Arquivo para fevereiro, 2013

Enzima lactase, agora disponível no Brasil

Posted in Curiosidades, Saúde with tags , , , , , , , , , , , , , , on fevereiro 20, 2013 by Psiquê

Tatoo

Acabo de receber a newsletter do portal Sem Lactose e uma novidade me chamou atenção. A matéria, assinada por Luciane Baldo, intitulada Enzima lactase, agora disponível no Brasil

Segundo o artigo, “a novidade promete ser um grande sucesso entre os intolerantes à lactose. Chega ao mercado o Digelac, a primeira enzima lactase de produção nacional. A notícia estava certamente sendo bastante aguardada por muitos leitores do Semlactose.com que, até então, só tinham como opção a manipulação ou a importação do produto. Recebemos há alguns dias amostras do produto e, desde então, já testei o Digelac com diferentes alimentos.

A principal diferença desta enzima para as similares é sua apresentação. Ao invés de comprimidos, o Digelac é comercializado em pó para ser adicionado aos alimentos com lactose. Você pode colocar a enzima em pó sobre tortas, bolos, sorvetes, milkshakes e várias outras guloseimas elaboradas com leite ou derivados. Apesar de não ser a recomendação do fabricante, nós testamos o produto misturado em um copo de água antes de ingerir alimentos com lactose e funciona da mesma forma. A novidade deve ser bem aceita por crianças, que em geral resistem a tomar comprimidos. A versatilidade do produto é outra vantagem. O Digelac pode ser usado tanto em alimentos prontos, quanto no preparo de alimentos, como por exemplo, para fazer uma mousse.*

O Digelac contém 10.000 FCC ALU, sendo ainda mais potente que o Lactaid Fast Act, uma das enzimas mais consumidas pelos brasileiros. A novidade está disponível para vendas exclusivamente através do site http://www.digelac.com.br.

*Lembre-se que a quantidade de um sachê funciona para uma porção individual. Para usar a enzima no preparo de porções maiores, será necessário utilizar uma quantidade maior de enzima.”

Vou comprar para experimentar. Se funcionar, falarei com minha nutricionista Cecília Santos, para ter em mente como alternativa.

Anúncios

Entre lençóis

Posted in Erotismo, Poesia Erótica with tags , , , , , , , , , , , , , on fevereiro 17, 2013 by Psiquê

SONY DSC

 

Envoltos pela névoa de linho os amantes se olham indescobertos…
Envoltos por sins e temores os amantes se tocam cautelosamente…
Envoltos por olhos ardentes… os amantes se desejam misteriosamente…
Envoltos… no quarto fechado há um não sobrar de espaço para dois
As palavras sussurram delicadamente prazeres inconfessáveis e não ditos Mãos espalmadas em busca de espaço desafiando as leis da física… Pernas, ora trançadas ora retesadas… querendo quebrar todos os limites Bocas em beijos, em cada milímetro… engolindo toda a possível resistência
Entre lençóis, os amantes se esquecem eternamente do tempo …
Para quê tempo? se, entre lençóis, eles vivem tão intensamente?…
E… bem cá entre nós – Para quê mais os lençóis?…

Autoria: Djalma Filho

2013:começou?

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , on fevereiro 14, 2013 by Psiquê

281630_386668704756746_639263807_n

Para muitos, o ano só começa efetivamente depois do Carnaval. Para aqueles que pensam desta forma, 2013 está apenas começando…

Agora é hora de arregaçar as mangas e começar a trabalhar duro – embora para mim, o ano tenha começado em janeiro mesmo -, este vai ser um ano de poucos feriados ou feriadões e muita ralação. Um ano também de muita reflexão e muita necessidade de pensar e planejar o futuro que muda a todo o momento.

Começando ou não o ano em fevereiro, a certeza é que agora engatou e não há mais como adiar as resoluções que nos esperam, bem como colocar em prática os meios de alcançar os objetivos traçados para este ano é urgente.

Happy Valentine’s Day! Acompanhado de um Feliz Ano Novo! E de um boa sorte, pois 2013 espera por nós cheio de atividades e demandas.

S: sedução, sexy, sensualidade, segurança…

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , , on fevereiro 10, 2013 by Psiquê

Kimberly

Estava assistindo a uma entrevista na Globonews, no Programa Almanaque, feita ao cartunista Lan – italiano, mais brasileiro que existe, casado com uma brasileira mulata -!. Lan é conhecido por suas mulatas com bastante curvas e ele descreve o processo dizendo que começa com o traçado de um S. E, ao explicar, ele fala que o S tem peito e tem bunda, e várias palavras se iniciam com S: sensualidade, sedução, sexy, até sacanagem começa com S, reforçando esse movimento sensual de suas charges. Achei o trocadilho bem legal para dar início a este post.

Ao ser questionado sobre o motivo pelo qual deixou a charge política para se especializar em charges sobre a cena carioca, ele diz que foi o mal humor que passava a ter quando retratava temas políticos. Dando continuidade à deixa do S do Lan, eu venho falar sobre Segurança. A foto deste post me inspirou para continuar este texto abordando este tema.

Nós seres humanos somos naturalmente competitivos e, por vezes, nos deixamos abater por momentos de insegurança. Claro que quando estes momentos beiram a patologia, eles precisam ser revistos com apoio profissional. Mas o importante é termos consciência de quem somos, o que queremos e como queremos chegar lá. A insegurança nos faz agir sem pensar e colocar os pés pelas mãos. S de segurança, em doses equilibradas, também – nos tornam ainda mais sexies, sensuais, sedutores, sacanas, safados, sensíveis…

O que você pode sonhar, pode começar…

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , on fevereiro 8, 2013 by Psiquê
Kimberly Frampton

Kimberly Frampton

A motivação é o combustível da alma e nosso cotidiano requer uma eterna retroalimentação para que não desanimemos na busca de nossos objetivos. Uma frase atribuída a Goethe me animou e resolvi colocar como leitura obrigatória para todas as manhãs:

“No momento em que nos comprometemos, a providência divina também se põe em movimento. Todo um fluir de acontecimentos surge ao nosso favor. Como resultado da atitude, seguem todas as formas imprevistas de coincidências, encontros e ajuda, que nenhum ser humano jamais poderia ter sonhado encontrar. Qualquer coisa que você possa fazer ou sonhar, você pode começar. A coragem contém em si mesma o poder, o gênio e a magia.”

Um ótimo Carnaval a todos. Para os que vão aproveitar o momento para descansar: bom descanso. E para aqueles que querem se acabar de tanto pular: boa diversão!

Cinco dicas para um feliz ano novo

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on fevereiro 7, 2013 by Psiquê

Michaelb Burke 18

O instrutor da SBPNL Alexandre Bortoletto, escreveu o artigo Cinco dicas para um feliz ano novo, para o portal daquela sociedade em 29/01/2013. Apesar de já estarmos no segundo mês do ano, ainda há tempo para planejar nossos próximos passos, nossas metas, etc. Por isso, decidi partilhar o texto aqui com vocês.

Você fez planos e acumulou expectativas para 2013, mas janeiro mal terminou e provavelmente todas as promessas já foram esquecidas no fundo da gaveta. Será que isso é motivo para continuar adiando a sua felicidade? A cada ano novo temos a sensação de que podemos começar do zero e ter, finalmente, o futuro que esperamos. Mas a verdade é que não precisamos de um marco no calendário para nos dizer quando podemos nos reinventar e começar a ser mais felizes. Se os planos não saíram do papel, é hora de uma força-tarefa para garantir os melhores 365 dias que sua história de vida já viu até esse momento. Comece agora com essas cinco dicas:
1 – Tenha objetivos claros
O que você quer que aconteça nesse futuro breve? Qual é o sonho que só você está impedindo de ser realizado? Saber aonde se quer chegar é o primeiro passo da jornada. Em seguida, analise que estratégias estão (ou deveriam estar) sendo seguidas. Quer mudar de emprego, comprar carro, se casar? Analise o que falta para alcançar esse objetivo e trace as habilidades e os recursos necessários para chegar lá.
2 – Visualize os resultados
Estabelecer um passo a passo – no papel, no computador ou mesmo mentalmente – ajuda a clarear o caminho. E visualizar o resultado também ajuda. Feche os olhos e se imagine daqui a 365 dias. Como você está, como estão as coisas ao seu redor, que melhorias foram consolidadas ao longo do ano? O que você vai ver, ouvir e sentir quando seu sonho foi realizado? Prever essas sensações te ajuda a entender quando aquela ideia começa a se concretizar.
3 – Pense positivo
E não estou falando de torcer para a loteria sortear o seu número. Tomar decisões bem-sucedidas implica em buscar o que quer, e não evitar o que não quer. Mantenha seus objetivos sempre no positivo e afirmativo. “Não quero brigar com meu cônjuge” não tem o mesmo efeito que “Quero manter a calma e o respeito diante de qualquer situação que envolva a pessoa que eu amo”.
4 – Aprecie o presente
Preste atenção nas coisas boas que estão à sua volta. Compare o momento atual com o passado próximo e aponte mentalmente todas as mudanças positivas que aconteceram nos últimos meses. Preste atenção principalmente nas adversidades: elas costumam ser o disfarce preferido das oportunidades.
5 – Livre-se do peso extra
No fim do ano é normal ver as pessoas limpando os armários e descartando aquilo que não serve mais. Trata-se de uma ideia que pode ser aplicada também em outras áreas da vida, como trabalho, faculdade, academia e até nos relacionamentos interpessoais. Existe uma máxima muito sábia em Programação Neurolinguística: se continuar fazendo o que sempre fez, você vai continuar obtendo o que sempre obteve. Ou seja, nenhum momento é mais adequado que o presente para mudar o rumo e alcançar o topo. Que tal começar a ser feliz agora?
Alexandre Bortoletto

Viver é uma arte…

Posted in Comportamento with tags , , , , , , , , , , , , , , , , on fevereiro 6, 2013 by Psiquê

75028adf0e44cca2de57dcc1886cb325

Todos os dias são, na verdade, uma sucessão de novas oportunidades de se construir uma história, uma trajetória. Manter a persistência entretanto, depende das pequenas vitórias diárias, que nos alimentam. Quando estas vitórias não acontecem, costumamos desanimar…

Hoje estava conversando com uma amiga e ela me dava conselhos sobre como lidar com os altos e baixos de cada dia. Ora parece que estamos evoluindo, ora retrocedendo. É muito difícil conter a ansiedade de ultrapassar esse jogo de avanço e de retrocesso. Quando se vive em um ambiente em que além dos problemas cotidianos, ainda temos que lidar com a vaidade alheia, engolir sapos, aturar desaforo, tudo fica mais difícil. Nesta mesma conversa, estava falando sobre motivação e reconhecimento e da necessidade de se dosar a forma apaixonada de se entregar ao trabalho. Sou uma pessoa que adora trabalhar e me entrego de corpo e alma ao trabalho, mas o reconhecimento é um agente motivador para se continuar trabalhando com envolvimento. O reconhecimento não vem apenas do aumento salarial – que é um fator importante -, mas também do elogio, da promoção, do prestígio, dos benefícios, da confiança…

Confesso que ando bem desanimada, e precisando de mais reconhecimento, responsabilidades, confiança, promoções. Sei que o tempo é o senhor do universo, mas tem horas que o exercício da paciência é bem custoso.

Vejam o conselho que li hoje: A maior parte de seus problemas neste momento pode ser superada a partir de uma atitude persistente, paciente e prudente. Há momentos em que a melhor estratégia é a indireta, sem confrontos objetivos. Siga “comendo pelas beiradas” e você terá mais sucesso do que se tiver muita pressa.