sua sanidade e refletir sobre suas ações recentes, assim você pode ter certeza que elas estão alinhadas com seus objetivos.

22. Comece a perceber a beleza dos pequenos momentos.

Em vez de esperar que grandes coisas aconteçam – casamento, filhos, grande promoção, ganhar na loteria – encontre a felicidade nas pequenas coisas que acontecem todos os dias. Pequenas coisas, como tomar tranquilamente uma xícara de café no início da manhã, ou o delicioso cheiro e sabor de uma refeição caseira, ou o prazer de compartilhar algo que você gosta com outra pessoa ou ficar de mãos dadas com o seu parceiro. Perceber esses pequenos prazeres diariamente faz uma grande diferença na qualidade de sua vida.

23. Comece a aceitar as coisas quando elas não são perfeitas.

Lembre-se, “perfeito” é o inimigo do “bom”.  Um dos maiores desafios para as pessoas que querem melhorar a si mesmas e melhorar o mundo é aprender a aceitar as coisas como elas são. Às vezes é melhor aceitar e apreciar o mundo como ele é, e as pessoas como elas são, em vez de tentar fazer com que tudo e todos estejam em conformidade com um ideal impossível. Não, você não deve aceitar uma vida medíocre, mas deve aprender a amar e valorizar as coisas até mesmo quando elas não são perfeitas.

24. Comece a trabalhar na direção dos seus objetivos todos os dias.

Lembre-se, a viagem de mil quilômetros começa com um passo. Seja qual for o seu sonho, todo dia dê um passo pequeno, mas coerente, para que seu sonho aconteça. Vá lá e faça alguma coisa! Quanto mais você trabalhar, mais sorte você terá. Enquanto muitos de nós dizemos, em algum momento durante o curso de nossas vidas, que queremos seguir a nossa vocação, poucos são aqueles astutos que realmente trabalham para que isso aconteça. Por “trabalhar por isso”, eu quero dizer se dedicar consistentemente ao resultado final. Leia Os 7 Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes.

25. Comece a dizer mais como você se sente.

Se você está sofrendo, dê a você mesmo o espaço e o tempo necessário para se sentir a dor, mas esteja aberto sobre isso. Converse com as pessoas mais próximas a você. Diga-lhes a verdade sobre como se sente. Deixe-os ouvir. O simples ato de desabafar é o seu primeiro passo para se sentir bem novamente.

26. Comece a tomar plena responsabilidade pela sua vida.

Seja responsável pelas suas escolhas e pelos seus erros, e esteja disposto a tomar as medidas necessárias para melhorar de acordo com eles. Ou você assume responsabilidade pela sua vida ou alguém o fará. E quando alguém o fizer, você vai se tornar um escravo das suas ideias e sonhos em vez de um pioneiro dos seus próprios sonhos. Você é o único que pode controlar diretamente o resultado da sua vida. E não, não vai ser sempre fácil. Cada pessoa tem uma pilha de obstáculos na frente delas. Mas você tem que assumir a responsabilidade pela sua situação e superar esses obstáculos. Optar pelo contrário é escolher uma vida de mera existência.

27. Comece a nutrir seus relacionamentos mais importantes.

Leve para a sua vida, e para as vidas daqueles que você ama, verdadeira e honesta alegria com o ato simples de lhes dizer regularmente o quanto eles significam para você. Você não pode ser tudo para todos, mas você pode ser tudo para algumas pessoas. Decida quem são essas pessoas em sua vida e trate-as como se fossem da realeza. Lembre-se, você não precisa de certo número de amigos, apenas um número de amigos que você pode contar.

28. Comece a se concentrar nas coisas que você pode controlar.

Você não pode mudar tudo, mas você sempre pode mudar alguma coisa. Desperdiçar seu tempo, talento e energia emocional com coisas que estão além do seu controle é uma receita para a frustração, miséria e estagnação. Invista sua energia nas coisas que você pode controlar e aja sobre elas agora

29. Comece a se concentrar na possibilidade dos resultados positivos. 

A mente tem que acreditar que pode fazer alguma coisa antes que seja realmente capaz de fazê-la. O caminho para superar os pensamentos negativos e as emoções destrutivas é desenvolver emoções positivas que são mais fortes e mais poderosas. Ouça a sua voz interior e substitua pensamentos negativos por positivos. Independentemente de como a situação parece, foque sobre o que você quer que aconteça e, em seguida, dê o próximo passo positivo. Não, você não pode controlar tudo o que acontece com você, mas você pode controlar como você reage às coisas. A vida de todos tem aspectos positivos e negativos. A longo prazo, você ser ou não ser feliz e bem-sucedido depende muito de quais são os aspectos mais focados na sua vida. Leia The How of Happiness.

30. Comece a perceber o quão rico você é agora.

Henry David Thoreau disse certa vez: “Riqueza é a capacidade de experimentar a vida plenamente.” Mesmo quando os tempos estão difíceis, é sempre importante manter as coisas em perspectiva. Você não foi dormir com fome na noite passada. Você não dormiu na rua. Você pôde escolher que roupa vestir esta manhã. Você não se cansou hoje. Você não gastou um minuto com medo. Você tem acesso à água potável. Você tem acesso a cuidados médicos. Você tem acesso à Internet. Você pode ler. Alguns poderiam dizer que você é incrivelmente rico, então se lembre de ser grato por todas as coisas que você tem.

Crédito: marcandangel.com

Esta é uma lista maravilhosa. Se dermos esses pequenos passos todos os dias e praticar estas coisas, podemos ter grandes melhorias em nossas vidas!!!! Siga em frente!!!!

Namastê!